sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Faltam 945/1000 dias! Meu propósito de 1000 dias è Começou: 31/07/2010. Acaba: 26/04/2013.

TEMA: A Santificação e a Graça de Deus 8 - I Pe 1:15,16; 5:10 e 11.

 

Continuação...[ obtenha neste link: a pregação completa, em pdf: http://www.scribd.com/doc/37700421/Pregacao-A-Santificacao-e-a-Graca-de-Deus ]

 

Como havíamos dito, esses três aspectos de nossa vida estão inseparavelmente entretecidos, ou seja, aquilo que pensamos afeta a maneira como agimos e como nos sentimos. O modo como nos comportamos influencia nossos pensamentos e atitudes. Nossas emoções alteram a maneira de pensar e agir. Vejamos o segundo e o terceiro :

 

2.  Comportamental. .

 

Quanto a um aspecto mais negativo, a Bíblia indica que o comportamento perverso cega nossos olhos e endurece nosso coração para a revelação de Deus (Is 29.9-13; Jo 8.43,44; lCo 3.1-3).

 

Quando desobedecemos, nossa mente se corrompe. Os estilos de vida perversos criam uma cegueira espiritual.

 

Quanto pior for o comportamento. mais fundo caímos na escundão e depravação. O comporlamento pecaminoso afeta nossas relações conosco mesmo, com os outros e com Deus.

 

Pessoas que vivem na imoralidade sexual são escravas de seus próprios apetites. Não é livre o que faz o que quer a hora que quer, mas o que diz não quando precisa de ser dito e de ser vivido.

 

Uma atividade essencial é a oração. A comunhão com Deus por meio da oração coloca-nos sob a influência dele. Não é de se admirar que os apóstolos dedicavam-se à oração e ao ministério da palavra" (At 6.4). A oração e a santificação comportamental andam juntas.

 

Clame por ele! Grite! à Deus me ajude, me oriente! Deus me ajude, me oriente! Deus, me ajude, me oriente!

 

3.  Emocional.

 

Por fím, a santificação chega até nossas emoções. Os sentimentos são parte de nossa luta espiritual tanto quanto as idéias e ações. De acordo com o ponto de vista bíblico, as emoções são uma parte essencial de nosso crescimento em Crísto.

 

Observe a iista que Paulo faz dos frutos do espírito: "alegria, paz, longani-mídade, benignidade, bondade, mansidão, domínio próprio" (Gl 5.22,23a). Não devemos reduzir qualquer item dessa lista a meros sentímentos, no entanto, cada fruto do Espírito é intensamente emocional.

 

Contrastando com as "paixões e concupiscências" da natureza pecaminosa (Gl 5.24), os cristãos devem ter emoções que vêm do Espírito.

 

Roberts faz um bom resumo dessa questão: Acima de tudo, o Cristianismo é um conjunto de emoções. Trata-se de amar a Deus e ao próximo, entristecer-se profun-damente com nossa própria desobediência, alegrar-se com a misericordiosa salvação de nosso Deus; é gratidão, esperança e paz.

 

Assim, se não amo a Deus e ao meu próximo, se não abomino meus pecados e me alegro em minha redenção, se não sou grato, esperançoso e se não estou em paz com Deus e comígo mesmo, segue-se que estou alienado do Cristianismo." Devemos tomar cuidado para não simplifícar excessivamente os aspectos complexos da santificação emocional.

 

Alegria, paz e felicidade não são os únicos itens da lista de sentimentos apropriados. Aversão, tristeza e ira também são adequados em certos momentos." Em qualquer caso, crescer no Espírito inclui também as nossas emoções.

 

Conclusão:

 

Em resumo, o espírito nos prepara por meio da santificação a fim de podermos  viver as Escrituras. Em nosso pensar, agir e sentir, lutamos entre o Espírito e a carne. Ao buscarmos o Espírito e crescermos na santificação em  todos os três níveis, estaremos mais bem preparados para vivermos uma vida santa e dedicada a Deus.

 

Amanhã, terminaremos este sermão. Hoje, estou em Caldas Novas num Encontro de Casais da "Primeirona" na temática "De volta à Série A" – quem pregou hoje foi o Pr. Yan: meu Deus que pregação! Deus usou poderosamente este homem de Deus. Posteriormente, tecerei comentários e publicarei seu sermão.

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

Ø       Já li: Gn. Estou lendo Rm da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.

Ø       Estou na pág. 203/545, do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.

Ø      Estou na página 173/438 Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.

Registro das leituras/áudios Terminados:

1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.