sexta-feira, 21 de agosto de 2009

365 dias de propósito! Dia 31/365

Minha LB de hoje foi até o último versículo do capítulo 6. Confesso que hoje foi o primeiro dia em que falhei na hora de eu despertar. Minha programação é levantar-me em todos os dias úteis à 04h50, mas meu despertador no celular não funcionou (alguém ou eu mesmo o desregulou). Eu estava muito cansado devido o dia de ontem e estava precisando mesmo um maior período de repouso e ele aconteceu acidentalmente. Estou bem fisicamente. Meu período de oração será cumprido mais tarde.
 
Até quando conviverei com este maldito desejo? Porque o pecado negocia com minha consciência e fica lhe fazendo promessas? O que me pode oferecer de bom que eu possa dizer que é bom? Nada que você ele possa me oferecer é bom, mas é prisão! O pobre, doente, do viciado (cigarro, álcool, maconha, cocaína, sexo, masturbação, pornografia, ...) é um escravo de seus desejos. A dinâmica dos vícios funciona assim: seu organismo não precisa de nada disso, mas o comando para o teu cérebro é que você precisa daquela maldita dose para poder se equilibrar. O vício, mania, parace criar uma falsa necessidade, isto é ele cria o mal estar para que você busque o alívio naquela droga e assim passe o efeito desagradável. O desejo, pois, é cíclico. Nunca você ficará satisfeito e sempre quererá cada vez mais. Cadeia. Prisão. Não é livre o que cede, mas o que é capaz de dizer não.
 
Quanto tempo leva para você, então, ficar definitivamente livre? Enquanto você habita no corpo do pecado, já corroído, você jamais será livre! O corpo é pecado? Nunca! O corpo é uma bênção! Quem comete a infração o veículo que estava a mais de 100km/h na via cujo limite de velocidade era de 60km/h ou o motorista? Logo, o corpo é bom. Não sou contra o corpo! Mas o mal habita em mim! É por isso que sofro, pois querndo fazer o bem, não consigo, mas o mal que detesto, este eu faço. É por isso também que eu não tenho livre-arbítrio, pois não sou capaz de agir contra a minha própria natureza, antes dela sou escravo. No entanto, creio, piamente, na responsabilidade do homem, conforme expõe muito bem Antony Hoekema.
 
Ontem tivemos nossa 15ª reunião da Arca da Aliança. Que bênção! Quem pregou foi nosso amado irmão Pr. Nelsinho que trouxe para nós uma reflexão baseada no tema: NÃO CONFORMAR, MAS TRANSFORMAR. Quer conferir? Acesse nosso blog: http://grupofamiliararcadaalianca.blogspot.com/
 
Hoje, quando fui orar, Deus falou comigo: só o fato de você, filho, se curvar e ajoelhar diante de mim, já é mais do que suficiente para eu entender que você está declarando que você não é nada e que depende das bênçãos que eu tenho para ti para prosperares em teus caminhos. Fique tranquilo, tuas orações foram recebidas. Não te preocupes com as palavras: eu examino os corações e retribuo a cada um segundo as suas obras. Não temas! Ande na minha presença e sê perfeito!
 
Relembrando: próximo domingo, 23 de agosto, estarei pregando na Casa da Bênção (QNL 24, Conjunto B, Casa 13 – próximo ao supermercado SUPERCEI, a partir das 19h30. o pastor titular da igreja é o Pr. José Fagundes). Será um prazer te encontrar lá! Deus nos abençoe e tenha misericórdias de nós. A Deus toda a glória.
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.