sábado, 3 de setembro de 2011

TEMA: Direção de Deus! - Faltam 601 dias para 26/04/13

Acabou a vigília e agora partamos para a próxima cujo tema ainda estamos buscando em Deus. De repente poderíamos ter o seguinte tema: NA DIREÇÃO DE DEUS. O que vocês acharam? Ou então poderia ser NO CENTRO DA VONTADE DE DEUS, lema de nosso amado Pr. Sabino e confesso também estou adotando este tema.
Alias, foi por conta desse tema de estar no centro da vontade de Deus e seguindo a direção de Deus é que entendemos algo em nossas vidas que provocará uma pequena mudança. O meu post de hoje é uma tentativa de explicar a mudança que está ocorrendo conosco, pois envolve toda a nossa família e as igrejas PIPT e IBE.
Eu me lembro quando assistia o culto ao Senhor em que ocorria a ordenação de nosso amigo Rev. Joseilson quando o Rev. Ricardo chamou à frente toda a família do ordenando e com dedo em riste exortou, com amor e carinho, mas com gravidade requerida para o momento, ao novo pastor dizendo-lhe claramente: - Pastor Joseilson, eis ai diante de ti a sua primeira igreja a qual se espera que você a honre e a conduza irrepreenssivelmente a Cristo. Se você falhar aqui, de nada adiantará conquistar aquela que o Senhor te der para pastorear. Seja bem sucedido aqui junto com eles e o Senhor te porá nos mais altos lugares.
Eu confesso que tremi na base quando ouvi a exortação que ministrada pelo Rev. Ricardo vinha diretamente do Espírito Santo e se encaixava como uma luva em mim. Os nossos filhos estão atravessando momentos difíceis na sua vida, mas não estão na mesma igreja que nós estamos. Não tivemos dúvidas, retornaremos à IBE para ajudá-los nas travessias que precisarem e quando estiverem fortes, Deus nos conduzirá a novos rumos.
Nós estamos mudando de igreja e saindo da Primeira Igreja Presbiteriana de Taguatinga e indo, ou retornando, à Igreja Batista Ebenézer onde nossos filhos Gabriel e Miguel estão já há mais de 18 anos. Gabriel tem hoje 21 anos e Miguel ainda fará 18 anos.  A IBE fará em outubro 18 anos e nós somos "fundadores" dessa amada igreja. Inclusive, o seu logo, modéstia a parte, foi uma criação que Deus me deu e eu a entreguei ao Pr. Jeova´que prontamente a adotou e hoje é seu logo.
Temos uma história ali na IBE. Temos filhos ali na IBE. Nós viemos para cá seguindo uma direção de Deus que o Senhor nos tinha entregue à época e fomos obedientes e enfrentamos muitos problemas difíceis para sairmos de lá, mas não saimos brigados, nem em confusão, mas em paz, obviamente a contra gosto de alguns, no entanto, nos respeitaram.
Viemos e fomos acolhidos com tanto amor que não demorou nadinha para estarmos apaixonados pela "Primeirona". Amamos a igreja e fomos recepcionados com amor e carinho e crescemos e prosperamos e aprendi a pregar (ainda estou aprendendo) e preguei em muitas igrejas e fiz parte até da escala de pregadores da Primeirona: que honra!
Tentei me tornar Ministro Presbiteriano, mas esbarrei em alguns obstáculos que somente poderiam ser vencidos ao longo de muito tempo. Eu arreguecei as minhas mangas e fui à luta, decidido a vencer e a conquistar aquilo que me sentia chamado. Enfrentei um vestibular unificado presbiteriano e passei. Ingressei-me no Seminário Presbiteriano de Brasília e comecei a minha corrida. Avancei até um pouco mais e comecei uma pós graduação em Teologia Bíblica (irei concluí-la no primeiro semestre do ano que vem).
Conduzimos, com grande temor e tremor um grupo familiar, o Grupo Familiar Arca da Aliança http://(grupofamiliararcadaalianca.blogspot.com)  e também nos apaixonamos e como crescemos em amor, comunhão e na fé. Também estivemos à frente do Conselho Ministerial de Intercessão e, muitas vezes, como professor, na melhor escola do mundo, a Escola Bíblica Dominical que geraram em nós fé, esperança e amor. Ainda tem as pescarias onde tivemos a honra de ministrar uma palavra de Deus ao povo de Deus e tantos outros eventos e situações.
A Primeirona é uma bênção! Não tenho dúvidas de que crescemos e que prosperamos. No entanto, quando Deus fala consoco não podemos ser negligentes ou endurecermos os nossos corações, mas logo obedecermos. Estávamos bem aqui e não era nossa intenção sairmos ou mudarmos ou ficarmos de uma para outra igreja. Deus sempre nos honrou com a fidelidade e não é nosso costume deixarmos nossa casa ou ficarmos por ai de casa em casa.
Estávamos bem, mas sempre ficou engasgado em nosso peito a situação de nossos filhos os quais esperávamos que nos seguissem sem que nós os obrigássemos a fazer isso. Deixamos eles à vontade e começamos a orar e a orar e a orar. Ao invés de eles virem para cá como sonhávamos, Deus nos disse: - voltem e fiquem com eles e os apoeiem. Eu estou no controle de tudo!
A fé, irmãos, somente tem sentido onde há dúvidas, ou seja, a fé exige a dúvida. Sem dúvidas, não há fé, mas certezas, por isso que a fé é a certeza, mas não a certeza absoluta, mas a certeza do que não existe, ou seja,  das coisas que se esperam. Ora se esperamos, ainda não existe. O mesmo se dá com a convicção dos fatos que se não vêem. Ora, é a convicção de fatos, mas de quais fatos? Daqueles que não vemos, pois se víssemos, não seria fé, mas convicção absoluta.
Foi uma luta aceitarmos e entendermos nossa decisão como direção de Deus que nos leva ao centro da vontade de Deus, mas assim entendemos a e paz de Cristo nos guardou e nos consolou. Estamos retornando, TEMPORARIAMENTE, à IBE por direção de Deus.
Agora, iremos colocar em prática aquilo que aqui aprendemos e levaremos daqui o amor, o abraço, o carinho, a boa palavra de Deus, o bom testemunho e a unção dessa amada igreja e lá iremos estar à disposição do Senhor naquilo em que ele entender. Espero contar com a compreensão dos amados irmãos e com as suas orações.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.