sábado, 18 de fevereiro de 2012

O que fazer quando estamos aflitos?- parte 7

Eu assim creio que o Criador de todas as coisas se importa conosco e com as nossas idiossincrasias, nosso jeito especial de ser, com nossos defeitos e virtudes. Foi por nós que ele enviou o seu único Filho, Jesus Cristo.
Quando um cientista como Adauto Lourenço fala, demonstra e prova que o número de grãos de areia de toda a terra é menor do que o número de estrelas nos céus e que isso foi criado por Deus, eu fico encafifado.
Você já reparou que Deus nunca precisou do homem para gerenciar nada, mas nada mesmo no universo inteiro? Quando foi que o homem fez alguma intervenção, por mínima que seja, na estrutura e ordem do universo incomensurável criado?
Deus tem tudo sobre o seu controle e sempre o terá. Cientistas, dizem, estão preocupados com a quantidade disso ou daquilo na terra ou no mar e que agora estão lutando para fazer isso ou aquilo. Eu simplesmente me rio de tudo isso. É piada! O homem querendo ajudar a Deus a gerenciar o universo... o homem depende de Deus e se, com seu poder e conhecimento atuais, agredir o meio ambiente, Deus requererá dele todo mal feito.
Ana conhecia o Senhor e por isso derramou diante dele a sua alma. Ela balbuciava, seus lábios tremiam, sua voz era intercortante, ela agonizava diante do Senhor que a ouvia. O que me causa espécie é que Deus ouve as nossas orações. Isso é tremendo!
Quando oramos e desabafamos diante dele, muitas das vezes murmuramos dizendo que estamos sendo tolos e que ninguém está nos ouvindo e ai cometemos até afrontas. Não é assim, amados, Deus nos ouve sempre, mesmo quando falamos palavras que não é lícito nem reproduzi-las diante dele.
Sabe aquele momento que você mais está sentindo dor, aquela dor na alma? Que os céus parecem de ferro e o chão de bronze e tudo está cinza, nebuloso e você se sente só, completamente só, já perto da loucura de um ato tresloucado? Eu creio, eu creio, que neste momento já é Deus te carregando no colo dele. É tal qual "pegadas na areia".
"Uma noite eu tive um sonho...
Sonhei que estava andando na praia com o Senhor, e através do Céu, passavam cenas de minha vida. Para cada cena que passava, percebi pegadas na areia; uma era minha e a outra do Senhor.
Quando a última cena de minha vida passou diante de nós, olhei para as pegadas na areia, notei que muitas vezes no caminho da minha vida havia apenas um par de pegadas na areia. Notei também que isso aconteceu nos momentos mais difíceis
da minha vida. Isso aborreceu-me deveras e perguntei então ao Senhor:
- Senhor, Tu me disseste que, uma vez que eu resolvi Te seguir, Tu andarias sempre comigo, todo o caminho, mas notei que nos momentos das maiores atribulações do meu viver havia na areia dos caminhos da vida, apenas um par de pegadas. Não compreendo... Porque nas horas em que eu mais necessitava Tu me deixastes?
O Senhor respondeu :
- Meu precioso filho, Eu te amo e jamais te deixaria nas horas da tua prova e do teu sofrimento. Quando vistes na areia apenas um par de pegadas, foi exatamente aí que EU TE CARREGUEI EM MEUS BRAÇOS!"
Por isso eu quero como Ana te desafiar a lançar sobre ele todas as nossas ansiedades porque ele tem cuidado de nós. Até amanhã.
Contagem regressiva: Faltam 434 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 18/02/12) e 845 dias para a Copa.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.