quarta-feira, 4 de maio de 2011

Faltam 723 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 04/05/11)

TEMA: ... não andeis ansiosos de coisa alguma... (Fp 4:6-8)
Vivemos dias na história da humanidade sem igual principalmente porque o conhecimento que sempre ambicionamos está disponível a todos de uma forma bem ampla. Na verdade nem sei se é o conhecimento que está disponível, mas a possibilidade de conhecimento.
Isto se deve por causa da globalização e, principalmente, por causa da internet que revolucionou o nosso mundo transformando quase tudo em digital. Vivemos a era do digital. Com nossos celulares, ipads, notebooks e outros aparelhos similares fazemos conexões e vivemos “plugados”. Temos assim acesso a vídeos, textos, imagens, sons, inclusive online.
A oferta a conteúdos aumentou muito, mas há também muitos lixos nesse mar de conhecimento. Conteúdo significativo, importante e também lixo. No entanto, nossa cabeça não evolui a ponto de processarmos tanta informação gerada e isso cria em nós ansiedade. Principalmente porque também aumentaram as cobranças, exigências do mercado, de nosso trabalho, educação, pressões para aumentarmos nossas produtividades.
Queremos conhecer mais, aumentar nossa sabedoria e darmos mais frutos e assim, criamos expectativas em relação a isso que naturalmente são frustradas porque é impossível que consigamos absorver, processar e produzir tanta coisa.
Vejamos o que diz a Palavra de Deus, escrita há mais de 2000 anos, sobre a ansiedade atual:
6. Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. 7. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. 8. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.
Neste simples texto, composto de apenas três versículos, encontramos três lições importantes para as nossas vidas no que tange à ansiedade:
  1. Uma exortação para não andarmos ansiosos de coisa alguma
A exortação soa como uma bronca que o pai dá aos seu filho ou como uma autoridade diz a seu subordinado e ponto final. Eu posso estar e viver inquieto? Não! Eu entendo porque não devemos andarmos inquietos. É por causa de Deus! Eu nem digo “se”, mas digo “já”: já que Deus faz parte de nossas vidas, não deve haver espaços para a ansiedade, pois a palavra que nos ensina e nos exorta é de que Deus está cuidando de nós.
No deserto o povo de Deus que murmurava andava inquieto por muitas coisas e o fim deles foi terrível e a repreensão de Deus, bem severa. A inquietação e a ansiedade na presença do Espírito Santo traz é um insulto a Deus injustificado.
Amanhã, daremos continuidade apresentando as outras duas lições para a glória de Deus e crescimento dos irmãos.
A Deus toda a glória!

Reações:

1 comentários:

Boa noite,

Quanto tempo estou nestes ultimos diasmuito aterafado. Esta reflexão falou muito ao meu coração, que você continue este instrumento poderoso na mãos de Deus.

Bruno

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.