quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

365 dias de propósito! Dia 218/365

Estudos nos Salmos 34 – Provai e Vede que o Senhor é bom! 11
 
Hoje, pela graça de Deus, estarei ministrando esta nossa reflexão na Primeira Igreja Presbiteriana de Taguatinga – “Primeirona”. Rev. Sabino Cordeiro Dourado, na Sandu Norte em Taguatinga Norte/DF. Vamos lá hoje à noite no chamado Culto da Esperança? Qual a sua esperança? Provai e vede que o Senhor é bom e que suas esperanças, hoje, serão renovadas, para a honra e a glória do Senhor.
 
Nós já vimos que nos versos de 11 a 14, o Espírito Santo estava nos ensinando o que é o temor do Senhor e que mesmo antes mesmo de começar o ensino, fez-nos um apelo irresistível e que certamente somente terá uma resposta, ou melhor três:
 
- eu amo a vida!
- eu quero longevidade!
- eu quero ver o bem!
 
Relembrando os versículos:
11 Vinde, filhos, e escutai-me; eu vos ensinarei o temor do SENHOR.
12 Quem é o homem que ama a vida e quer longevidade para ver o bem?
13 Refreia a língua do mal e os lábios de falarem dolosamente.
14 Aparta-te do mal e pratica o que é bom; procura a paz e empenha-te por alcançá-la.
 
Pois bem, todos nós amamos a vida, queremos longevidade e queremos ver o bem. E você? Ama a vida? Quer longevidade? Quer ver o bem? Então siga o ensino sobre o temor do Senhor:
 
  1. Refreia a língua do mal e os lábios de falarem dolosamente.
  2. Aparta-te do mal e pratica o que é bom;
  3. Procura a paz e empenha-te por alcançá-la.
 
Refrear a língua significa dizer que ela precisa ser freada! Isso é importante! Diz o ditado que “os passarinhos voam nos céus e não podemos impedi-los, mas podemos impedir de que eles façam ninhos em nossas cabeças”. Antes que a palavra venha a nossa boca, ela transitou pelos nossos céus e nós podemos enxotá-las.
 
Apartar-se do mal e praticar o que é bom significa que não basta afastar-se do mal, mas também exercitar-se na prática do que é bom. Tem gente que pratica o que é bem, mas não se afasta do mal e tem gente que se afasta do mal, mas não pratica o que é bom e acaba se machucando. Se você está em situações complexas e que sabe que elas poderão gerar o mal, o melhor caminho, às vezes, é a fuga.
 
Por exemplo, tem gente que adora flertar o outro naqueles instantes quase infinitesimais quando nossos carros se cruzam e os olhares se encontram. Se você é casado ou casada: foge deste vício, pois poderá ser que em um dado momento desses uma flecha transpasse o teu coração e você ficará fisgado, como um peixe num anzol. Resultado: queda! Mas eu sou forte... mentira! Fuja do mal! Não de a outros a tua honra!
 
1  ¶ Filho meu, atende à minha sabedoria; à minha inteligência inclina o teu ouvido; 2  Para que guardes os meus conselhos e os teus lábios observem o conhecimento. 3  Porque os lábios da mulher estranha destilam favos de mel, e o seu paladar é mais suave do que o azeite. 4  Mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes. 5  Os seus pés descem para a morte; os seus passos estão impregnados do inferno. 6  Para que não ponderes os caminhos da vida, as suas andanças são errantes: jamais os conhecerás. 7  Agora, pois, filhos, dai-me ouvidos, e não vos desvieis das palavras da minha boca. 8  Longe dela seja o teu caminho, e não te chegues à porta da sua casa; 9  Para que não dês a outrem a tua honra, e não entregues a cruéis os teus anos de vida; 10  Para que não farte a estranhos o teu esforço, e todo o fruto do teu trabalho vá parar em casa alheia; 11  E no fim venhas a gemer, no consumir-se da tua carne e do teu corpo. 12  E então digas: Como odiei a correção! e o meu coração desprezou a repreensão! 13  E não escutei a voz dos que me ensinavam, nem aos meus mestres inclinei o meu ouvido! 14  No meio da congregação e da assembléia foi que eu me achei em quase todo o mal. 15  ¶ Bebe água da tua fonte, e das correntes do teu poço. 16  Derramar-se-iam as tuas fontes por fora, e pelas ruas os ribeiros de águas? 17  Sejam para ti só, e não para os estranhos contigo. 18  Seja bendito o teu manancial, e alegra-te com a mulher da tua mocidade. 19  Como cerva amorosa, e gazela graciosa, os seus seios te saciem todo o tempo; e pelo seu amor sejas atraído perpetuamente. 20  E porque, filho meu, te deixarias atrair por outra mulher, e te abraçarias ao peito de uma estranha? 21  Eis que os caminhos do homem estão perante os olhos do SENHOR, e ele pesa todas as suas veredas. 22  Quanto ao ímpio, as suas iniqüidades o prenderão, e com as cordas do seu pecado será detido. 23  Ele morrerá, porque desavisadamente andou, e pelo excesso da sua loucura se perderá.” (Provérbios 5: 1-23)
 
