domingo, 29 de agosto de 2010

1000 dias de propósito! Faltam 971 dias! Aleluias!

 

TEMA:  A Reforma Protestante e as Marcas da Igreja REformada!

 

Hoje tem EBD e nela estamos estudando a disciplina CONHEÇA A SUA IGREJA. O tema de hoje será A reforma Protestante e as Marcas da Igreja Reformada. No próximo domingo veremos o tema A Igreja Presbieriana no Brasil.

 

Nós teremos uma hora de aula para falarmos da reforma protestante e das marcas da igreja reformada. O desafio, portanto, é colossal. Nem ao menos conseguiremos sair da introdução se não tomarmos cuidado.

 

Assim, seremos muito objetivos e focados no principal objetivo desta aula. Ou seja, vamos permitir aos alunos uma visão geral e superficial do assunto que poderá ser aperfeiçoada com uma bibliografia indicada e recomendada.

 

Há muitos escritos falando dos dois tópicos que nos possibilitam o conhecimento de muitos detalhes importantes para nossa análise e meditação.

 

Vamos começar pela reforma protestante.

 

A reforma protestante acabou se tornando um termo para designar um movimento na história em prol da busca da verdade religiosa comunicada por Deus e erroneamente defendida pela Igreja Católica Romana.

 

Recapitulando um pouco as aulas que já tivemos, podemos afirmar peremptoriamente que:

 

è Jesus Cristo é a principal pedra de esquina ou angular sobre o qual todo edifício pode ser construido. "Assim que, já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos santos e da família de Deus; edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas, de que Jesus Cristo é a principal pedra da esquina; no qual, todo o edifício, bem ajustado, cresce para templo santo no Senhor. No qual também vós, juntamente, sois edificados para morada de Deus em Espírito." (Efésios 2:19-22).

 

è a Bíblia é a nossa única regra de fé e prática. Isto é. Há um autor. Há uma mensagem. Há, portanto, um significado que Deus trouxe ou deu a conhecer aos homens.

 

è que há um Deus, santo, sábio, soberano e bom que criou todas as coisas e que as sustenta com a força de seu poder. "O qual, sendo o resplendor da sua glória, e a expressa imagem da sua pessoa, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo feito por si mesmo a purificação dos nossos pecados, assentou-se à destra da majestade nas alturas;" (Hebreus 1:3).

 

Isso era o que criam os reformadores, mas havia um grande obstáculo: faziam parte de uma igreja que estava podre em todos os sentidos e a verdade estava escondida….

 

A reforma protestante não surgiu assim vapt-vupt, pelo contrário, o movimento foi ganhando corpo e expressão ao longo de muito tempo. Os famosos líderes da reforma Calvino e Lutero não foram os que começaram, mas aqueles em que a reforma acabou eclodindo.

 

Acompanhamento de minhas leituras/áudios:

Ø       Estou na página 608/1835 da leitura bíblica da Bíblia de Estudo de Genebra – segunda edição revisada e ampliada, The Spirit os the Reformation Study Bible, ed. Cultura Cristã, Sociedade Bíblica do Brasil, 2009 - texto bíblico: Almeida Revista e Atualizada.

Ø       Estou na pág. 240/302, do livro No Crepúsculo do Pensamento – Estudos sobre a pretensa autonomia do pensamento filosófico (In the twilight os western though: studies in the pretended autonomy of philosophical thought), de Herman Dooyeweerd, ed. Hagnos, 2010.

Ø       Estou na pág. 100/545, do livro HÁ´UM SIGNIFICADO NESTE TEXTO – Interpretação Bíblica: os enfoques contemporÂneos (Is There a Meaning in This Text?), de Kevin Vanhoozer, ed. Vida. A leitura deste livro está sendo obrigatória na matéria de Metodologia Exegética, ministrada no Seminário Presiteriano de Brasília, professor, Rev. Ricardo Almeida.

 

A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.