quinta-feira, 4 de março de 2010

365 dias de propósito! Dia 226/365

Você está contente com o que você tem, com o que você é e onde você está? 8
 
Ontem, eu conclui o assunto com uma declaração forte: “Eu vo-lo digo com propriedade: você tem o que Deus quer que você tenha; você é o que Deus quer que você seja e você está onde Deus quer que você esteja.”. Tem sido difícil para mim viver a palavra que prego, mas creio que ela é verdadeira e oriunda dos céus. O fato de sermos de Deus, de pertencermos a ele, nos coloca numa situação dessas.
 
O perigo de viver essa palavra é a estagnação. Para mim, Deus não abençoa aquele que não trabalha. “Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós, Nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós. Não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes. Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também. Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes fazendo coisas vãs. A esses tais, porém, mandamos, e exortamos por nosso Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando com sossego, comam o seu próprio pão. E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.” (II Ts 3: 7-13 – Grifo Nosso).
 
Como Deus está no controle de tudo, logo porque buscar melhorias? Esse raciocínio não conduz com aqueles que são filhos de Deus. Não podemos confundir as coisas nem maliciarmos os fatos. Eu mesmo irei buscar melhorias sempre: quero sempre ter mais, quero sempre ser mais, quero sempre estar em uma melhor situação ou condição, mas que tudo seja para a glória de Deus.
 
Como conviver com o fato de estarmos contentes em toda e em qualquer situação e ao mesmo tempo buscarmos melhorias contínuas? Eu creio que podemos viver assim se nosso foco não estiver na coisa, no ser e no estar. Repare que se o teu foco é o ter, você será dominado pela ambição e pela inveja e quererá sempre ter mais do que seu irmão numa espécie de concorrência como se aquilo fosse te dominando e te escravizando.
 
Se nosso foco estiver no Senhor e não desviarmos os olhos dele, sempre cresceremos em tudo. Não somente a revelação nas Escrituras é progressiva, mas também nosso desenvolvimento pessoal em termos de posses, de pessoa e de ambientes. Irmão não tenha medo de crescer, mas, no entanto, não desvie os teus olhos do Senhor. Certo? Um bom dia na presença do Senhor.
 
A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias
 
  • Estou no capítulo 34, de Isaias - Bíblia Shedd (Shedd Bible), ARA – 2ª ed. – Ed. Vida Nova, Russell P. Shedd.
  • Ainda estou na pág. 434/656, do livro Criação e Consumação (From Creation To Consummation), Vol. 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador – ed. Cultura Cristã. Gerard Van Groningen.
  • Estou ouvindo o3h33m21s de 13h26m47s de áudio do livro UMA HISTÓRIA DO PENSAMENTO CRISTÃO - Dos Primórdios ao Concílio de Calcedônia - Justo L. González.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.