quarta-feira, 2 de novembro de 2011

TEMA: Criação, Queda, Redenção e Consumação! - 27 - Faltam 542 dias para 26/04/13 e 953 dias para a Copa

Seria tão bom se crêssemos de fato em Deus! 
Mas nem mesmo os crentes, parece, crêem em Deus. 
Temos nos tornado tudo, menos crentes. 
A nossa vida e as disputas atuais de nossos líderes são provas de que o que menos somos é crentes em Jesus Cristo e na mensagem de Deus. 
É triste vermos declarações de que o que os cristãos e Cristo tem em comum é só o nome e mais nada.
Ali na entrega da lei a advertência principal era contra a idolatria. O primeiro mandamento era "NÃO TERÁS OUTROS DEUSES DIANTE DE MIM". Outros senhores tem tido domínio sobre nós e a quem servimos esse é o nosso senhor e mestre. A quem estamos servindo? Basta vermos no que estamos gastando nossos tempos, esforços, dedicação e vida. Dizemos que amamos a Deus, mas o traímos com a primeira prostituta que sai em nosso caminho.
Mas qual é essa prostituta? Uma delas é o dinheiro. Quem é que não adora esse deus que realiza sonhos instantaneamente? No afã de conquistá-lo, somos capazes de vendermos a nossa própria alma ou ainda a alma de nossos entes queridos. Crente não precisa de dinheiro para nada, mas do Senhor.
Nos esquecemos de que recebemos os bens do Senhor e não das mãos do dinheiro. Por que trabalho? Se trabalho para ganhar dinheiro, o dinheiro é o meu Deus. Se o dinheiro é o meu Deus, então não sou adorador de Deus, mas de mamom. O dinheiro não pode possuir a nossa alma nem nos dominar, se não, nossos corações serão enganados e nos afastaremos de Deus.
Quer ter muito dinheiro para fazer a obra de Deus? Não queira! Queira o Senhor que ele é quem nos levará a fazer a sua obra. As instruções para os 12 foram de que não levassem no caminho bolsas, alforjes, dinheiro...
Marcos 6:7 Chamou Jesus os doze e passou a enviá-los de dois a dois, dando-lhes autoridade sobre os espíritos imundos. Marcos 6:8 Ordenou-lhes que nada levassem para o caminho, exceto um bordão; nem pão, nem alforje, NEM DINHEIRO; Marcos 6:9 que fossem calçados de sandálias e não usassem duas túnicas. Marcos 6:10 E recomendou-lhes: Quando entrardes nalguma casa, permanecei aí até vos retirardes do lugar. Marcos 6:11 Se nalgum lugar não vos receberem nem vos ouvirem, ao sairdes dali, sacudi o pó dos pés, em testemunho contra eles. Marcos 6:12 Então, saindo eles, pregavam ao povo que se arrependesse; Marcos 6:13 expeliam muitos demônios e curavam numerosos enfermos, ungindo-os com óleo. (g.n.).
Estamos nos enganando a nós mesmos com nossos discursos lógicos de que precisamos de dinheiro para fazermos as obras de Deus, mas não pecisamos de nada disso. Eu não trabalho para ganhar dinheiro, mas trabalho para a glória de Deus. É de Deus que recebo tudo o que tenho e que glorifica o seu nome. É por isso que devemos sempre sermos gratos por tudo.
Se Deus quiser colocar em nossas mãos (esse deveria ser o nosso discurso) milhões ou bilhões e quiser nos cumular de riquezas e honras é porque ele quis assim e não porque Deus precisa disso. Deus não precisa de dinheiro, pois é ele o dono de todos os bancos do mundo.
Desculpem se me pareço hoje com vontade de desabafar... um bom dia a todos.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.