quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Deuteronômio 10: 1-22 – A CIRCUNCISÃO DO CORAÇÃO.

De acordo com nossa divisão proposta, que estamos seguindo pela BEG, ainda estamos vendo os perigos de uma ideia de justiça própria – 9:1 a 10:11 – e, depois entraremos na circuncisão do coração – vs. 10:12 ao 11:25.
Vejamos então os primeiros 11 versículos.
Nos primeiros 5 versículos, Moisés fala detalhes das segundas tábuas da lei. Depois que Moisés quebrou as tábuas da aliança contendo os dez mandamentos por causa da rebelião do povo com o consentimento de Arão que fez o bezerro de ouro que os israelitas adoraram e depois entraram na orgia e foram terrivelmente punidos, Deus pela sua infinita misericórdia dá novas ordens a Moisés.
Pede a ele que alise novas tábuas, duas, pois o Senhor irá repetir os dez mandamentos e pede que ele suba ao monte e faça a arca onde porá as tábuas. Bem que poderia ter sido o fim de toda aliança ali, mas Deus perdoou novamente o povo e lhes abençoou com a nova entrega das leis.
Provavelmente o “duas”, conforme pesquisas recentes, refletindo as práticas das alianças e dos tratados da antiguidade, significa que toda a lei era escrita realmente em duas vias, ou duas cópias da mesma lei e não a lei toda em duas vias.
Percebe-se logo no primeiro versículo uma provável associação, por parte de Moisés, entre a entrega da lei e a arca da aliança, resumindo o conteúdo de Êx 34:1-4; 40:20.
Moisés tinha subido no monte por duas vezes, sendo que na primeira, recebeu orientações para a construção do tabernáculo, com seus móveis e utensílios, conforme o modelo que lhe era mostrado e na segunda, novamente as duas pedras com as leis. Quando desceu pela segunda vez, fez o tabernáculo e a arca para por nela a lei recebida.
Depois dos primeiros 5 versículos, teremos do 6 ao 11 uma explicação da vocação da tribo de Levi, começando com Arão como aqueles que seriam responsáveis por levar a arca da Aliança do Senhor.
A circuncisão do coração – vs. 12 a 11:25 - Moisés chamou o povo a servir a Deus de coração. Era necessário que os israelitas passassem, por uma mudança radical para que amassem e obedecessem a Deus devidamente.
O que é que o Senhor requer de nós sempre, desde o início? Moisés resumiu isso muito bem. Miquéias também falou disso em 6:8 e Mateus registrou as palavras do Mestre em Mt 23:23. Jesus ainda resumiu toda a lei dizendo que a essência de tudo seria amar a Deus acima de todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos.
A circuncisão era um símbolo, um sacramento, um sinal exterior de uma graça interior que foi ordenada para os bebês de Israel a fim de incluí-los no relacionamento pactual com Deus na esperança de que, com o tempo, eles circuncidassem o próprio coração – Gn 17:9-14.
Depois de falar o que o Senhor requer de cada um, ele ainda fala boas palavras de incentivo ao povo dizendo da eleição de Deus, primeiramente pelos seus pais e depois pelo povo por causa de seu amor.
Ele exalta a Deus como o criador de tudo, como o Deus dos deuses e como o Senhor dos senhores, sendo grande, poderoso e mui terrível que não faz, como os homens, a acepção de pessoas, nem aceita suborno, ou seja é justo e mais que isso, a própria justiça.
Exorta a segunda geração a amar os estrangeiros e tratá-los com respeito porque também foram estrangeiros na terra do Egito. No entanto, com relação ao temor, que eles de fato temessem ao Senhor e o servissem e pelo seu nome jurarem. Ou seja, não devemos rejeitar o conhecimento de Deus para o nosso bem.
Dt 10:1 Naquele mesmo tempo me disse o SENHOR:
               Alisa duas tábuas de pedra, como as primeiras,
                              e sobe a mim ao monte, e faze-te uma arca de madeira;
               Dt 10:2 E naquelas tábuas escreverei as palavras
                              que estavam nas primeiras tábuas, que quebraste,
                                            e as porás na arca.
Dt 10:3 Assim, fiz uma arca de madeira de acácia,
