quarta-feira, 31 de março de 2010

365 dias de propósito! Dia 253/365

TEMA: O Caminho dos Justos e o Caminho dos Impíos 5 – Sl 1
 
Vamos agora meditar um pouco na progressividade do bem. Vejam o que diz o verso 3 do salmo 1: “3 Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará.”. Primeiro, nos vimos que ele, o justo, tem prazer na lei do Senhor e nela medita dia e noite e a palavra de Deus diz em complemento que ele será como árvore plantada.
 
A árvore é sinal de longevidade, de vida, de força e nos comunica neste caso a idéia de vitalidade e utilidade. Quando estamos diante de uma árvore robusta e de profundas raízes logo nos vem a idéia também de segurança. Seus galhos são fortes e envergados para cima e pode servir, dependendo do caso, de coluna e de apoio pra uma infinidade de coisas.
 
Derrubar uma árvore não é tarefa fácil por causa da sua firmeza. A árvore também é um bom exemplo de vida. O nosso Deus é vida e tudo o que ele faz comunica vida. Podemos reparar que muitas coisas na natureza e nós mesmos os humanos nos beneficiamos da árvore. Ela pode nos dar sombra, abrigo, proteção, alimento e até servir de remédio.
 
Assim é o justo ou o caminho do justo, pois, por onde ele anda ele estará levando consigo o sinal da vida, da vida de Deus, da utilidade e da vitalidade. Os que estiverem ao redor dos justos quererão se beneficiar dessa sua característica. Isso me faz lembrar o episódio bíblico da destruição de Sodoma e de Gomorra cujos moradores se afundavam no pecado. Sabem por que a cidade não tinha sido destruída antes? Por causa dos justos que nela haviam que segundo os cálculos de Abraão não passavam de 10!
 
Meu querido, basta apenas um justo para mudar o destino de uma cidade inteira! E quem são os justos ou os justificados do Senhor senão os que são chamados Filhos de Deus que não nasceram da carne nem do sangue, mas da vontade de Deus? “12 Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome; 13 Os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.” (Jo 1:12-13). “3:24 Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus. 3:28 Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei.” (Rm 3:24 e 28).
 
Pois bem, ele será como uma árvore plantada junto a ribeiros de água! Sabem o que significa? Que a sua vida depende de Deus! A sua raiz somente irá retirar os nutrientes necessários para se manter por meio de suas raízes profundas. Isso significa estabilidade! É somente em Deus que somos estáveis e podemos permanecer. Sem ele, morreremos!
 
E quando obtemos a vida da vida de Deus nos fortalecemos e produzimos folhas verdes e frutos que servem de alimento e para a geração de novas árvores. É vida gerando vida! É vida alimentando vida! os frutos então indicam produtividade e a produtividade sendo gerada vira prosperidade! Tudo o que o justo faz somente tem um caminho de ida e este caminho é de prosperidade.
 
Então é esta a progressividade do justo: utilidade, vitalidade, estabilidade, produtividade e prosperidade! Você ainda quer mais? Então está esperando o quê? Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais o vosso coração!
 
Deuteronômio 10:16 Circuncidai, pois, o prepúcio do vosso coração, e não mais endureçais a vossa cerviz.
2 Crônicas 30:8 Não endureçais agora a vossa cerviz, como vossos pais; dai a mão ao SENHOR, e vinde ao seu santuário que ele santificou para sempre, e servi ao SENHOR vosso Deus, para que o ardor da sua ira se desvie de vós.
Salmos 95:8 Não endureçais os vossos corações, assim como na provocação e como no dia da tentação no deserto;
Hebreus 3:8 Não endureçais os vossos corações, Como na provocação, no dia da tentação no deserto.
Hebreus 3:15 Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação.
Hebreus 4:7 Determina outra vez um certo dia, Hoje, dizendo por Davi, muito tempo depois, como está dito: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações.”
 
Amanhã, daremos continuidade, ok!
 
A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias
 
  • Estou no capítulo 48 do livro de Jeremias - Bíblia Shedd (Shedd Bible), ARA – 2ª ed. – Ed. Vida Nova, Russell P. Shedd.
  • Estou na pág. 513/660, do livro Criação e Consumação (From Creation To Consummation), Vol. 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador – ed. Cultura Cristã. Gerard Van Groningen.
  • Estou com 01h09m00s de 09h00m35s da parte 1/2 de áudio de VERDADE ABSOLUTA - Libertando o Cristianismo de seu Cativeiro Cultural, Nancy Pearcey, 1ª edição/2006, ed. CPAD.
  • Já ouvi [em breve, relacionarei tudo que já li e ouvi nesses 365 dias de propósitos]:
  • 08h06m54s de 13h26m47s de áudio do livro UMA HISTÓRIA DO PENSAMENTO CRISTÃO - Dos Primórdios ao Concílio de Calcedônia - Justo L. González
  • 9h15m40s de áudio de CALVINISMO – o canal em que se moveu a Reforma do século 16, enriquecendo a vida cultural e espiritual dos povos que o adotaram. O sistema que hoje a igreja cristã deve reconhecer como bíblico – de Abraham Kuyper (1837 – 1920).
 
Observações:

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.