quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

365 dias de propósito! Dia 155/365

Minha LBH: Estou no capítulo 30 do livro de Jó. Quanto ao livro CRIAÇÃO E CONSUMAÇÃO - Volume 1 – O Reino, a Aliança e o Mediador, de Gerard Van Groningen (título do original em inglês: FROM CREATION TO CONSUMMATION). Editora Cultura Cristã – estou na página 042/656. Quanto às Institutas de João Calvino, parte III, que estou ouvindo (utilizo o TextAloud 2.303, da www.nextup.com, com voz Loquendo Felipe – Brasilian  Portuguese) em meu Nokia - N95, geralmente em meu UNO: estou em 16h25m07s/25h56m37s.

 

Estou, no momento, redigindo uma carta ao Conselho de minha igreja e nela manifestando meu desejo de tornar-me um ministro presbiteriano do evangelho. Até que isso se torne realidade, creio, ainda irá se passar uns 2 anos, logo, meu sonho se realizará em 2012. Sendo otimista, no início de 2012, estarão faltando para eu me aposentar, de 5 para 6 anos e a minha idade será de 52 anos. Senhor, é isso o que tu queres de mim?

 

Segundo a CONSTITUIÇÃO DA IGREJA PRESBITERIANA DO BRASIL, MANUAL PRESBITERIANO, Promulgada a 20 de julho de 1950 - Templo da Igreja Presbiteriana de Alto Jequitibá – MG, em sua Seção 2ª - Ministros do Evangelho, no Art.30, O Ministro do Evangelho é o oficial consagrado pela Igreja, representada no Presbitério, para dedicar-se especialmente à pregação da Palavra de Deus, administrar os sacramentos, edificar os crentes e participar, com os presbíteros regentes, do governo e disciplina da comunidade.

 

As funções privativas desse ministro são, Art. 31: a) administrar os sacramentos; b) invocar a bênção apostólica sobre o povo de Deus; c) celebrar o casamento religioso com efeito civil; d) orientar e supervisionar a liturgia na Igreja de que é pastor. No Art. 32 encontramos ainda as seguintes atribuições relavias ao ministro: deve conhecer a Bíblia e sua teologia: ter cultura geral; ser apto para ensinar e são na fé; irrepreensível na vida; eficiente e zeloso no cumprimento dos seus deveres; ter vida piedosa e gozar de bom conceito, dentro e fora da Igreja. E, no Art. 33, as suas possíveis designações: poderá ser designado pastor-efetivo, pastor-auxiliar, pastor-evangelista e missionário.

 

A voz que não quer se calar dentro de mim diz, insiste e persiste, continuamente:

 

- Confia no Senhor de todo o teu coração (de toda a tua alma, de todas as tuas forças e de todo o teu entendimento) e não te estribes no teu próprio entendimento, mas reconhece-me em todos os teus caminhos e eu endireitarei as tuas veredas. (Pv 3:5 e 6).

 

Deus está me falando que tanto pode me subir ao topo, ao mais alto do topo, como pode me abater ao mais profundo do poço, não importa; tanto pode me tornar extremamente saudável, como profundamente doente; tanto pode me usar com membros como sem eles; tanto pode me dar riquezas e glórias, como ser eu alvo do mais profundo desprezo e pobreza. Nada disso importa, nada disso tem valor, nada disso é eterno, pois eu sou Deus zeloso, soberano, sábio e bondoso: sei o que faço e o que permito que se faça. Eu quero te usar como vaso, como vaso vazio. A obra é minha, o povo é meu, a palavra é minha, o vaso também é meu. Apenas isso, vaso, vaso vazio: confie!

 

Esta é a palavra do dia! Confie em Deus. Confie mesmo em Deus. Não há como administrarmos todas as coisas, temos de entender que há um Deus e que somos de Deus, portanto perseveremos na firmeza de prosseguirmos avante, sem jamais desistir. Ele irá nos usar da maneira que lhe agrade, em qualquer hora e em qualquer lugar, portanto, diga, como na canção, eis-me aqui, senhor: usa-me!

 

E quanto ao meu salário que não está sendo suficiente? E meus parentes que estão enfermos, nos vícios, em caminhos que não são bons? E no meu emprego que não sou reconhecido? E as coisas que preciso adquirir ou consertar e me faltam recursos? A palavra de Deus hoje liberada é para que você confie nele, pois ele não está alheio, nem avesso a tudo que te cerca. Você irá fazer o seguinte: orar a Deus e buscá-lo de todo o teu C.A.F.E. (se não souber o que é isso, escreva-me que te explicarei com prazer). Simples assim. Muito simples! A Deus toda a glória!

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.