domingo, 19 de janeiro de 2014

Deuteronômio 13: 1-18 - ADVERTÊNCIA CONTRA OS FALSOS PROFETAS E OS IDÓLATRAS

Estamos no detalhamento das condições da aliança que irá até o capítulo 26. No presente capítulo, 13, veremos uma séria advertência contra os falsos profetas e os idólatras.
A primeira advertência dos vs. 1-5 dizia respeito aos falsos profetas. As outras, trataram de um parente próximo que procurasse levar seus familiares à apostasia – vs. 6-11, da apostasia de uma cidade inteira – vs. 12-18 e da participação em ritos pagãos de morte, o que será no próximo capítulo, o 14 dos vs. 1 ao 2.
A advertência contra os falsos profetas se inicia de forma muito forte e poderosa. Imaginem aparecer alguém que anuncie que fará tal e tal coisa e tal e tal coisa se suceder, de forma maravilhosa, como ele falou?
Com certeza, já de cara iria atrair muita gente. E depois se anunciasse a crença, por exemplo, em Zastei, um deus vindo das estrelas que viesse com novas filosofias e ensinamentos de adoração a esses outros deuses?
Muita gente iria segui-lo sem pestanejar por causa dos sinais e maravilhas que anunciou e se cumpriram, mas Deus adverte já logo ao povo que não cresse em tal profeta que estava sendo enviado por Deus mesmo, para prová-los se seriam ou não fiéis ao Senhor.
Não são os dons, os sinais, os milagres, as maravilhas e nossas experiências que nos devem orientar em questões espirituais, mas a Palavra do Senhor: a Bíblia! Veja também a advertência do próprio Senhor Jesus Cristo:
Marcos 13:22 pois surgirão falsos cristos e falsos profetas, operando sinais e prodígios, para enganar, se possível, os próprios eleitos.
Marcos 16:17 Estes sinais hão de acompanhar aqueles que crêem: em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas;
Marcos 16:20 E eles, tendo partido, pregaram em toda parte, cooperando com eles o Senhor e confirmando a palavra por meio de sinais, que se seguiam.
Repare que são os sinais que acompanharão os que creem e não os que creem que acompanharão os sinais.
O primeiro caso acima falou dos falsos profetas, rebeldes às palavras do Senhor com ensinamentos falsos e não bíblicos, mas que funcionam de alguma forma por permissão de Deus.
Do vs. 6 ao 11, o segundo caso falará da sedução por parte dos que nos são próximos a nós, mesmo em parentesco, para se desviar do Senhor. Mas por que alguém tão próximo e mesmo nosso parente e irmão nos incitaria a nos desviarmos do Senhor?
Pois é, estão conosco, mas são de fato joio e não trigo. Deus nos adverte de que isso mesmo possa acontecer e se acontecer é para estarmos bem atentos à palavra de Deus e não seguir essas “dicas”.
Se nos depararmos com tal situação, a nossa orientação é para corrigirmos, em amor, ao nosso irmão na esperança de reconquistá-lo e não desprezá-lo. Se ele insistir e se endurecer, somente nos resta orar por ele.
Já no caso do terceiro exemplo de apostasia, Moisés considerou o caso de uma cidade inteira. Se fosse constatado o fato e o direcionamento para outros deuses, a cidade toda deveria ser destruída, inclusive os seus despojos.
Não poderia o despojo estar a disposição dos juízes e investigadores do caso para não serem tentados a condenarem a cidade inteira somente para ficar com seus tesouros.
Dt 13:1 Quando profeta ou sonhador de sonhos se levantar no meio de ti,
                e te der um sinal ou prodígio,
                               Dt 13:2 E suceder o tal sinal ou prodígio,
                                               de que te houver falado, dizendo:
                Vamos após outros deuses, que não conheceste, e sirvamo-los; Dt 13:3              Não ouvirás as palavras daquele profeta ou sonhador de sonhos;
                               porquanto o SENHOR vosso Deus vos prova,
                                               para saber se amais o SENHOR vosso Deus
                                               com todo o vosso coração, e com toda a vossa alma.                Dt 13:4 Após o SENHOR vosso Deus andareis, e a ele temereis,
                               e os seus mandamentos guardareis, e a sua voz ouvireis,
                                               e a ele servireis, e a ele vos achegareis.
                Dt 13:5 E aquele profeta ou sonhador de sonhos morrerá,
                               pois falou rebeldia contra o SENHOR vosso Deus,
                                               que vos tirou da terra do Egito, e vos resgatou da
                                               casa da servidão, para te apartar do caminho
                                                               que te ordenou o SENHOR teu Deus,
                               para andares nele: assim tirarás o mal do meio de ti.
                Dt 13:6 Quando te incitar teu irmão, filho da tua mãe, ou teu filho,
                               ou tua filha, ou a mulher do teu seio, ou teu amigo,
                                               que te é como a tua alma, dizendo-te em segredo:
                               Vamos, e sirvamos a outros deuses que não conheceste,
                                               nem tu nem teus pais; Dt 13:7 Dentre os deuses dos
                                                               povos que estão em redor de vós,
                                               perto ou longe de ti, desde uma extremidade da terra
                                                               até à outra extremidade;
                               Dt 13:8 Não consentirás com ele, nem o ouvirás;
                                               nem o teu olho o poupará, nem terás piedade dele,
                                                               nem o esconderás;
                               Dt 13:9 Mas certamente o matarás; a tua mão será
                                               a primeira contra ele, para o matar; e depois a mão
                                                               de todo o povo.
                               Dt 13:10 E o apedrejarás, até que morra,
                                               pois te procurou apartar do SENHOR teu Deus,
                                               que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão;
                               Dt 13:11 Para que todo o Israel o ouça e o tema, e não torne
                                               a fazer semelhante maldade no meio de ti.
Dt 13:12 Quando ouvires dizer, de alguma das tuas cidades que o SENHOR
                teu Deus te dá para ali habitar:
                Dt 13:13 Uns homens, filhos de Belial, que saíram do meio de ti,
                               incitaram os moradores da sua cidade, dizendo:
                Vamos, e sirvamos a outros deuses que não conhecestes;
                Dt 13:14 Então inquirirás e investigarás, e com diligência
                               perguntarás; e eis que, sendo verdade, e certo que se fez tal
                                               abominação no meio de ti;
                Dt 13:15 Certamente ferirás, ao fio da espada, os moradores
                               daquela cidade, destruindo a ela e a tudo o que nela houver,
                                               até os animais.
                Dt 13:16 E ajuntarás todo o seu despojo no meio da sua praça;
                               e a cidade e todo o seu despojo queimarás totalmente
                                               para o SENHOR teu Deus, e será montão perpétuo,
                                                               nunca mais se edificará.
                Dt 13:17 Também não se pegará à tua mão nada do anátema,
                               para que o SENHOR se aparte do ardor da sua ira,
                               e te faça misericórdia, e tenha piedade de ti, e te multiplique,
                                               como jurou a teus pais;
Dt 13:18 Quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus,
                para guardares todos os seus mandamentos que hoje te ordeno;
                               para fazeres o que for reto aos olhos do SENHOR teu Deus.
Vimos neste capítulo três casos de apostasia e incitamento à busca de outros deuses e as consequências e orientações do que fazer em cada caso.
Os três casos:
1.     Falsos profetas com poderes extraordinários.
2.     Falsos irmãos e mesmo parentes incitando à busca de outros deuses.
3.     A apostasia de uma cidade inteira, uma comunidade rebelde e totalmente falsa.

Para os três casos a sentença era praticamente a mesma: a morte de todos!
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.