quarta-feira, 16 de junho de 2010

365 dias de propósito! Dia 330/365

TEMA: O Perigo da Rejeição do Conhecimento de Deus 3 – Rm 1:18-32
O pecado tornou o homem cego, surdo, malígno, já não discerne as coisas e anda se escondendo de tudo e de todos. Extraímos dos vs 21 a 23 duas atitudes principais e 4 decorrentes que os homens, tendo conhecimento de Deus, tomaram por causa do engano do pecado:
 
  1. Não o glorificaram como Deus,
  2. Não lhe deram graças,
  1. Se desvaneceram em seus discursos
  2. O seu coração insensato se obscureceu.
  3. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.
  4. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.
 
A primeira pergunta do Catecismo Maior de Westminster é 1. QUAL É O FIM SUPREMO E PRINCIPAL DO HOMEM? E a resposta é: O FIM SUPREMO E PRINCIPAL DO HOMEM E GLORIFICAR A DEUS E GOZÁ-LO PARA SEMPRE, sendo as referências: Rom. 11:36; 1 Cor. 10:31; Sal. 73:24-26; João 17:22-24.
 
A primeira atitude de que fala o Catecismo Maior de que o homem deve tomar é a de glorificar a Deus e a segunda é gozá-lo para sempre. Comparativamente, a primeira atitude que os homens tomam é a de não glorificarem Deus e a segunda, não lhe darem graças.
 
Quando não o glorificamos nem lhe damos graça, a conseqüência é que os nossos discursos se desvanecem, isto é, nossa atividade mental e produtiva é desvanecente, sem graça, não produtiva. O discurso por ser uma atividade intelectual tremendamente elaborada com um fim de comunicar idéias, pensamentos e imaginações visando comunicação e um relacionamento se torna, pela ausência da glorificação de Deus, truncado, sem sabor.
 
Nossos corações insensatos por lhe faltar o senso se obscurecem e envolvidos em trevas falamos e raciocinamos de forma ilógica e confusa. Ao invés de nos tornarmos sábios, tornamo-nos loucos e o resultado é uma mente reprovada que vai buscar um substituto para a glória de Deus incorruptível. Criamos então os nossos deuses, divinizamos alguns homens e algumas mulheres indo ainda no absurdo de o fazermos com aves, quadrúpedes e répteis.
 
A palavra de Deus adverte dizendo que se tornem semelhante a eles os que o adorem. “ A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam.” (Sl 115:8). Nossa natureza é mesma de adoração. Ao rejeitarmos glorificarmos a Deus, acabamos a adorar homens, quadrúpedes e répteis. Misericórdias!
 
Podemos tirar outra conclusão além da que todos os homens têm conhecimento de Deus:
 
TODOS OS HOMENS SÃO ADORADORES!
 
O ateu, o religioso, o crente, o satanista, o agnóstico, o céptico todos são adoradores de algo para substituir a Deus. O homem foi feito para adorar a Deus e por que não o glorificam nem o gozam acabam glorificando outra coisa, inclusive a sua própria insanidade. Amanhã continuaremos.
 
A Deus toda a glória!
 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.