quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 162/365

Minha LBH: estou no Salmos 12. Quanto ao livro CRIAÇÃO E CONSUMAÇÃO - Volume 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador, de Gerard Van Groningen (título do original em inglês: FROM CREATION TO CONSUMMATION). Editora Cultura Cristã – estou na página 115/656. Quanto às Institutas de João Calvino, parte III, que estou ouvindo (utilizo o TextAloud 2.303, da www.nextup.com, com voz Loquendo Felipe – Brasilian  Portuguese) em meu Nokia - N95, geralmente em meu UNO: estou em 19h25m05s/25h56m37s.

 

Vida de oração.

 

Nas Institutas de Calvino, Vol. 3, no ponto onde estou, o tema está focado nas orações. É tempo de orar! Pare tudo o que estás fazendo agora e dê a você a chance de elevar os teus pensamentos a Deus em oração. Comece a agradecer a Deus por tudo o que você é, tem e até por onde você está.

 

Eu já ouvi em pregação ministrada pelo Pr. Josué Gonçalves que o crente que ora é como um fio descascado que liga a terra e o crente ao Trono da Graça... ai dos que se atreverem a tocar no crente que ora... poderá vir a ser eletrocutado! Embora chocante...rs... a idéia é realmente interessante.

 

Eu creio que Deus está nos céus sendo o Criador Bendito e que também habita nos corações de todos os seus filhos. Essa afirmação é fortíssima! Se é assim, se eu afirmo isso com forte convicção, eu também devo crer que além de Criador, meu Deus é também o sustentador e o autor de toda a vida. A minha bênção esperada está nas suas mãos  e não em meus esforços.

 

Eu li a Revista ULTIMATO, Ano XLII – Nº 322, referente a jan e fev de 2010, e gostei muito das entrevistas em geral, principalmente das últimas, entre elas destaco a do Rev. Alderi Souza de Matos – Liturgia e Culto: Reflexões à Luz das Escrituras e da História Cristã, do Ricardo Gondim – Procuram-se Anti-Heróis e de uma entrevista com Ronald Sider, autor do Escândalo do Comportamento Evangélico e Cristãos Ricos Em Tempo De Fome.

 

A frase que me chamou a atenção foi: “Deus não premia sucesso, e sim integridade” (Pr. Ricardo Gondim). Seria muito bom que tivéssemos em mente, no momento de nossas orações, essa frase que nos revela que nosso foco não deve ser o sucesso, nem o ser o melhor, ou o mais famoso, ou o mais poderoso homem de Deus que pisou nessa terra, mas, sim, termos, sermos e estarmos no centro da vontade de Deus.

 

Ter uma mente treinada, disciplinada e apta a discernir as coisas do Reino de Deus e de sua Justiça é que deve ser a nossa ambição e o maior objetivo em nossas orações. Há pessoas que confiam em seus talentos e são demasiadamente habilidosas, jeitosas e eficazes, mas se esquecem de que vivem num mundo em que há um Senhor. Elas até prosperam por causa de seus dons e talentos, mas do que adiante a conquista do mundo e a perda da alma? Que proveito isso terá? Melhor é confiar no Senhor.

 

Não faça nada. Não projete nada. Não dê um passo se quer. Não fique ai parado. Não se associe com ninguém. Não busque a separação. Não jogue fora nem ajunte. Nada façais sem antes consultar ao Senhor por meio de suas orações. Sim, tudo, tudo mesmo, apresente ao Senhor e silenciosamente lhe diga. Senhor, antes de .... lembrei-me de ti e para que eu não caia em laços ou me envolva em algo que me prejudicará eu te faço esta consulta. Abençoe e prospere minha decisão dando-me um coração sensato, obediente e sensível para ouvir a tua voz. Que isso, Senhor, seja para a honra e a glória de teu nome. Amém. A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.