quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Faltam 806 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10).


TEMA: As Tempestades da Vida 11 – Lc 8:22-26.

Muitos, neste momento, estão no meio de uma tempestade financeira! Uau... todas as tempestades são perigosas, mas a financeira tem o poder especial de roubar a nossa tranqüilidade de uma forma mais terrorífica. Mas como cheguamos nela? Meu amigo, a gente se mete em cada uma.

Se eu dependesse de meus acertos para estar diante do Senhor de pé, eu estaria no sal. Sou falho e como sou falho! Sabe a certeza que tenho com relação as minhas falhas? É que eu ainda continuarei a falhar muitas e muitas vezes, mesmo não sendo da mesma maneira. Triste consolo, não é? Ao invés de eu fazer aquela declaração positiva de fé, estou a dizer que ainda hei de tantas vezes ainda falhar.

Pior ainda, poderei falhar enquanto escrevo (cuidado! Seja crente bereiano!), enquanto prego, enquanto aconselho, enquanto oro, enquanto medito, penso, ou enquanto faço ou deixo de fazer algo. Eu não sou perfeito! É ai que aprendo uma lição enorme: eu preciso do perdão de meu irmão para eu continuar a minha jornada aqui na terra.

Tanto preciso do teu perdão quanto preciso a ti liberar meu perdão. Tu me perdoas meu irmão assim como eu te perdôo? A nossa tempestade financeira está trazendo transtornos e estamos todos molhados e assustados. Será que me nos desfaremos de bens recebidos? Será que recorreremos a mais empréstimos? Será que teremos de arrumar mais algum emprego?

Ó Deus que acalma as tempestades, ajuda-nos nesta hora? Não vês que o mar está agitado e as águas furiosas começam a inundar nosso barco? Desperta meu Senhor nesta hora. Levante-se! Deixe-nos contemplar a cena e dê a sua ordem e tudo se fará bonança.

E assim aconteceu. Jesus despertou-se. Jesus levantou-se. Jesus repreendeu o vento e a fúria da água. Imediatamente, instantaneamente, vapt-vupt, num piscar de olhos, o vento desapareceu e a água se acalmou. Que instante fantástico, maravilhoso. Aqueles queixos tiveram que ser encaixados em suas bocas com guindastes. Os discípulos estavam atônitos.

Uau! Ele falou e tudo se fez bonança! Deus de milagres! Deus que controla ventos e águas! Deus que controla os mercados de valores, os poderes constituídos, as forças atômicas, nucleares. Ele parou aquela tempestade com a palavra que saiu de sua boca.

Poderá alguma coisa nos separar do amor de Cristo? Poderá alguma coisa subjugar o Senhor? Poderá alguém ou algo se separar da vida e proclamar e reivindicar a sua vida independente de Deus e com ele digladiar e lutar sendo seu oponente ou concorrente? Quem nos separará do amor de Cristo? “A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?” (Rm 8:35).

Senhor, dê uma palavra para o nosso caso e nos dê a vitória financeira que estamos precisando! Ensina-me a manter-me fiel em meus compromissos e dízimos e ofertas. Que jamais falte a mim a oportunidade de contribuir e de investir em tua obra ou naqueles que tu levantas para ajudar os necessitados e as instituições que lidam e cuidam dos viciados, dos pobres, dos miseráveis e daqueles que o nosso sistema e nós mesmos rejeitamos.

Em seguida, imediatamente ao resolver a questão da tempestade, voltou-se aos seus discípulos e lhes disse: ficará para amanhã. Obrigado pelas vossas orações. Um bom dia a todos. Não esqueçam de nossa vigília amanhã, 11 de fevereiro de 2011.
“22. E aconteceu que, num daqueles dias, entrou num barco com seus discípulos, e disse-lhes: Passemos para o outro lado do lago. E partiram.
23. E, navegando eles, adormeceu; e sobreveio uma tempestade de vento no lago, e enchiam-se de água, estando em perigo.
24. E, chegando-se a ele, o despertaram, dizendo: Mestre, Mestre, perecemos. E ele, levantando-se, repreendeu o vento e a fúria da água; e cessaram, e fez-se bonança.
25. E disse-lhes: Onde está a vossa fé? E eles, temendo, maravilharam-se, dizendo uns aos outros: Quem é este, que até aos ventos e à água manda, e lhe obedecem?
26. E navegaram para a terra dos gadarenos, que está defronte da Galiléia.” (Lc 8:22-26).
A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.