quarta-feira, 1 de setembro de 2010

1000 dias de propósito! Faltam 968 dias!

TEMA:  Para Que o Homem Foi Criado?
 
O meu filho hoje me fazendo companhia no meu uno em direção ao meu trabalho – SOU EMPREGADO DE CRISTO! – fez-me perguntas relacionadas aos mortos baseado no caso de Saul, Samuel e a médium. Um pequenino parêntesis: meu filho Miguel está, hoje, indo matricular-se na UNB em Engenharia da Computação – aleluias!
 
Há muitos mistérios que não compreendemos e que Deus nos deixou sem nos explicar. Quem me dera eu tivesse respostas e não dúvidas. Para o caso presente da aparição de Samuel por invocação da médium para dar respostas a Saul, há muitas interpretações e estudos sobre o assunto. Quem tiver interesse no aprofundamento é somente pesquisar. Eu, sinceramente, gosto demais da interpretação dada por Gerard Van Groningen, exegeta do AT.
 
O que me chamou a atenção foi o fato de uma pergunta que ele fez para mim e que me deixou intrigado. Se os mortos estão vivos no céu o que eles estão fazendo? Mortos que estão vivos soa estranho, mas o que dizer de Moisés e de Elias que apareceram no Monte da Transfiguração ao Senhor Jesus Cristo?
 
Mas, o que me deixou mesmo intrigado nem foi a questão do que os mortos (?) como Moisés e Elias estão fazendo e sim nós os vivos. O QUE NÓS OS VIVOS ESTAMOS FAZENDO? O que você, meu amigo e irmão, está fazendo?
 
Eu reparei que boa parte do tempo do nosso dia-a-dia é gasto comendo, bebendo, dormindo, se reproduzindo, se relacionando, indo e vindo por ai. Eu também trabalho, mas para que trabalho? Uma resposta bem simplória seria para ganhar dinheiro, mas para que ganhar dinheiro? Ora para comer, para beber, para dormir, para se relacionar, para ir e vir por ai, etc. Só isso?
 
Minha questão continua latente: e nós os vivos o que estamos fazendo? O que você está fazendo meu irmão? O Catecismo Maior de Westminster (CMW) também diz o seguinte: Pergunta 1. Qual é o fim supremo e principal do homem? Resposta: O fim supremo e principal do homem é glorificar a Deus e gozá-lo para sempre.
 
Fim supremo e principal do homem: glorificar a Deus e gozá-lo para sempre, isto é desfrutar dele, ter nele prazer, fazer as coisas com gratidão e com reconhecimento de que Deus existe e que é galardoador dos que o buscam. "Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam." (Hebreus 11:6).
 
O que estamos fazendo? Quando paramos para meditar fica estranho responder. O que pode então ser importante e significativo? Creio que tudo que fazemos colocando Cristo no centro de nossas ações é importante e significativo, o restante é pura vaidade e corre atrás do vento.
 
Irmãos, Deus existe. Por isso nos esforcemos por tudo fazer para a sua glória e louvor: "Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá;para que, em tudo, Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder, para todo o sempre. Amém. (I Pedro 4:11)". Ele criou todas as coisas e nos criou para a sua glória e louvor. A vida somente tem sentido na vida e na mente de Deus e não em nós mesmos.
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Estou na página 66/1835 da leitura bíblica da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 260/302, do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010.
  • Estou na pág. 105/545, do livro HÁ´UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.