terça-feira, 6 de dezembro de 2011

TEMA: Criação, Queda, Redenção e Consumação! - 61 - Faltam 508 dias para 26/04/13 e 919 dias para a Copa

Agora todo o povo estava reunido em Siquem onde Josué faz lembranças dos feitos do Senhor desde Tera, pai de Abraão. Josué estava já próximo de seu fim, conforme o Senhor já tinha lhe avisado e preparava o povo para a continuação de sua jornada na terra prometida.
O Senhor já tinha providenciado tudo para eles: terra em que não trabalharam e cidades que não edificaram. Nelas eles habitariam. Comeriam das vinhas e dos olivais que também não plantaram.
É curioso observar que Deus sempre trabalhou por aqueles que nele esperam. O Senhor escolheu aquele povo e o preservou e o acompanhou e lhe cumulou de bens e de cuidados. Desde Abraão, ou melhor, desde Adão, o Senhor vem trabalhando e preservando a linhagem messiânica. Foi ele quem separou a Abraão e cuidou para que as suas sementes fossem abençoadas.
Josué exorta o povo a fazer uma escolha e proclama a sua escolha dizendo  que ele e a sua casa serviriam ao Senhor. Josué escolheu ao Senhor diante do povo que poderia titubear entre os deus de seus pais, do Egito e dos cananeus.
Josué 24:15 Porém, se vos parece mal servir ao SENHOR, escolhei, hoje, a quem sirvais: se aos deuses a quem serviram vossos pais que estavam dalém do Eufrates ou aos deuses dos amorreus em cuja terra habitais. Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.
Eu e a minha casa serviremos ao SENHOR! Eu também faço esta escolha. Há muitos deuses, muitos senhores, muitas religiões apontando diversos caminhos nos tempos atuais, como haviam naqueles tempos e a nossa realidade hoje não é diferente. Temos de fazer a nossa escolha e vivermos para o nosso Deus.
O povo também escolhe ao Senhor, mas Josué adverte o povo que o Senhor é Deus zeloso e que a sua glória não iria compartilhar com ninguém. Se eles, depois de escolherem ao Senhor, irem após outros deuses o Senhor iria consumi-los. Eles ainda assim escolheram ao Senhor e Josué faz com eles aliança.
Josué 24:25 Assim, naquele dia, fez Josué aliança com o povo e lha pôs por estatuto e direito em Siquém.
Ali, naquele lugar, Josué apanha uma grande pedra que seria a testemunha daquela aliança. É estranho o que fala Josué a respeito da grande pedra.
Josué 24:27 Disse Josué a todo o povo: Eis que esta pedra nos será testemunha, pois ouviu todas as palavras que o SENHOR nos tem dito; portanto, será testemunha contra vós outros para que não mintais a vosso Deus.
Ora, ora, como pode a pedra ser testemunha? Onde estão os seus ouvidos? Como pode ela testemunhar em juízo? Será que existe alguma propriedade física na pedra, rocha, terra, que tem a capacidade de armazenar em memória áudio e voz? Eis ai um desafio para os cientistas! Espiritualmente falando, não estaria esta pedra apontando para Cristo?
Depois disto, faleceu Josué com 110 anos de idade. E o povo começou a sua nova jornada na nova terra que ainda não tinha sido de toda conquistada e até os dias de hoje, mais de 3500 anos, ainda não foi, mas há de ser.
Tudo isso aconteceu ali em Siquém um lugar muito interessante que vale a pena estudar. Veja http://www.jamaisdesista.com.br/2011/11/tema-criacao-queda-redencao-e_30.html
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.