quarta-feira, 4 de maio de 2011

Faltam 723 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 04/05/11)

TEMA: ... não andeis ansiosos de coisa alguma... (Fp 4:6-8)
Vivemos dias na história da humanidade sem igual principalmente porque o conhecimento que sempre ambicionamos está disponível a todos de uma forma bem ampla. Na verdade nem sei se é o conhecimento que está disponível, mas a possibilidade de conhecimento.
Isto se deve por causa da globalização e, principalmente, por causa da internet que revolucionou o nosso mundo transformando quase tudo em digital. Vivemos a era do digital. Com nossos celulares, ipads, notebooks e outros aparelhos similares fazemos conexões e vivemos “plugados”. Temos assim acesso a vídeos, textos, imagens, sons, inclusive online.
A oferta a conteúdos aumentou muito, mas há também muitos lixos nesse mar de conhecimento. Conteúdo significativo, importante e também lixo. No entanto, nossa cabeça não evolui a ponto de processarmos tanta informação gerada e isso cria em nós ansiedade. Principalmente porque também aumentaram as cobranças, exigências do mercado, de nosso trabalho, educação, pressões para aumentarmos nossas produtividades.
Queremos conhecer mais, aumentar nossa sabedoria e darmos mais frutos e assim, criamos expectativas em relação a isso que naturalmente são frustradas porque é impossível que consigamos absorver, processar e produzir tanta coisa.
Vejamos o que diz a Palavra de Deus, escrita há mais de 2000 anos, sobre a ansiedade atual:
6. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. 7. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. 8. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.
Neste simples texto, composto de apenas três versículos, encontramos três lições importantes para as nossas vidas no que tange à ansiedade:
  1. Uma exortação para não andarmos ansiosos de coisa alguma
A exortação soa como uma bronca que o pai dá aos seu filho ou como uma autoridade diz a seu subordinado e ponto final. Eu posso estar e viver inquieto? Não! Eu entendo porque não devemos andarmos inquietos. É por causa de Deus! Eu nem digo “se”, mas digo “já”: já que Deus faz parte de nossas vidas, não deve haver espaços para a ansiedade, pois a palavra que nos ensina e nos exorta é de que Deus está cuidando de nós.
No deserto o povo de Deus que murmurava andava inquieto por muitas coisas e o fim deles foi terrível e a repreensão de Deus, bem severa. A inquietação e a ansiedade na presença do Espírito Santo traz é um insulto a Deus injustificado.
Amanhã, daremos continuidade apresentando as outras duas lições para a glória de Deus e crescimento dos irmãos.
A Deus toda a glória!

Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.