sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

O que fazer quando estamos aflitos?- parte 6

Resumindo o que já vimos até aqui para reforço: - Ana, primeiramente buscou ao Senhor e o buscou em orações e ali, no Templo do Senhor, orou com muita intensidade. Em segundo lugar, em meio à sua aflição terrível, fez votos ao Senhor e depois cumpriu fielmente o que havia votado.
Sobre os votos ao Senhor, creio que não é bom que votemos, mas se o fizermos, não estaremos errando. No entanto, erraremos se desprezarmos nossos votos ao desrespeitar a pessoa a quem votamos. Não devemos desprezar o Criador, nem tratá-lo irreverentemente.
Deus não é nosso brinquedo ou amuleto ou magia especial contra males e dores. Jamais devemos negociar com Deus com nossas obras, sentimentos, jejuns, feitos e até mesmo santidade, porque quando sou santo para conseguir de Deus, crédito, então não sou santo coisa nenhuma, estou sendo malígno.
Depois disso, ela apanhou a sua ansiedade e a lançou aos pés do Criador. Somos assim orientados pelo apóstolo Pedro:
I Pedro 5:7 lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós.
Nós devemos, orienta-nos Pedro, a entregar a ele, o Senhor, nossa ansiedade pelo simples fato de que ele tem cuidado de nós. Se não lançamos aos seus pés as nossas ansiedades, então, não estamos crendo que ele está cuidando de nós e isso é grave pecado e ofensa a Deus.
Permitam-me contar um pequeno testemunho. Ontem, lembrei-me de minha doce mamãe porque o Senhor me deu uma excelente oportunidade de exaltá-lo diante de algumas pessoas ilustres, inclusive um deles já foi Diretor da área de Tecnologia da ECT.
O papel de parede de meu computador é uma foto de um pulsar da nebulosa de caranguejo (uma estrela de nêutrons), da constelação de Touro cuja intensidade é tão magnífica que extrapola a física moderna e desafia os cientistas que não conseguem medi-la.
Eles pararam diante de minha tela e ficaram três pessoas contemplando, conversando, examinando...
Então, cheguei e falei com eles e me fizeram um montão de perguntas e falei do que se tratava a imagem e do desafio da física moderna, falei sobre Adauto Lourenço e sobre os grãos de areias que são menores que o número de estrelas presentes no universo e que a minha intenção era que ao contemplar eu a imagem, lembrar-me da glória de Deus que era ainda maior... Eles ficaram pasmos e o nome do Senhor foi ali glorificado. Aleluias!
Porque contei este testemunho e o que ele tem a ver com ansiedade e com Deus cuidar de nós? Ele simplesmente tem tudo a ver. Ora, se Deus tem poder para manter em funcionamento todas as estrelas do universo, por acaso não administrará com eficácia as nossas ansiedades?
Deixe-me voltar as estrelas para vermos o poder de Deus como é icomensurável.
Há 3 destinos previstos para uma estrela. Como todos sabemos, as estrelas nascem, se desenvolvem e morrem. Ao morrerem, dependendo de seu tamanho e poder elas se transformam:
  1. Em anãs brancas (é o caso futuro de nosso sol, considerada uma estrela pequena);
  2. Ou em estrelas de nêutrons, é o caso do nosso exemplo que está intrigando os cientistas devidos valores de emissão de Raios-Gama além dos modelos físicos existentes; e,
  3. Ou em buracos negros onde até a luz se torna prisioneira de seu campo gravitacional.
A quantidade de energia que está intrigando os cientistas, no caso do pulsar da nebulosa de caranguejo, é da ordem de 1 bilhão de vezes superior à luz do sol visível. Continua...
Contagem regressiva: Faltam 435 dias para 26/04/13 (Inicio: 31/07/10). (hoje: 17/02/12) e 846 dias para a Copa.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.