sexta-feira, 2 de julho de 2010

365 dias de propósito! Dia 346/365 - faltam 19 dias!

TEMA: Vivei de modo digno do evangelho de Cristo 6 – FP 1:27-30
Ontem foi bênção na nossa reunião da Arca da Aliança e a temática de ontem foi experiências com os anjos! Você tem a sua história e testemunho sobre o assunto?
Hoje teremos o jogo do Brasil x Holanda. Meu palpite (não sou bom nisso!) é vitória do Brasil por 3x1.
Voltando a nossa temática, quero citar o livro de Tessalonissenses que nos falará algo interessante:
 
3. Pois a nossa exortação não procede de engano, nem de impureza, nem se baseia em dolo; 4. pelo contrário, visto que fomos aprovados por Deus, a ponto de nos confiar ele o evangelho, assim falamos, não para que agrademos a homens, e sim a Deus, que prova o nosso coração. (...) 10. Vós e Deus sois testemunhas do modo por que piedosa, justa e irrepreensivelmente procedemos em relação a vós outros, que credes. 11. E sabeis, ainda, de que maneira, como pai a seus filhos, a cada um de vós, 12. exortamos, consolamos e admoestamos, para viverdes por modo digno de Deus, que vos chama para o seu reino e glória.” (I Ts 2:3-4; 10-12).
 
Nessa epístola aos Tessalonissenses, Paulo, no capítulo 2, se defendendo, pois alguns o acusavam e atacavam seu caráter uma vez que viviam numa expectativa da volta de Jesus tão iminente que abandonaram suas vidas, escreveu que a sua exortação:
 
  • Não era procedente nem de engano nem de impureza
  • Não era baseada em dolo
  • Não visava agradar aos homens e sim a Deus que prova os nossos corações.
 
Em sua explicação realça que foi Deus quem nos APROVOU! (que bênção ser aprovado por Deus!), sendo a prova de sua aprovação a confiança a nós da mensagem do evangelho: Deus nos CONFIOU  a mensagem do evangelho de Cristo. Em Pedro, iremos ver que essa missão foi ambicionada por anjos, mas Deus APROVOU e nos CONFIOU essa nobre missão.
 
A eles foi revelado que, não para si mesmos, mas para vós outros, ministravam as coisas que, agora, vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o evangelho, coisas essas que anjos anelam perscrutar.” (I Pe 1:12).
 
Em virtude disso, nos EXORTOU, CONSOLOU E ADMOESTOU  a vivermos de modo dígno de Deus que nos chama para o seu reino e glória. Isso é a responsabilidade do ministério que não está somente disponível a pastores, presbíteros, diákonos, missionários, mas a cada um de nós que professa que Jesus Cristo é o Senhor.
Lutar pela fé evangélica exige unidade e esta se conquista individualmente ao decidirmos vivermos dignamente diante do Senhor. Se assim estivermos firmes não iremos temer o adversário.
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.