               e alisei duas tábuas de pedra, como as primeiras;
                              e subi ao monte com as duas tábuas na minha mão.
Dt 10:4 Então escreveu nas tábuas, conforme à primeira escritura,
               os dez mandamentos, que o SENHOR vos falara no dia da assembléia,
                              no monte, do meio do fogo; e o SENHOR mas deu a mim;
               Dt 10:5 E virei-me, e desci do monte, e pus as tábuas
                              na arca que fizera; e ali estão, como o SENHOR me ordenou.
Dt 10:6 E partiram os filhos de Israel de Beerote-Bene-Jaacã a Moserá;
               ali faleceu Arão, e ali foi sepultado, e Eleazar, seu filho,
                              administrou o sacerdócio em seu lugar.
Dt 10:7 Dali partiram a Gudgodá, e de Gudgodá a Jotbatá,
               terra de ribeiros de águas. Dt 10:8 No mesmo tempo o SENHOR
                              separou a tribo de Levi, para levar a arca da aliança
                              do SENHOR, para estar diante do SENHOR, para o servir,
                                            e para abençoar em seu nome até ao dia de hoje.
               Dt 10:9 Por isso Levi não tem parte nem herança com seus irmãos;
                              o SENHOR é a sua herança, como o SENHOR teu Deus
                                            lhe tem falado.
Dt 10:10 E eu estive no monte, como nos primeiros dias,
               quarenta dias e quarenta noites; e o SENHOR me ouviu
                              ainda por esta vez; não quis o SENHOR destruir-te.
Dt 10:11 Porém o SENHOR me disse:
               Levanta-te, põe-te a caminho adiante do povo, para que entrem,
                              e possuam a terra que jurei dar a seus pais.
Dt 10:12 Agora, pois, ó Israel, que é que o SENHOR teu Deus pede de ti,
               senão que temas o SENHOR teu Deus,
               que andes em todos os seus caminhos,
               e o ames, e sirvas ao SENHOR teu Deus
                              com todo o teu coração e com toda a tua alma,
               Dt 10:13 Que guardes os mandamentos do SENHOR,
                              e os seus estatutos, que hoje te ordeno, para o teu bem?
Dt 10:14 Eis que os céus e os céus dos céus são do SENHOR teu Deus,
               a terra e tudo o que nela há.
Dt 10:15 Tão-somente o SENHOR se agradou de teus pais para os amar;
               e a vós, descendência deles, escolheu, depois deles, de todos os povos
                              como neste dia se vê.
               Dt 10:16 Circuncidai, pois, o prepúcio do vosso coração,
                              e não mais endureçais a vossa cerviz.
               Dt 10:17 Pois o SENHOR vosso Deus é o Deus dos deuses,
               e o Senhor dos senhores, o Deus grande, poderoso e terrível,
                              que não faz acepção de pessoas, nem aceita recompensas;
               Dt 10:18 Que faz justiça ao órfão e à viúva, e ama o estrangeiro,
                              dando-lhe pão e roupa.
                              Dt 10:19 Por isso amareis o estrangeiro,
                                            pois fostes estrangeiros na terra do Egito.
               Dt 10:20 Ao SENHOR teu Deus temerás;
                              a ele servirás, e a ele te chegarás, e pelo seu nome jurarás.
               Dt 10:21 Ele é o teu louvor e o teu Deus, que te fez estas grandes
                              e terríveis coisas que os teus olhos têm visto.
               Dt 10:22 Com setenta almas teus pais desceram ao Egito;
                              e agora o SENHOR teu Deus te pôs
                                            como as estrelas dos céus em multidão.

Moisés fala dos setenta que foram para o Egito que provavelmente se referia a contagem apenas dos homens – Gn 46. Incluindo-se mulheres e crianças, poderiam os números atingirem um contingente de 150 ou mais pessoas.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

2 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.