quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Deuteronômio 23: 1-25 – DIVERSAS ORIENTAÇÕES.

Falta pouco para terminarmos o segundo discurso de Moisés. Ainda estamos com o tema, bem extenso, do detalhamento das condições da aliança – são 15 capítulos que vai do 12:1 até o capítulo 26:15, estamos no segundo discurso de Moisés em Deuteronômio à segunda geração.
Ressaltamos que em cada capítulo, estamos vendo algum aspecto que Moisés queria enfatizar àquela segunda geração preparando eles para a ocupação da Terra Prometida.
No presente capítulo, 23, teremos as seguintes divisões didáticas: orientações acerca das pessoas que são excluídas das assembleias, ou congregações santas – vs. 1-8; acerca da limpeza do acampamento – vs. 9-14; acerca dos fugitivos, prostitutas e usura – vs. 15-20; e, finalmente, mais uma vez, orientação acerca dos votos – vs. 21-25.
Embora a expressão assembleia – ou congregação - santa apareça aqui, neste capítulo, seis vezes, em todo o Antigo Testamento, somente aparecerá mais 5 vezes, sendo que uma delas é para se referir a essa passagem – Ne 13:1.
Também os textos em referência não deixam claro o que significa essa assembleia, se todo o Israel ou se alguma parte dele em especial. Ficaram claramente excluídos os que tiveram problemas com seus testículos, os bastardos e os amonitas. Já o Edomeu e o Egípcio a palavra foi para que não os abominassem.
A questão de Balaão é novamente levantada e eles recebem a orientação contra os que contrataram a este falso profeta para amaldiçoar a Israel. Deus não quis ouvi-lo e transformou as maldições em bênçãos porquanto amava Israel.
Este amor a Israel foi uma escolha de Deus independentemente das obras praticadas por eles que, na verdade, não eram nada de acordo com o que queria e pedia o Senhor a eles.
São muitas as orientações que Israel estava recebendo da parte de Moisés que já se preparava para o grande momento das conquistas e o começo de uma nova era na vida deles.
Moisés ainda vivia, mas estava muito próximo o seu fim. Novamente ele fala dos votos e da seriedade deles diante do Senhor que, na maioria das vezes, é feito em situação de grande desespero ou nas provações.
Lv 27 e Nm 30 também irão falar dos votos e de como é sério essa questão.
Dt 23:1 Aquele a quem forem trilhados os testículos,
               ou cortado o membro viril,
                              não entrará na congregação do SENHOR.
               Dt 23:2 Nenhum bastardo entrará na congregação do SENHOR;
                              nem ainda a sua décima geração entrará na congregação
                                            do SENHOR.
               Dt 23:3 Nenhum amonita nem moabita entrará na congregação
                              do SENHOR; nem ainda a sua décima geração entrará
                                            na congregação do SENHOR eternamente.
               Dt 23:4 Porquanto não saíram com pão e água,
                              a receber-vos no caminho, quando saíeis do Egito;
                                            e porquanto alugaram contra ti a Balaão,
                              filho de Beor, de Petor, de Mesopotâmia, para te amaldiçoar.
               Dt 23:5 Porém o SENHOR teu Deus não quis ouvir Balaão;
                              antes o SENHOR teu Deus trocou em bênção a maldição;
                                            porquanto o SENHOR teu Deus te amava.
               Dt 23:6 Não lhes procurarás nem paz nem bem em todos os teus dias
                              para sempre.
               Dt 23:7 Não abominarás o edomeu, pois é teu irmão;
                              nem abominarás o egípcio, pois estrangeiro
                                            foste na sua terra.
               Dt 23:8 Os filhos que lhes nascerem na terceira geração,
                              cada um deles entrará na congregação do SENHOR.
Dt 23:9 Quando o exército sair contra os teus inimigos,
               então te guardarás de toda a coisa má.
Dt 23:10 Quando entre ti houver alguém que, por algum acidente noturno,
               não estiver limpo, sairá fora do arraial; não entrará no meio dele.
               Dt 23:11 Porém será que, declinando a tarde, se lavará em água;
                              e, em se pondo o sol, entrará no meio do arraial.
               Dt 23:12 Também terás um lugar fora do arraial, para onde sairás.
               Dt 23:13 E entre as tuas armas terás uma pá; e será que,
                              quando estiveres assentado, fora, então com ela cavarás
                                            e, virando-te, cobrirás o que defecaste.
               Dt 23:14 Porquanto o SENHOR teu Deus anda no meio de teu arraial,
                              para te livrar, e entregar a ti os teus inimigos;
                                            pelo que o teu arraial será santo,
                              para que ele não veja coisa feia em ti, e se aparte de ti.
Dt 23:15 Não entregarás a seu senhor o servo que, tendo fugido dele,
               se acolher a ti; Dt 23:16 Contigo ficará, no meio de ti,
                              no lugar que escolher em alguma das tuas portas,
                                            onde lhe agradar; não o oprimirás.
Dt 23:17 Não haverá prostituta dentre as filhas de Israel;
               nem haverá sodomita dentre os filhos de Israel.
               Dt 23:18 Não trarás o salário da prostituta nem preço de um sodomita
                              à casa do SENHOR teu Deus por qualquer voto;
               porque ambos são igualmente abominação ao SENHOR teu Deus.
Dt 23:19 A teu irmão não emprestarás com juros, nem dinheiro, nem comida,
               nem qualquer coisa que se empreste com juros.
Dt 23:20 Ao estranho emprestarás com juros,
               porém a teu irmão não emprestarás com juros;
                              para que o SENHOR teu Deus te abençoe
               em tudo que puseres a tua mão, na terra a qual vais a possuir.
Dt 23:21 Quando fizeres algum voto ao SENHOR teu Deus,
               não tardarás em cumpri-lo; porque o SENHOR teu Deus
                              certamente o requererá de ti, e em ti haverá pecado.
               Dt 23:22 Porém, abstendo-te de votar, não haverá pecado em ti.
               Dt 23:23 O que saiu dos teus lábios guardarás, e cumprirás,
                              tal como voluntariamente votaste ao SENHOR teu Deus,
                                            declarando-o pela tua boca.
Dt 23:24 Quando entrares na vinha do teu próximo, comerás uvas
               conforme ao teu desejo até te fartares,
                              porém não as porás no teu cesto.
               Dt 23:25 Quando entrares na seara do teu próximo, com a tua mão
                              arrancarás as espigas; porém não porás a foice
                                            na seara do teu próximo.
Poderia alguém comer da vinha de seu próximo sem problemas e também se fartar de suas espigas, mas somente para o que fosse para saciar a sua fome ali e não para ajuntamento e uso que iria além disso.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.