quarta-feira, 24 de março de 2010

365 dias de propósito! Dia 246/365

TEMA: Buscai e Invocai o Senhor enquanto... 3– Is 55
 
Jesus Cristo é o pão que satisfaz. O alimento, o vinho e a água, de graça, que completa o homem. É disso que nos fala os dois próximos versículos: “4 Eis que eu o dei por testemunho aos povos, como príncipe e governador dos povos. 5 Eis que chamarás a uma nação que não conheces, e uma nação que nunca te conheceu correrá para junto de ti, por amor do SENHOR, teu Deus, e do Santo de Israel, porque este te glorificou.”.
 
Depois da palavra apelativa, convidativa, dos primeiros 3 versículos, agora nos é apresentado pelo Espírito Santo o próprio Senhor. Ele é testemunho aos povos. Somente ele é príncipe e governador soberano de todo o Reino de Deus e de sua Justiça. As nações, os povos, todo o universo correrá para ele, o Criador bendito, o Santo de Israel, àquele a quem o Pai glorificou, conforme está escrito em João 15 na oração sacerdotal.
 
No próximo versículo, o vs 6, está o tema de nossa reflexão: “Buscai o SENHOR enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto.” Haverá, por acaso, algum dia nesta terra em que poderemos deixar de buscar e de invocar ao Senhor? Eu creio que não, logo, esta ordem (o verbo está na segunda pessoa do plural do imperativo afirmativo!) de buscar e de invocar deve ser uma atitude contínua em nossa vida cotidiana.
 
Devemos ter e cultivar em nossas mentes uma disposição mental favorável ao Reino de Deus e de sua Justiça no sentido de buscar e invocar continuamente. Primeiro vem a palavra “buscar” e depois a palavra “invocar” e ambas “enquanto”. Creio que haverá tempos em que não conseguiremos nem buscar nem invocar, por isso há a palavra enquanto.
 
De minha parte, enquanto eu puder, eu buscarei e invocarei o Senhor, pois Ele que ordena a buscá-lo e invocá-lo não o faz para nos iludir, mas porque nos ajudará a encontrá-lo e nos atenderá quando o invocarmos. Aleluias!
 
Do vs 7 ao vs 11, encontraremos o reforço e o incentivo para continuarmos a buscar e a invocar: “7 Deixe o perverso o seu caminho, o iníquo, os seus pensamentos; converta-se ao SENHOR, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar. 8 Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o SENHOR, 9 porque, assim como os céus são mais altos do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos, mais altos do que os vossos pensamentos. 10 Porque, assim como descem a chuva e a neve dos céus e para lá não tornam, sem que primeiro reguem a terra, e a fecundem, e a façam brotar, para dar semente ao semeador e pão ao que come, 11 assim será a palavra que sair da minha boca: não voltará para mim vazia, mas fará o que me apraz e prosperará naquilo para que a designei.
 
“o seu caminho”, “os seus pensamentos”. Ora o que é isso se não o próprio abandono de Deus, ou melhor a sua rejeição? O homem que não busca nem invoca, que não tem impregnada em seu sangue esta disposição mental favorável ao Reino de Deus e a sua Justiça, será entregue a si mesmo, ao seu próprio caminho, aos seus próprios pensamentos. O apóstolo Paulo bem explorou isso em Rm 1 quando afirma que o homem tem conhecimento de Deus, mas não o busca nem o invoca, antes o rejeita.
 
O ímpio tem conhecimento de Deus? Não te apresses em tua resposta, pois a Bíblia afirma que sim. O raciocínio é bem simples: como alguém poderia rejeitar algo que não possui. Romanos fala claramente que o homem foi entregue aos seus próprios caminhos e pensamentos, por ter rejeitado o conhecimento de Deus. No entanto, há esperança: volte-se para Deus, porque ele é rico em perdoar! Por hoje é só pessoal. Glórias a Deus!
 
A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias
 
  • Estou no capítulo 27 do livro de Jeremias - Bíblia Shedd (Shedd Bible), ARA – 2ª ed. – Ed. Vida Nova, Russell P. Shedd.
  • Estou na pág. 478/660, do livro Criação e Consumação (From Creation To Consummation), Vol. 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador – ed. Cultura Cristã. Gerard Van Groningen.
  • Estou com 04h50m24s de 9h15m40s de áudio de CALVINISMO – o canal em que se moveu a Reforma do século 16, enriquecendo a vida cultural e espiritual dos povos que o adotaram. O sistema que hoje a igreja cristã deve reconhecer como bíblico – de Abraham Kuyper (1837 – 1920).
 
Observações:

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.