segunda-feira, 6 de setembro de 2010

1000 dias de propósito! Faltam 963 dias!

Tema: Uma Nação Feliz 2 – Salmo 33
 
Continuando com nosso mergulho nas águas profundas do Espírito Santo, veremos nos vs de 6 a 9 o DEUS CRIADOR. [hoje tem culto no GECOR e irei estar pregando uma palavra de Deus ao povo de Deus e a temática será essa aqui exposta. Faça-nos uma visitinha hoje]
 
6. Os céus por sua palavra se fizeram, e, pelo sopro de sua boca, o exército deles.
7. Ele ajunta em montão as águas do mar; e em reservatório encerra as grandes vagas.
8. Tema ao SENHOR toda a terra, temam-no todos os habitantes do mundo.
9. Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo passou a existir.
 
Nada me fascina mais do que meditar na criação e no Deus criador. É aqui que cabe a famosa frase que NÃO ESTAMOS AQUI POR ACASO. Não pode haver acaso quando Deus está no caso. Também consigo visualizar outra frase famosa na criação: DEUS ESTÁ NO CONTROLE DE TUDO E DE TODAS AS COISAS.
 
O homem diante da criação, do Deus criador, deve fazer o que está no vs 8: temer a Deus! O convite é feito a toda a terra, a todo habitante do mundo. Confiram o versículo correspondente.
 
Deus existe! Deus é o criador, portanto...
 
 
O DEUS QUE GOVERNA AS NAÇÕES
 
10. O SENHOR frustra os desígnios das nações e anula os intentos dos povos.
11. O conselho do SENHOR dura para sempre; os desígnios do seu coração, por todas as gerações.
12. Feliz a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo que ele escolheu para sua herança.
13. O SENHOR olha dos céus; vê todos os filhos dos homens;
14. do lugar de sua morada, observa todos os moradores da terra,
15. ele, que forma o coração de todos eles, que contempla todas as suas obras.
 
Em seguida à exaltação de Deus diante de quem devemos exultar, celebrar, louvar, entoar e tanger com arte e júbilo, grande alegria, à exaltação do Deus que criou todas as coisas e que convida toda a terra e toda a humanidade a temê-lo, o salmista, fala do Deus imanente (ele é transcendente sim, mas imanente também) que está interessado no destino das nações, do seu povo, de você que está aqui nesta tarde.
 
  • Deus frustrando desígnios das nações
  • Deus anulando intentos dos povos
 
Para confirmar os seus próprios conselhos e desígnios. Três aspectos da divindade eu enxergo aqui na condução de todas as coisas: sua soberania, sua sabedoria e sua bondade.
 
Qual é a nação feliz? Aquela cujo Deus é o Senhor, o povo que ele escolheu para sua herança! Nós somos a nação santa, a geração esolhida, “9. Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; 10. vós, sim, que, antes, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia.” (1 Pe 2: 9, 10)
 
Reparem meus queridos irmãos que nós somos algo para um fim especificado na Palavra de Deus, portanto, pesa sobre nós a responsabilidade de sermos algo. Se somos nação santa, geração eleita, sacerdócio real, povo de propriedade exclusiva de Deus é porque Deus tem uma finalidade e ela está explícita no próprio versículo, em sua parte “b” a fim de ...
 
... PROCLAMARDES AS VIRTUDES DAQUELE QUE VOS CHAMOU DAS TREVAS PARA A SUA MARAVILHOSA LUZ.  Estamos sendo intimados pelo Espírito Santo a proclamar o EVANGELHO às nações!
 
Do vs 13 ao 15, Deus está de olho em nós, contemplando o quê? As nossas obras! E quais devem ser elas? Anunciar o EVANGELHO!
 
Nação feliz! A nação feliz é aquela cujo Deus é o Senhor. Estamos comemorando neste 7 de setembro 188 anos ou em dias: 68.667 dias de independência. Outros eram senhores sobre nós e agora somos livres!
 
Por meio de Cristo, Deus nos deu a nossa independência do pecado e já não temos os seus desejos como senhores sobre nós! Somos livres agora, mas não para continuarmos escravos de nossas vontades, antes para resistir à vontade da carne e obedecer ao Espírito Santo. Nossa liberdade é poder dizer não, porque temos um Deus criador que diante dele devemos exultar, celebrar, louvar, entoar e tanger com arte e júbilo, grande alegria. É toda a terra e toda a humanidade que está sendo intimada a temê-lo.
 
Acompanhamento de minhas leituras/áudios:
  • Estou na página 76/1835 da leitura bíblica da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.
  • Estou na pág. 114/545, do livro HÁ UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.
  • Estou na página 053/438 Ele nos deu Histórias – Um guia completo para a interpretação de histórias do Antigo Testamento (He Gave Us Stories), de Richard L. Pratt, Jr. Ed. Mundo Cristão.
Registro das leituras/áudios Terminados:
1.    Terminei as 302 páginas do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010. [Gostei e recomendo. Autores tão ilustres no campo intelectual e tão fervorosos no espírito, com uma fé tão profunda e tremendamente arraidada, reformada, fortalecem a nossa fé. No entanto, terei de lê-lo novamente para melhor compreender as suas idéias].
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.