sábado, 12 de junho de 2010

365 dias de propósito! Dia 326/365

TEMA: Deus está no controle de tudo e de todas as coisas 11 – Jo 6: 15-21


Jamais poderia esquecer que hoje é um dia especial e por isso não poderia deixar de mandar uma saudação especial àquela que é a minha eterna namorada: JU, TE AMO! Afinal de contas são 23 anos de uma história de amor que não tem fim. Eu pensava que o tempo iria nos esfriar, mas Deus, tudo renova e tem renovado nosso amor e respeito. O marido deve amar a sua mulher como Cristo amou a sua igreja e a mulher deve respeitar o seu marido.

 

Um dia eu tinha ficado chateado com ela, a minha amada e o Senhor me chamou a atenção com três perguntas fatais. Você ama, meu filho, a sua esposa? Na primeira e segunda vez eu respondi sim, eu a amo. Na terceira, a pergunta foi: você ama, meu filho, a sua mulher como eu amei a minha igreja? Ai tive de responder que isso era impossível.

 

Tudo o que eu fizer entao de esforço por amá-la e respeitá-la, segundo os padrões divinos, é insuficiente para atingir o mínimo que Deus requer em nosso relacionamento. Eu devo amá-la como Cristo amou a sua igreja e por ela deu a sua vida. Se eu tiver como padrão de amor, o padrão Cristo e igreja, ele me será tão alto, mas tão alto, que jamais o atingirei. Logo todos os meus esforços por amá-la, diz Deus, são insuficientes ao que ele requer.

 

Então, o que farei? Desistirei de amá-la porque o padrão é alto demais? Lógico que não. O padrão é alto para me mostrar que Deus quer que eu a honre e a respeite e nela acredite e invista meu tempo, meus dons, meus talentos. O amor não deve ser apenas de aparência ou para autosatisfação, mas deve envolver todo o nosso ser, nossa vontade. Cristo está pacientemente preparando a sua igreja gloriosa para apresentá-la ao Pai.

 

Aqui o mistério Cristo e igreja é grande demais. Deus o autor da vida escolheu a figura de noivos e de casamento, de homem e mulher, de união, para representar o seu amor por nós. Em toda as Escrituras vemos Deus como aquele que pacientemente trabalha e investe em sua mulher, figurativamente, Israel, seu povo, sua igreja. Ora, porque o Espírito Santo trabalhou com essas figuras? Para nos dar o exemplo de o quanto é sério, espiritual, profundo o amor entre um homem e uma mulher.

 

Muitos hoje em dia não valorizam e despresam os ensimanentos do Espírito Santo e buscam o que chamam de sua felicidade. Hoje não queremos adorar nem seguir ao Senhor, queremos ser felizes e isso significa derrubar tabus, vencer preconceitos, paradigmas e o principal deles é essa questão da união entre sexos opostos. Acaba não importanto quem, mas o ser feliz, o sentir-se bem, ainda que do mesmo sexo. Isso é enganoso, malígno, pois tal felicidade que se busca somente pode ter sua plenitude e eficácia obedecendo os mandamentos de Deus e não rejeitando o seu conhecimento.

 

Oremos para que possamos nos despertar enquanto ainda há tempo. Deus fez homem e mulher e o que Deus uniu não o separe o homem. Não desista de seu cônjuge, não desista de seu casamento, não desista de seu relacionamento, não desista de sua fé em Deus. Se Deus os uniu, ele dará a vitória a vocês. Acreditar no amor é acreditar que Deus tem controle de tudo e de todas as coisas.

 

JU, TE AMO! Finalizo minha meditação de hoje com essa frase. Você que tem namorada ore a Deus e agradeça por ele ter te dado a sua igreja. Tenha paciência com ela e demonstre de fato e de verdade e não apenas de palavras o seu amor, como Cristo fez com sua igreja. Feliz dia dos namorados!

 

A Deus toda a glória!

Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.