sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

TEMA: Criação, Queda, Redenção e Consumação! - 115 - Faltam 449 dias para 26/04/13 e 860 dias para a Copa

Descendente: o Cristo! Descendência: a igreja. Reparem, todavia, que há também uma descendência da serpente que como perseguia o descendente (Cristo), agora persegue a descendência de Cristo.
Se a história do AT é a história da semente apontando para aquele prometido, o que é a história do NT? É o registro do nascimento, vida e obra deste descendente que se perpetua agora nos descendentes nascidos dele ou por meio dele.
O livro, chamado de Atos dos Apóstolos, não tem uma conclusão, não tem um fim. Ele continua a sua história para incluir a sua parte e a minha e a da igreja até que ele volte, como prometeu.
O descendente veio do ventre da mulher e a descendência da serpente, de qual ventre vieram, estão vindo e continuarão a vir até o dia que houver a consumação de tudo? Também provém da mulher. De uma só procedem o descendente e a descendência, pois todos os homens são nascidos da mulher, exceto o primeiro Adão.
Há uma geração de malígnos, filhos do diabo, chamados de joio em meio ao trigo. Judas era do malígno, por isso que permaneceu com o Senhor, sendo seu apóstolo, por todo o ministério terreno de Cristo, por um período de três anos e meio.
Por meio de Judas, escolhido pelo próprio Senhor, depois de uma noite de orações, nosso Deus nos ensinou que não compete a nós a separação, no presente momento, entre o joio e o trigo. Eu sei pela palavra de Deus que habito com o joio e com o trigo, mas não posso fazer qualquer julgamento, como não o fez o Senhor.
Judas era ladrão, não se firmava na verdade, seu coração estava na bolsa de dinheiro que tomava conta, na fama, no egoísmo, no orgulho, na vaidade e no pecado, mas dissimulava tão bem que enganava até os próprios escolhidos, os outros onze apóstolos.
Apesar disso, o Senhor não o expôs, não o discriminou, não o tratou mal, mas confiou no julgamento de seu Pai que a seu tempo revelaria quem era e qual seria o seu fim. Quem somos nós para julgarmos nosso irmão hoje?
Cristo amou Judas e lutou por ele até o fim. Na Santa Ceia, o honrou, permitindo que se assentasse ao seu lado direito e metesse consigo a sua mão no prato. A mensagem de Jesus para nós por meio de Judas é a de que devemos acreditar na conversão do pecador até as últimas consequências, quando então já não dependerá mais de nós, mas do julgamento do Justo Juiz.
Jesus, creio, estaria disposto a perdoá-lo e a aceitá-lo, mas Judas não aceitou o perdão e preferiu o remorso e a dor da sua culpa porque seu coração era do malígno. Jesus Cristo, a semente messiânica, o esperado das nações, o redentor e mediador entre Deus e os homens, morreu, creio, por todos os homens, mas não serão todos os homens que serão salvos.
Por quem Jesus Cristo morreu? Lembram-se de John Owen? ... Amanhã, prosseguiremos...
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.