quarta-feira, 30 de novembro de 2011

TEMA: Criação, Queda, Redenção e Consumação! - 55 - Faltam 514 dias para 26/04/13 e 925 dias para a Copa

A vitoria sobre Ai foi uma bênção de Deus que está toda narrada em Js 8. Logo no primeiro versículo está o Senhor a animar e a fortalecer a Josué que estava abalado com o acontecido anteriormente quando fora derrotado por causa de Acã que tomara das coisas que o Senhor tinha proibido.

O Senhor o animou e lhe deu as estratégias para que derrotasse Ai. Seguindo as instruções do Senhor e fazendo tudo conforme a palavra que Deus revelara a cidade pode ser conquistada e o rei aprisionado e levado a presença de Josué.

Dessa vez, o Senhor permitiu que se levassem ou se tomassem dos despojos da guerra. Vemos nisso que a obediência as palavras e mandamentos do Senhor produzem vitórias e conquistas que são abençoadas e não trazem dores, nem maldições, castigos e derrotas.

Tudo foi feito em obediência ao Senhor. Primeiramente o Senhor encorajou o seu grande líder. Ele os instruiu e lhe deu as estratégias. O Senhor disse o momento de fazer e de esperar. Eles tudo seguiram. Mataram o rei e ergueram um altar ao Senhor conforme Moisés tinha dito que se fizessem com pedras toscas ou virgens que ainda não tinha sido manejadas por qualquer mão humana.

Josué então tira uma cópia xerox da pedra da lei com as suas próprias mãos ao escreve-las diante dos filhos de Israel. Pronuncia ali no Siquem as bênçãos e maldições sobre os montes Gerizim (bênçãos) e Ebal (maldições). E, em seguida, lê toda a lei de Moisés.

Por falar em Siquem, vale a pena reproduzir o material coletado em http://www.bibliaonline.net/dicionario/?acao=pesquisar&procurar=siqu%E9m&exata=on&link=bol&lang=pt-BR

Ombro [significado de Siquem no hebraico]. 1. Cidade que ficava no vale entre Ebal e Gerizim, no espinhaço da Palestina, distante 64km de Jerusalém, no caminho para Nazaré (Gn 33.18) - também se chama Siquém (At 7.16). o nome de Neápolis (de onde ae deriva a moderna Nablus) lhe foi dado pelo imperador Vespasiano. Veio Abraão para este vale (Gn 12.6 e seg.) - e foi ali que ele teve a visão, na qual lhe foi prometida a terra em herança. Aqui também ele edificou um altar ao Senhor. Neste lugar comprou Jacó um campo, levantou um altar, e cavou um poço (Gn 33.18 a 20,34 - 35.4 - Jo 4.6). Por este mesmo sítio andou José procurando seus irmãos, tomando depois a direção de Dotã, para onde eles tinham passado (Gn 37.12 e seg.) - para ali foram levados os ossos de José, vindos do Egito, sendo sepultados na parte do terreno que Jacó tinha comprado (Js 24.32). Quando se tratou da divisão da terra coube Siquém a Efraim, embora estivesse perto de Manassés (Js 17.7). Passou depois para os levitas, fazendo-se dela uma cidade de refúgio (Js 20.7 - 21.21 - 1 Cr 6.67 - 7.28). Siquém foi teatro de uma notável reunião nacional, edificando Josué, nessa ocasião, um altar no monte Ebal que dominava o vale - e ali inscreveu em pedra as palavras da Lei, a qual ele então leu ao povo que estava em grande ajuntamento nas rampas opostas dos montes Ebal e Gerizim (Js 8.30 a 35). A partir deste tempo foi aquele sítio o ponto das grandes reuniões do povo israelita (Js 24.1 a 25 - 1 Rs 12. 1 - 2 Cr 10.1). Siquém era a terra natal de Abimeleque, e foi o lugar da sua insurreição, e da parábola de Jotão (Jz 8.31 -9). Abimeleque foi morto com uma pedra arremessada por uma mulher, depois de ele ter arrasado a povoação, e ter mandado cobrir de sal o seu sítio (Jz 9). Foi reedificada por Jeroboão (1 Rs 12.25). Jeremias diz-nos que alguns dos seus habitantes, que iam no seu caminho para Jerusalém, foram mortos por ismael (41.5,7). Foi em certo lugar, afastado cerca de 3km de Siquém, que Jesus esteve conversando com a mulher de Samaria (Jo 4.1 a 42). os discípulos, talvez, também exercessem aqui o seu ministério (At 8.25). (*veja Jacó (Poço de.) 2. Filho de Hamor, um heveu, sendo a principal autoridade de Siquém, quando Jacó ali chegou (Gn 33.19 - Js 24.32 - Jz 9.28). Pelo seu procedimento para com Diná (*veja a palavra) foi Siquém morto pelos irmãos dela, e a sua cidade assolada (Gn 34.2 a 26). 3. Filho de Gileade (Nm 26.31 - Js 17.2). 4. Filho de Siquém 3 (1 Cr 7.19).

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.