segunda-feira, 19 de setembro de 2011

TEMA: Propósitos! - 7 - Is 26:3 - Faltam 586 dias para 26/04/13 e 997 dias para a copa

As demais fases, como acompanhamento – o controle – ajustes, correções e adaptações – o atingimento ou alcance do propósito – e, por final, a glorificação de Deus somente terão sentido se começarmos e avançarmos no dia-a-dia. É, como diz o ditado popular, de grão em grão que a Galinha enche o papo. É no dia-a-dia que vamos acumulando e conseguindo nossas conquistas. Eu vou dar mais um exemplo.
Além da Bíblia de Estudo de Genebra que já leio sistematicamente em meu propósito, eu estou também lendo mais os seguintes livros, todos de uma vez:
1. KOLLER, Charles W. PREGAÇÃO EXPOSITIVA SEM ANOTAÇÕES – como pregar sermões dinâmicos. Ed. Mundo Cristão. 130 páginas.
2. ALLMEN, j. j. Von. O CULTO CRISTÃO – teologia e prática. Ed. ASTE. 382 páginas.
3. BIÉLER, A. O HUMANISMO SOCIAL DE CALVINO. Ed. Edições Oikoumene. 91 páginas.
4. GONDIM, Gleidmar da Sila e BECKER, Glauber Gondim. PRIMEIRA IGRAJA PRESBIETRIANA DE TAGUATINGA – onde assiste o amor de Deus. Ed. Centro Editorial Thesaurus. 190 páginas.
5. DAHER JUNIOR, Elias. COMUNICAÇÃO SIMPLIFICADA. Ed. Protexto. 143 páginas.
6. ROBERTSON, O. Palmer. O CRISTO DOS PACTOS. Editora Cultura Cristã. 288 páginas (ao invés de ler esse livro, estou ouvindo em MP3 – to gostando!).
Sabem como estou fazendo para dar conta e não me atrapalhar? Simples, aprendi com as galinhas que é de grão em grão. Assim, todos os dias eu leio apenas 5 páginas, para não ficar muito pesado e eu não ficar sem ler os livros. Ora 5+5=10; 10+5=15; 15+5=20; ... em menos de 80 dias, eu terei concluído todos eles. Entenderam? A minha regra geral é, no mínimo 5 páginas por dia, mas falando a verdade tem dias que leio muito mais do que 5 páginas.
Tudo começa com uma idéia, um sonho, depois nasce um propósito que é uma resoluta disposição mental, depois precisamos elaborar um (ou vários) plano de ação e, em seguida, vem o  acompanhamento, por meio das ações de controle – ajustes, correções e adaptações e, por fim, o atingimento ou alcance do propósito para a glorificação de Deus.
Os exemplos que coloquei são tão símplices, mas dá para termos uma idéia vaga do que estamos tentando falar. Que tal agora concebermos um propósito enorme como ...
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.