sexta-feira, 9 de setembro de 2011

TEMA: ... e não pediram CONSELHO ao Senhor 4 - Js 1:14 - Faltam 595 dias para 26/04/13

Uma coisa é certa, as nações cananéias estavam assustadas e aterrorizadas com Israel que como um trator ia devorando tudo ao seu redor, mas resolveram ir à peleja contra eles. Israel sabia que teria de enfrentar mais e mais inimigos, mas estavam na direção de Deus, seguindo instruções de Deus e tinham experiência que com Deus eles eram maioria, ainda que não fossem.
Mas, as notícias recentes das duas recentes conquistas de Israel sobre Jericó e sobre Ai percorreram o mundo como se houvesse na época internet e tv. Qual seria o próximo passo de Israel? 6 nações estavam se preparando para a guerra (os heteus, os amorreus, os cananeus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus). Israel também estava se preparando e o estado de alerta estava ligado.
Assim, os gibeonitas se anteciparam e foram ao encontro do inimigo, mas não empunhando armas, antes como embaixadores, levando inocentes sacos velhos sobre os seus jumentos e odres de vinho, velhos, rotos e consertados;  e, nos pés, sandálias velhas e remendadas e roupas velhas sobre si; e todo o pão que traziam para o caminho era seco e bolorento.
Mesmo assim, foram e se apresentaram, na maior cara-de-pau como embaixadores de uma terra distante e para provar roupas, objetos e pães embolorados. O discurso do inimigo era tão simples, mas a sua tática perfeita. Israel, de pronto desconfiou e disse aos heveus que eles estavam ali para enganá-los. Era Deus alertando o povo, mas o povo não ouvia a voz de Deus.
Um soldado em guerra não pode se dar ao luxo de cochilar. Quando estamos em guerra, não podemos baixar nossa guarda e vigilância, por nada. Qualquer sinal deveria ser investigado e pesquisado com muito cuidado. Os gibeonitas então são conduzidos ao líder Josué que começa a travar diálogo com eles. Não podemos conversar com o inimigo. Não podemos travar com eles negociações. Não devemos dar espaço para conversar com quem Deus não nos autorizou a conversar.
Liderando aquele povo, Josué lhes pergunta: - Quem sois vós? Donde vindes? Pronto, aberto o diálogo, vem a astúcia do maior enganador. Como iremos vencer aquele que enganou Eva e Adão? Sem a direção clara de Deus em tudo o que formos fazer, seremos vítimas fáceis de seus ardis. Os gibeonitas disseram em resposta à pergunta do líder maior: tomamos provisão para o caminho e vimos de lugar distante. Vimos por causa do nome do Senhor. Vimos porque ouvimos a tua fama. Vimos para servi-los. Vimos fazer uma aliança com vocês.
Há alguma coisa que poderia ser atraente numa provisão para o caminho que os israelitas tomaram para si sem pedirem conselho ao Senhor – vs. 14? Eles estavam vindo de um lugar distante: é das profundezas dos infernos que vem o inimigo para nos roubar ou atrasar as nossas bênçãos. Eles estavam vindo por causa do nome do Senhor: a mentira é a arma de satanás e não é de estranhar ou de admirar, porque o próprio Satanás se transforma em anjo de luz. (II Co 11:14).
Então eles dizem: vimos por que ouvimos a tua fama: assim ele nos elogia e nos diz coisas boas, mas não porque o seu coração é bom, antes porque quer enganar e precisa de que estejamos bem receptivos. Seduziu-o com as suas muitas palavras, com as lisonjas dos seus lábios o arrastou. (Pv 7:21). Vimos para servi-los e com vocês fazermos aliança: qual era essa intenção deles? De servirem ou de escaparem com ardis de Israel? Judas também foi um dos doze que servia ao Senhor?
Reflitamos na palavra a seguir e vejamos que aliança podemos ter com o inimigo? 13 Ora, como justa retribuição (falo-vos como a filhos), dilatai-vos também vós. 14 Não vos ponhais em jugo desigual com os incrédulos; porquanto que sociedade pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão, da luz com as trevas? Que harmonia, entre Cristo e o Maligno? Ou que união, do crente com o incrédulo? 16 Que ligação há entre o santuário de Deus e os ídolos? Porque nós somos santuário do Deus vivente, como ele próprio disse: Habitarei e andarei entre eles; serei o seu Deus, e eles serão o meu povo. 17 Por isso, retirai-vos do meio deles, separai-vos, diz o Senhor; não toqueis em coisas impuras; e eu vos receberei, 18 serei vosso Pai, e vós sereis para mim filhos e filhas, diz o Senhor Todo-Poderoso. (2 Co 6:13-18).
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.