quarta-feira, 2 de junho de 2010

365 dias de propósito! Dia 316/365

TEMA: Deus está no controle de tudo e de todas as coisas – Jo 6: 15-21

Aleluias! Este é mais um dia que o Senhor nos fez, nos preparou, criou para nós, alegremo-nos nele (Sl 118:24). Meu mano, hoje é o dia de teu aniversário! João C. B. feliz aniversário neste dia tão lindo. Jesus te ama muito e tem uma grande obra para realizar em você, com você e para a glória do Reino de Deus e a sua Justiça. Crê, tão somente.

 

Hoje também iremos viajar na grande pescaria da Primeira Igreja Presbiteriana de Taguatinga. Iremos pescar no Rio Araguaia, em Aruanã. Ficaremos hospedados na Associação dos Servidores do Banco Central – ASBAC, local muito bom com ótima área de camping, campo de futebol, piscina, lazer, comida farta (café da manhã, almoço e janta), muitos bons momentos de meditação na palavra de Deus e, óbvio, um local muito bom para pescar.

 

Em nossa meditação de hoje, depois da multiplicação dos pães e da popularidade que Jesus tinha alcançado junto ao povo, havia uma expectativa no ar para o aclamarem rei. Todos, certamente estavam agitadíssimos, inclusive os seus discípulos. Ninguém ainda tinha entendido a real missão de Cristo nem seus propósitos.

 

Ao retirar-se deles, só, para o monte, certamente para orar e meditar, os discípulos ficaram na mão sem saberem certo o que se passava. Na mente deles poderiam estar perguntado, mas porque ele foge assim e desperdiça tão excelente oportunidade. Todos o amam. Todos o ouvem. Todos o respeitam. Essa seria a hora mais interessante e proveitosa para se lançar e se projetar ao mundo. Vejamos o que nos diz a sua palavra:

 

15  Sabendo, pois, Jesus que haviam de vir arrebatá-lo, para o fazerem rei, tornou a retirar-se, ele só, para o monte. 16 E, quando veio a tarde, os seus discípulos desceram para o mar. 17 E, entrando no barco, atravessaram o mar em direção a Cafarnaum; e era já escuro, e ainda Jesus não tinha chegado ao pé deles. 18 E o mar se levantou, porque um grande vento assoprava. 19 E, tendo navegado uns vinte e cinco ou trinta estádios, viram a Jesus, andando sobre o mar e aproximando-se do barco; e temeram. 20 Mas ele lhes disse: Sou eu, não temais. 21 Então eles de boa mente o receberam no barco; e logo o barco chegou à terra para onde iam.” (Jo 6:15-21).

 

Jesus havia saído da presença deles provavelmente no fim da tarde e tinha quebrado aquela expectativa que em todos havia de o proclamarem rei e assim estavam curtindo uma espécie de frustração e tristeza. O dia tinha amanhecido e eles desceram para o mar e tomaram um barco para atravessarem o mar em direção a Cafarnaum. Passou o dia e já era escuro e ainda Jesus não tinha chegado até eles. Em horas, sem o Mestre e Senhor, já estávamos ai com umas 24 horas ou mais.

 

Uma noite e um dia e nada de Jesus. Quais teriam sido as discussões ali naquele barco? Quantas não eram as dúvidas naqueles corações que viram seu sonho e oportunidade irem embora? Quem era esse Jesus? Por que fugiu? Será que ele nos ama mesmo? Não dá para sabermos, mas havia tristeza, decepção, medo, incerteza do futuro, dúvidas nos corações.... continuaremos amanhã, de lá de Aruanã. Aleluias!

 

A Deus toda a glória! - Acompanhamento de Minhas Leituras Diárias – estou pensando em armazenar essas informações em algum outro lugar, enquanto isso, as atualizações somente serão feitas futuramente.

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.