quarta-feira, 28 de setembro de 2011

TEMA: Malditos (OU BENDITOS?) problemas! - 8 - Hb 12:1-29 - Faltam 577 dias para 26/04/13 e 988 dias para a Copa

Reparem na forte advertência de tomarmos cuidado para não recusarmos ao que fala! Quem é que está falando se não aquele que criou os céus e a terra, o Senhor? É o seu Espírito Santo quem nos adverte.
25 Tende cuidado,
        não recuseis ao que fala.
Pois, se não escaparam
        aqueles que recusaram ouvir quem, divinamente, os advertia sobre a terra,
muito menos nós,
        os que nos desviamos
                daquele que dos céus nos adverte,
A sua advertência permanece e nos diz que mais uma vez fará abalar, mas não somente a terra, mas o céu! E explica dizendo que mais uma vez significa a remoção das coisas abaladas para que as que não são abaladas permaneçam.
                26 aquele, cuja voz abalou, então, a terra;
agora, porém, ele promete, dizendo:
        Ainda uma vez por todas,
                farei abalar não só a terra,
                mas também o céu.
        27 Ora, esta palavra: Ainda uma vez por todas
                significa a remoção dessas coisas abaladas,
                        como tinham sido feitas,
        para que as coisas que não são abaladas
                permaneçam.
A BEG comenta sobre os vs 25-27 dizendo que “a voz de Deus revelando o evangelho deve ser ouvida e obedecida com maior atenção ainda do que aquela em que ele revelou a lei no Sinai (2:1-4; 3:1-5; 10:28-29).”. O contraste entre as mensagens é notória. Ainda comenta do vs 25: O contraste da mensagem do At e a mensagem por meio do Filho do céu retoma a 1:1-4. Ao fechar o círculo, o autor conduziu seus argumentos em direção à conclusão.
Quanto ao vs 26, especificamente, a BEG comenta: Cristo enrolará os céus e a terra ‘qual manto” (1:12), mas ele permanecerá. O desaparecimento da primeira aliança “antiquada e envelhecida” (8:13), com o santuário (9:8) e sacrifícios (10:9), é a antecipação desse abalo final.
Isso tudo para que as coisas que não são abaladas, permaneçam. Nós temos recebido por Cristo um reino inabalável e somos instigados e desafiados a retermos a graça e servirmos a Deus:
- de modo agradável
- com reverência
- e, com santo temor.
Assim devemos fazer por que o nosso Deus é fogo consumidor. A gente está mal acostumado com Deus bonzinho, com uma apresentação de Deus que não reflete a realidade de quem ele é. Na verdade Deus é bom, 100% bom, mas justo e perfeito. A advertência é séria e não podemos ignorá-la para não sermos ignorados e entrarmos em uma situação difícil.
28 Por isso, recebendo nós
        um reino inabalável,
retenhamos a graça,
pela qual sirvamos a Deus
        de modo agradável,
        com reverência
        e santo temor;
29 porque o nosso Deus
        é fogo consumidor.
Chegamos ao fim! Eu creio que nossos problemas não são malditos, mas benditos porque eles nos ensinam muitas coisas. Precisamos da disciplina de Jeová e eu quero aproveitar a oportunidade para agradecer a Deus porque sou constantemente disciplinado por ele.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.