domingo, 21 de fevereiro de 2010

365 dias de propósito! Dia 215/365

 

Estudos nos Salmos 34 – Provai e Vede que o Senhor é bom! 8

 

Novamente farei uma pausa na continuação da análise dos versos de 11 a 14 onde o Espírito Santo irá nos ensinar o que é o temor do Senhor. Nós já começamos, mas quero ainda ressaltar algo sobre a bondade de Deus, pois afinal de contas, o tema de nossa reflexão é PROVAI E VEDE QUE O SENHOR É BOM. Provai e vede o quê? Ora, que o Senhor é bom!

 

Eu gosto de destacar a bondade de Deus e amo falar disso. Eu já disse outras vezes e até já preguei sobre isso. Que a bondade de Deus é algo tão espetacular que se pudéssemos trazer a existência a bondade e personificá-la diante de nós de forma que conseguíssemos ver a sua forma e apalpá-la, nós estaríamos diante do próprio Deus. A sua bondade é a sua pessoa. Eu também sempre gosto de destacar em sua pessoa duas outras características que abuso de falar e de pregar: a sua soberania e a sua sabedoria. No entanto,  a sua bondade, o seu amor, é algo que mais forte fala ao meu coração. Deus é bom! Deus é muito bom!

 

Lendo Gerard Van Groningen (altamente recomendado) vi ele narrando em suas páginas de CRIAÇÃO E CONSUMAÇÃO (ainda estou no volume 1) o episódio em que Moisés está diante de Deus no Sinai e atrevidamente, ousadamente lhe dirige uma oração, um pedido, um clamor que só mesmo uma pessoa do caráter de Moisés poderia ter feito: "hare enima et-kebodeka" (Faça-me ver, por favor, a sua glória – Ex 33:18).

 

"Moisés foi assegurado por Yahweh de que ele se revelaria fazendo passar kal-tûbî (toda a minha bondade) diante dele. O termo "bondade" descreve o que Yahweh é: ele é precisamente o que diz ser. "Bom" transmite a idéia de alguém ser o que diz ser, fazer o que diz que fará no contexto de produzir a satisfação perfeita do outro. E Yahweh prosseguiu assegurando a Moisés de que sua bondade seria exibida através da demonstração da sua misericórdia e compaixão de acordo com a sua vontade soberana (Ex 33.19)."[1]

 

Moisés, como falado, pediu a Deus esse pedido ousado e atrevido. Deus não atendeu plenamente, pois lhe disse que não poderia ver a sua face porque ninguém poderia vê-lo e viver. Foi-lhe então concedido vê-lo pelas costas e assim lhe deu garantias de sua presença (Moisés buscava isso!). No entanto, Yahweh, ali, naquele momento verbalizou uma série de virtudes (7+1) declarações incluídas em sua auto proclamação que deram a Moisés garantia poderosa de Deus Yahweh era, de fato, o Senhor pactual.

 

Deus então passou toda a sua bondade diante dele "kal-tubi" (toda a minha bondade) o termo bondade revela o que ele é "Bom". Talvez eu venha a citar e comentar o que Gerard Van Groningen destacou dessas 7+ 1 declarações individuais, mas isso ficará para outra oportunidade: tenha um bom domingo na presença do Senhor: Deus é muito bom! Amanhã, pela graça de Deus, haveremos de continuar. Abração a todos!

 

A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias

 

Ø       Estou no capítulo 4, de Isaias - Bíblia Shedd (Shedd Bible), ARA – 2ª ed. – Ed. Vida Nova, Russell P. Shedd.

Ø       Estou na pág. 415/656, do livro Criação e Consumação (From Creation To Consummation), Vol. 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador – ed. Cultura Cristã. Gerard Van Groningen.

Ø       Estou com 21h46m32s de 25h03m39s de áudio ouvido(*) do livro As Institutas ou Tratado da Religião Cristã, Parte 4, João Calvino.

=======

(*) utilizo o TextAloud 2.303, da www.nextup.com, com voz Loquendo Felipe – Brasilian  Portuguese para ouvi-lo em meu Nokia - N95, geralmente em meu UNO (para maiores detalhes, ver: http://www.jamaisdesista.com.br/2009/03/irmaos-eu-li-isto-e-ouvi-e-recomendo-o.html).

 

Observações:

·         Estou também no 34/90 dias de meu compromisso relacionado à alimentação (ver http://www.jamaisdesista.com.br/2010/01/365-dias-de-proposito-dia-178365.html).

·         Estou no 00/00 dias de atividades físicas regulares (caminhada, natação, ginástica). Já comecei, mas ainda não registrei...aguardem!



[1] Pág. 408. CRIAÇÃO E CONSUMAÇÃO. Groningen, G. V. Ed. Cultura Cristã. Para melhor entendimento do termo "Bom", o autor nos remete ao capítulo 2, do mesmo livro. Recomendo a leitura!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.