sexta-feira, 12 de março de 2010

365 dias de propósito! Dia 234/365

Rompendo Muralhas - 7
 
Foi a fé que pôs abaixo as muralhas de Jericó, depois que o povo de Israel tinha andado ao redor delas durante sete dias, como Deus lhes ordenara.” (Hb 11:30). Que fé poderosa! O texto bíblico é claro ao dizer que foi a fé e a obediência às instruções claras de Deus que pôs abaixo as muralhas de Jericó.
 
As muralhas de Jericó não eram quaisquer muralhas, pelo contrário, enormes (Js 6:1). Suas principais características eram: a cidade de Jericó ocupava uma área aproximada de uns 32 km quadrados. Era protegia por muros altos de quase 10m de altura por cerca de 6m de largura, divididos em dois. O primeiro de uns dois metros de espessura e o interno de uns 4m de espessura, sendo que entre um e o outro muro havia uns 5m. Dizem que as sentinelas, soldados que montavam guarda em cima dos muros, podiam ser avistados de longe. Era realmente, na época, uma cidade inexpugnável, colossal.
 
Fé e obediência! As nossas armas não são carnais. Não foi usado dinamite, pólvora, bombas, nem foram realizadas reuniões, estratégias militares, políticas, mas tão somente a fé e a obediência. “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas, sim, poderosas em Deus, para destruição das fortalezas.(2Co 10:4)”. Deus prometeu a vitória e o povo crê e obedeceu. A vitória foi grande e o temor e o terror caíram sobre os habitantes da vizinhança.
 
É de se notar que o povo israelita estava cansado e já peregrinava no deserto por 40 anos e agora para conquistar Canaã surge em seu caminho uma cidade fortaleza como essa! Se não tivessem aprendido a lição no deserto que os fez peregrinar tanto tempo: um ano para cada dia, quando chegassem em Jericó teriam desfalecido. No entanto, não recuaram, nem murmuraram, mas obedeceram, cantaram louvores e a vitória foi grande.
 
Diante do obstáculo da muralha, Josué, não usou meios humanos para rompê-la, antes, confiou cabalmente em Deus. Depois que Israel fez tudo o que Deus ordenou, a muralha ruiu e o povo pôde conquistar a cidade. Não há muralhas em nossas vidas que não possam ser rompidas pela fé! Rompa as muralhas da tua vida pela fé! Se uma tão imensa muralha foi derrubada pela fé dos israelitas que estavam sob o comando de Josué porque Deus tinha um propósito específico na vida deles quanto mais em nossas vidas cujo próprio Senhor se animou a morrer por nós nos dando sua própria vida? Não tenha medo de romper as muralhas que estão diante de ti! Mas vença-as seguindo as orientações de Deus!
 
A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias
 
  • Estou no capítulo 57, de Isaias - Bíblia Shedd (Shedd Bible), ARA – 2ª ed. – Ed. Vida Nova, Russell P. Shedd.
  • Estou na pág. 460/656, do livro Criação e Consumação (From Creation To Consummation), Vol. 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador – ed. Cultura Cristã. Gerard Van Groningen.
  • Estou ouvindo 08h06m54s de 13h26m47s de áudio do livro UMA HISTÓRIA DO PENSAMENTO CRISTÃO - Dos Primórdios ao Concílio de Calcedônia - Justo L. González.
 
Observações:

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.