sexta-feira, 10 de setembro de 2010

1000 dias de propósito! Faltam 959 dias!

Tema: Escolha sempre o amor a Deus e ao próximo
 
Agostinho disse que entre duas ou mais interpretações das Escrituras conflitantes, escolha sempre a que melhor promova o amor a Deus e o amor ao próximo.
 
Vemos que Agostinho sabia em quem ele cria e estava convicto das suas crenças. Realmente se duvidarmos de Deus de que ele seja perfeito, sábio, soberano e bom não conseguiremos estruturar uma vida de fé em Deus.
 
Imaginem que nosso Deus fosse volúvel, instável, inconstante em seus caminhos, como seríamos nós? Há tantas coisas acontecendo em tantos lugares e em cada uma dessas situações vemos um constante ataque a Deus.
 
“Deus não existe.” “Deus é uma peça descartável em qualquer processo.” “Deus está morto.” São frases duras que satanás tenta inculcar ao mundo. Nós crentes não podemos abrir mão, como Agostinho, de termos uma mente ou uma disposição mental favorável ao reino de Deus e à sua justiça.
 
A nossa vida pertence a Deus, o Senhor da vida. Ao nos resgatar das mãos do pecado e se fazer Senhor sobre nós, ele, Deus, tornou-se nosso Senhor absoluto.
 
É Deus o autor e o consumador da vida e somente ele pode nos dar como pode nos tirar todas as coisas. Não entendemos uma série de coisas que se nos acometem todos os dias e gritamos quando algo nos machuca.
 
Biblicamente falando, vemos que exemplos são disponibilizados para nós por homens de fé do passado. Por isso devemos ler, estudar e meditar constantemente em sua palavra procurando sempre nela entendermos em suas narrativas e histórias o amor de Deus e o amor ao nosso próximo.
 
Escolha sempre interpretações e visões e conceitos e raciocínios que promovam tanto o amor a Deus quanto o amor ao próximo.
 
Lute contra a idéia de que o mundo tenta imprimir em nossas mentes parecendo conhecimento e sabedoria deste mundo. Ao rejeitar a Deus, o homem tornou-se nulo e completamente cego em seu raciocínio.
 
A vida é bela quando o autor da vida está nela. A vinda de Jesus Cristo a este mundo foi o maior exemplo de amor a Deus e ao próximo.
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Estou na página 84/1835 da leitura bíblica da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 142/545, do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 092/438 Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.