segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Faltam 949/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias è Começou: 31/07/2010. Acaba: 25/04/2013.

TEMA: A Santificação e a Graça de Deus 4 - I Pe 1:15,16; 5:10 e 11.
 
Continuação...[ obtenha neste link: a pregação completa, em pdf: http://www.scribd.com/doc/37700421/Pregacao-A-Santificacao-e-a-Graca-de-Deus ]
 
A proposta dele é que o processo da salvação seja visto como uma experiência unitária que envolve diversos aspectos que começam e continuam simultanea e interativamente. Reparem que estão ausentes tanto a vocação (precede o próprio processo da salvação) quanto a glorificação (é tema escatológico). Ele comenta sobre a regeneração que ela tem uma prioridade sobre os outros aspectos, mas não de forma cronológica.
 
A santificação, nosso tema, é entendida aqui num sentido progressivo (é nosso objetivo nessa prédica!) e não definitiva e instantânea.
 
Eu o trouxe impresso para que você entenda onde se encaixa a santificação. Óbvio que não teremos tempo de nos aventurarmos nos outros aspectos, mas servirá para nos orientar e nos deixarmos situados dentro do contexto da soteriologia.
 
Irei então apresentar alguns conceitos, compartilhar alguns conhecimentos teológicos, alguns estudos, algumas idéias, pensamentos, sem perder de vista em nenhum momento a nossa corda chamada Jesus Cristo.
 
Nos faltará o tempo para abordarmos esses e outros aspectos importantes como predestinação,  eleição,  adoção,  capacidade para crer,  redenção,  remissão dos pecados, a conversão, etc.
 
Por hora, lembramos os amados que os crentes enquanto nesta vida aqui na terra se encontram em tensão entre o “” e o “ainda não”. Já estamos em Cristo, mas ainda não somos perfeitos. Estamos no caminho da glória, mas ainda nos encontramos longe. Somos genuinamente novas pessoas, mas ainda não somos totalmente novas.
 
Conceituação de santificação e da graça de Deus
Nesta pregação, abordaremos a santificação como uma luta progressiva – guerra - por crescimento espiritual em todas as áreas da vida. 
 
Santificação è Uma definição de santificação por Antony A. Hoekema (Anthony Andrew Hoekema - 1913, Drachten - 17 October 1988 - was a Christian theologian who served as professor of Systematic theology at Calvin Theological Seminary for twenty-one years. Também escreveu uma trilogia: "Criados à Imagem de Deus"; "Salvos pela Graça"; e, "A Bíblia e o Futuro"):
 
  • Podemos definir santificação como a operação benevolente do Espírito Santo, envolvendo nossa participação responsável, mediante a qual ele nos livra, como pecadores justificados, da poluição do pecado e nos capacita para que tenhamos uma vida agradável a ele".
 
  • Operação benevolente
  • Espírito Santo
  • Nossa participação – responsabilidade
  • Ele nos livra
  • Pecadores justificados
  • Poluição do pecado
  • Nos capacita
  • Vida agradável
  • a Ele.
 
Gostaria muito de abordar nessa ordem e me aprofundar no conceito de Hoekema, mas não o faremos devido o tempo e outras questões. Fica então apenas a citação para instigar a curiosidade dos amados para estudarem seus livros. São ótimos!
 
Graça è Operacionalmente, podemos definir a Graça de Deus como sendo um favor imerecido, manifestado livre e continuamente por Deus aos pecadores que se encontravam num estado de depravação e miséria espirituais, merecendo o justo castigo pelos seus pecados (Rm 4.4/Rm 11.6; Ef 2.8,9)
 
  • Favor imerecido
  • Manifestação livre e contínua por Deus
  • Pecadores – depravação e miséria espiritual
  • Castigo justo
  • Seus pecados.
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Já li: Gn. Estou lendo Rm da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 188/545, do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 150/438 Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.