segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O que fazer quando estamos aflitos?- parte 9

Finalmente, Ana se levantou. Ela já buscara ao Senhor de todo o seu coração, com orações e lágrimas, fizera, em sua aflição, voto ao Senhor de devolver-lhe aquele que ela pedia para ele, lançou diante dele todas as suas ansiedades, mágoas, dores e aflições, recebera, finalmente, a bênção do sacerdote depois de explicar-lhe que não estava bêbada, mas ansiosa e seu comportamento era a de uma mulher aflita e finalmente, levantou-se.
Ela recebeu a sua bênção antes de receber a sua bênção porque já a avistava ao longe aquela pequena nuvem do formato da mão de um homem vindo em sua direção e anunciando uma grande chuva.
Ana era uma mulher de fé e se levantou, foi à luta, vencedora. Seu semblante já não era mais triste porque tinha vencido a sua guerra em oração. Quem não vence a batalha na oração, não vencerá quando ocorrer a batalha. Ana já estava preparada para a batalha e venceria porque venceu antes.
Nosso Senhor, Jesus Cristo, passou por um processo semelhante ali no Jardim do Gtsêmani. "Foi nesse Jardim, lugar costumeiro de visitas de Jesus com seus discípulos que eles oraram na noite anterior à crucifixão de Jesus. De acordo com Lucas, a angústia de Jesus no Getsêmani foi tão profunda que "seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão. Fenômeno este conhecido por hematidrose. De acordo com a tradição cristã ortodoxa, o Getsêmani também é o local onde os apóstolos enterraram Maria, mãe de Jesus.
Foi no Jardim, na "Prensa de Azeite", que Jesus venceu a sua vontade. Venceu com a oração sobre a sua vontade para, finalmente, cumprir a vontade de seu Pai. A luta de oração foi muito grande, desgastante e profunda. Jesus tinha certeza de que seria ouvido e por três vezes orou, mas, finalmente, cedeu e obedeceu ao seu Pai. Exemplo para nós hoje para confiarmos nos propósitos de Deus, do nosso Pai." (http://www.jamaisdesista.com.br/2011/01/faltam-8391000-dias-meu-proposito.html).
Jesus venceu a sua vontade na oração e levantou-se. Foi capaz de enfrentar a traição, o abandono de seus discípulos amados, o desprezo total dos homens, até dos mais íntimos, as torturas, seu julgamento maligno, sua condenação, crucificação e, finalmente, a sua própria morte.
Ana também se levantou, mas agora para recepcionar seu marido e com ele coabitar. Já não estava mais triste e Deus visitou seu ventre naquela mesma noite e ela ficou grávida. Aleluias! Para mim, Ana ficou grávida antes, isto é na sua mente e coração.
Amanhã finalizaremos e veremos que cumpriu seu voto e cantou um cântico, um salmo, em oração que nos ensina mais coisas sobre nosso Deus maravilhoso.
Contagem regressiva: Faltam 432 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 20/02/12) e 843 dias para a Copa.
p.s.: link da imagem: http://potencialgestante.com.br/wp-content/uploads/2010/02/gravida-do-amor.jpg (aproveitem e leiam o testemunho de seu milagre... muito interessante!).
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.