domingo, 26 de janeiro de 2014

Deuteronômio 20: 1-20 - ESTANDO O SENHOR CONOSCO, QUEM SERÁ CONTRA NÓS?

Prosseguiremos então com o tema, bem extenso, do detalhamento das condições da aliança – são 15 capítulos que vai do 12:1 até o capítulo 26:15. Em cada capítulo, estamos vendo algum aspecto que Moisés queria enfatizar àquela segunda geração preparando eles para a ocupação da Terra Prometida.
No presente capítulo, 20, veremos orientações acerca das guerras que eles enfrentariam.
Os vs. de 1-9 tratam da moral do exército. A ênfase está sobre a confiança no Senhor, o qual havia demonstrado o seu poder no grande livramento da escravidão do Egito.
Não é para temermos as aparências quando o Senhor nos manda ir à frente da batalha. O inimigo pode ser até maior e mais forte e até as estatísticas e matemáticas e previsões científicas podem indicar que não há a mínima chance de subjugá-los, mas estando o Senhor conosco, quem será contra nós?
Pelo teor dos versos bíblicos, vemos que somente poderiam ir à batalha aqueles realmente comprometidos com ela e não os que estariam impedidos de alguma forma por motivos óbvios e até por medo.
Os recém-casados e os que começaram uma grande obra como a plantação de uma vinha que a colheita estava próxima poderiam ficar e não saírem ao combate. Quanto aos tímidos e medrosos, até eles não poderiam participar das guerras para não afetarem o moral da tropa.
Deus mesmo não precisava de moral elevada do povo, mas precisava de um povo obediente, que confiava nele e que fosse corajoso. Não importava a quantidade de homens, mas a coragem deles e sua disposição e atitude mental de respeito e comprometimento com o Senhor Deus.
A ordem de Deus era para ir e possuir a terra que estaria à frente deles, em Canaã. Deus já tinha determinado, decretado a vitória deles, mas esta somente se consumaria com a peleja, com a guerra, com a luta e o empenho de todos.
Se saíssem ao combate, venceriam sempre: este era o decreto divino! No entanto, antes de qualquer peleja, antes do combate, antes da luta, a primeira coisa que deveriam fazer era a oferta da paz ao povo a ser conquistado!
Se respondessem com paz, a conquista da cidade se daria imediatamente, sem derramamento de sangue e com escravidão dos inimigos; se respondessem com a guerra, a cidade deveria ser sitiada e eles seriam derrotados e vencidos, conforme o Senhor falasse.
Dt 20:1 Quando saíres à peleja contra teus inimigos,
                e vires cavalos, e carros, e povo maior em número do que tu,
                               deles não terás temor; pois o SENHOR teu Deus,
                                               que te tirou da terra do Egito, está contigo.
                Dt 20:2 E será que, quando vos achegardes à peleja,
                               o sacerdote se adiantará, e falará ao povo,
                                               Dt 20:3 E dir-lhe-á:
                Ouvi, ó Israel, hoje vos achegais à peleja contra os vossos inimigos;
                               não se amoleça o vosso coração: não temais nem tremais,
                                               nem vos aterrorizeis diante deles,
                               Dt 20:4 Pois o SENHOR vosso Deus é o que vai convosco,
                                               a pelejar contra os vossos inimigos, para salvar-vos.
Dt 20:5 Então os oficiais falarão ao povo, dizendo:
                Qual é o homem que edificou casa nova
                               e ainda não a consagrou?
                Vá, e torne-se à sua casa para que porventura não morra
                               na peleja e algum outro a consagre.
                Dt 20:6 E qual é o homem que plantou uma vinha
                               e ainda não a desfrutou?
                Vá, e torne-se à sua casa, para que porventura não morra na peleja
                               e algum outro a desfrute.
                Dt 20:7 E qual é o homem que está desposado com alguma mulher
                               e ainda não a recebeu?
                Vá, e torne-se à sua casa, para que porventura não morra na peleja
                               e algum outro homem a receba.
Dt 20:8 E continuarão os oficiais a falar ao povo, dizendo:
                Qual é o homem medroso e de coração tímido?
                               Vá, e torne-se à sua casa, para que o coração de seus irmãos
                                               não se derreta como o seu coração.
                Dt 20:9 E será que, quando os oficiais acabarem de falar ao povo,
                               então designarão os capitães dos exércitos
                                               para a dianteira do povo.
                Dt 20:10 Quando te achegares a alguma cidade para combatê-la,
                               apregoar-lhe-ás a paz. Dt 20:11 E será que, se te responder
                                               em paz, e te abrir as portas, todo o povo
                                               que se achar nela te será tributário e te servirá.
                Dt 20:12 Porém, se ela não fizer paz contigo,
                               mas antes te fizer guerra, então a sitiarás.
                Dt 20:13 E o SENHOR teu Deus a dará na tua mão;
                               e todo o homem que houver nela passarás ao fio da espada.
                               Dt 20:14 Porém, as mulheres, e as crianças, e os animais;
                                               e tudo o que houver na cidade, todo o seu despojo,
                               tomarás para ti; e comerás o despojo dos teus inimigos,
                                               que te deu o SENHOR teu Deus.
Dt 20:15 Assim farás a todas as cidades que estiverem mui longe de ti,
                que não forem das cidades destas nações.
                Dt 20:16 Porém, das cidades destas nações, que o SENHOR teu Deus
                               te dá em herança, nenhuma coisa que tem fôlego
                                               deixarás com vida.
Dt 20:17 Antes destruí-las-ás totalmente:
                aos heteus, e aos amorreus, e aos cananeus, e aos perizeus,
                e aos heveus, e aos jebuseus, como te ordenou o SENHOR teu Deus.
                Dt 20:18 Para que não vos ensinem a fazer conforme
                               a todas as suas abominações, que fizeram a seus deuses,
                                               e pequeis contra o SENHOR vosso Deus.
                Dt 20:19 Quando sitiares uma cidade por muitos dias,
                               pelejando contra ela para a tomar,
                               não destruirás o seu arvoredo, colocando nele o machado,
                                               porque dele comerás; pois que não o cortarás
                               (pois o arvoredo do campo é mantimento para o homem),
                                               para empregar no cerco.
                Dt 20:20 Mas as árvores que souberes
                               que não são árvores de alimento,
                                               destruí-las-ás e cortá-las-ás;
                               e contra a cidade que guerrear contra ti
                                               edificarás baluartes, até que esta seja vencida.

Com relação ao sitiamento da cidade havia uma orientação com relação aos arvoredos para que fossem preservados e não cortados com os machados. Os arvoredos frutíferos serviriam de alimento para todos eles e, afinal de contas, como diz a própria Escritura, as árvores do campo não eram homens para serem sitiados e destruídos. 
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.