quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

TEMA: Criação, Queda, Redenção e Consumação! - 107 - Faltam 458 dias para 26/04/13 e 869 dias para a Copa

Quantas histórias e fatos e acontecimentos ficaram para trás que nem chegamos a comentar. Tanto na época dos dois reinos onde Deus levantava seus profetas como no exílio de cada um dos povos, na sua volta e no período conhecido como de silêncio que durou uns 400 anos ou mais, justamente o período que antecedera a vinda do Messias esperado e anunciado desde Gn 3:15.
Enquanto se cumpria o tempo para a semente vir, ela estava viva e de geração a geração perpassando a história e fazendo a história de Israel. Davi gerou a Salomão de Bate-Seba e também a Natã. A linhagem é contada por Lucas considerando a Natã e por Mateus considerando a Salomão. De Natã até Cristo, temos, por Lucas, 41 gerações e por Mateus 27.
O acontecimento mais esperado do universo, assim, de forma tão simples, aconteceu. Anjos e camponeses participaram desse grande momento. Anjos anunciaram a alguns pastores que estavam no campo o que estava acontecendo. O salvador dos homens estava chegando! Todas as profecias, história, natureza apontava para aquele dia que o Senhor nos fez e os homens não se deram conta do que estava acontecendo e distraídos nada perceberam.
O Criador bendito nascera numa manjedoura junto com espécies de sua própria criação porque não havia, entre os homens, lugar para ele nascer. As estrebaria estavam cheias e José e Maria tiveram o seu bebe em um humilde lugar.
Não era numa nave especial que nosso Deus estava vindo visitar a sua criação. Não era num veículo espacial, especial com luzes e trovões e relâmpagos e vozes e saraiva, mas num dia comum, numa terra simples, num momento da história que Roma dominava a Israel.
Os grandes religiosos da época e guardiões do templo, os doutores da lei, os teólogos, os que conheciam as Escrituras, mas não criam nela, os cientistas, os comerciantes, os homens de negócios, os reis, as autoridades, os maiorais do povo, ninguém conseguiu discernir aquele momento. nem mesmo os camponeses, mas tão-somente àqueles a quem Deus anunciou e revelou.
Somos, portanto, amantes mais da glória dos homens do que da glória de Deus. O pecado nos cegou tão completamente que não temos espaço em nossos corações para o nascimento do Salvador. Se não é o próprio Senhor a nos revelar e a nos mostrar a sua salvação, pereceríamos em nossos próprios pecados.
Os céus, as estrelas, anjos, a natureza todos anunciando o momento mais importante de toda a história dos homens e cade um homem se quer? Quem testemunhou a chegada do Salvador? Apenas Maria, a escolhida dentre todas as mulheres e José que, certamente, auxiliou o parto do Salvador. Eram testemunhas humanas porque não poderiam deixarem de ser. O pior é que continuamos a aceitarmos as glórias uns dos outros e continuamos a nos esquecermos da glória de Deus. Perdoe-nos, Senhor!
Amanhã, prosseguiremos...
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.