Procurar a paz e empenhar-se por alcançá-la requer comprometimento e disposição mental pacífica, mansa. Nas nossas decisões e negócios não devemos provocar o nosso irmão ou trazer-lhe aborrecimentos simplesmente por não concordarmos com ele. A Bíblia é clara no ensino de que devemos procurar e nos esforçarmos pela paz. Às vezes, isso é tão difícil e custa o sacrifício de vidas, mas nosso Deus nos perdoou e nos amou para que com nossos irmãos tenhamos comunhão. A paz requer unidade de propósitos, principalmente se somos da mesma igreja.
 
Em seguida, já finalizando o salmo, dos versos de 15 a 22, o salmista nos faz lembrar do cuidado que o Senhor tem conosco em todos os detalhes. Fala de seus olhos, de seu rosto, de seus ouvidos, de sua proximidade, de seu livramento, cuidado e resgate. É todo o ser de Deus envolvido conosco nos dando garantias de cuidado, dedicação e atenção.
 
Será que restam dúvidas em teu coração da bondade do Senhor? Provai! Este é o desafio que ele nos faz: vamos prová-lo e não somente aprová-lo, mas comprovar, ver (PROVAR e VER) que o Senhor é bom. Há uma profecia aqui neste salmos que se aplicou a Cristo e se encontra no vs 20. “Dela nada deixarão até à manhã, e dela não quebrarão osso algum; segundo todo o estatuto da páscoa a celebrarão.” e “Porque isto aconteceu para que se cumprisse a Escritura, que diz: Nenhum dos seus ossos será quebrado. “ (Nm 9:12 e Jo 19:36).
 
15 Os olhos do SENHOR repousam sobre os justos, e os seus ouvidos estão abertos ao seu clamor.
16 O rosto do SENHOR está contra os que praticam o mal, para lhes extirpar da terra a memória.
17 Clamam os justos, e o SENHOR os escuta e os livra de todas as suas tribulações.
18 Perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado e salva os de espírito oprimido.
19 Muitas são as aflições do justo, mas o SENHOR de todas o livra.
20 Preserva-lhe todos os ossos, nem um deles sequer será quebrado.
21 O infortúnio matará o ímpio, e os que odeiam o justo serão condenados.
22 O SENHOR resgata a alma dos seus servos, e dos que nele confiam nenhum será condenado.
 
A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias
 
  • Estou no capítulo 10, de Isaias - Bíblia Shedd (Shedd Bible), ARA – 2ª ed. – Ed. Vida Nova, Russell P. Shedd.
  • Estou na pág. 425/656, do livro Criação e Consumação (From Creation To Consummation), Vol. 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador – ed. Cultura Cristã. Gerard Van Groningen.
  • Estou com 24h00m01s de 25h03m39s de áudio ouvido(*) do livro As Institutas ou Tratado da Religião Cristã, Parte 4, João Calvino.
=======
(*) utilizo o TextAloud 2.303, da www.nextup.com, com voz Loquendo Felipe – Brasilian  Portuguese para ouvi-lo em meu Nokia - N95, geralmente em meu UNO (para maiores detalhes, ver: http://www.jamaisdesista.com.br/2009/03/irmaos-eu-li-isto-e-ouvi-e-recomendo-o.html).
 
Observações:

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.