quinta-feira, 18 de março de 2010

365 dias de propósito! Dia 240/365

TEMA: Honra A Teu Pai E A Tua Mãe 4 – Dt 5:16
 
Depois da teofania de ontem onde o povo, Moisés e todos ficaram assustados com a aparição e fala do Senhor do meio do fogo, hoje meditaremos no que falou Deus. Nosso objetivo como já assumido é o destaque ao quinto mandamento, por isso apenas comentaremos de leve cada mandamento sem entrarmos em grande detalhes.
 
Iremos, didaticamente, dividirmos os 10 mandamentos em 3 conjuntos. O primeiro bloco contendo 4 mandamentos é aquele relacionado ao nosso relacionamento vertical, isto é, com Deus. Vejamos o que diz as Escrituras:
 
7 Não terás outros deuses diante de mim; 8 Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra; 9 Não te encurvarás a elas, nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até à terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. 10  E faço misericórdia a milhares dos que me amam e guardam os meus mandamentos. 11 Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR não terá por inocente ao que tomar o seu nome em vão. 12 Guarda o dia de sábado, para o santificar, como te ordenou o SENHOR teu Deus. 13 Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho. 14 Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhum trabalho nele, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu boi, nem o teu jumento, nem animal algum teu, nem o estrangeiro que está dentro de tuas portas; para que o teu servo e a tua serva descansem como tu; 15 Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito, e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido; por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado.
 
Como já salientado, não entraremos no mérito de cada mandamento, caso haja interesse em ver uma explicação breve de cada um deles, recomendamos a leitura do Catecismo de Heidelberg. Gerard Van Groningen os associa aos mandatos espiritual, social e cultural, dizendo que os primeiros quatro mandamentos se relacionam diretamente à comunhão, os de cinco a sete ao social, e os de oito a dez aos mandatos culturais.
 
Nas próprias palavras de Groningen: “Os primeiros quatro mandamentos falam da consideração do povo ao próprio Deus Yahweh. (1) Ele, e somente ele, é Deus. (2) A adoração dele deve refletir seu caráter como espiritual, eterno, onipresente, santo, majestoso e glorioso. (3) Honrar a ele é exigido em todos os aspectos da vida--seu nome, pessoa, e ser devem ser reconhecidos e honrados em todos os relacionamentos e atividades. (4) Tirar tempo para exercer o relacionamento amoroso abstendo-se de atividades culturais é de grande valor para a vida e serviço pactuais.”
 
Daremos continuidade ao nosso pequeno estudo amanhã.
 
A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias
 
  • Estou no capítulo 9 do livro de Jeremias - Bíblia Shedd (Shedd Bible), ARA – 2ª ed. – Ed. Vida Nova, Russell P. Shedd.
  • Estou ainda na pág. 475/660, do livro Criação e Consumação (From Creation To Consummation), Vol. 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador – ed. Cultura Cristã. Gerard Van Groningen.
  • Terminei 13h26m47s de áudio do livro UMA HISTÓRIA DO PENSAMENTO CRISTÃO - Dos Primórdios ao Concílio de Calcedônia - Justo L. González.
  • Iniciei 9h15m40s de áudio de CALVINISMO – o canal em que se moveu a Reforma do século 16, enriquecendo a vida cultural e espiritual dos povos que o adotaram. O sistema que hoje a igreja cristã deve reconhecer como bíblico – de Abraham Kuyper (1837 – 1920).
 
Observações:

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.