quinta-feira, 10 de março de 2016

Vamos Orar pelo Brasil?

Chegou a nossa h(ora) de orar com fé!
...
Click e ouça:  Orar-10-3-16 

Manifestação nas ruas em 13 de março de 2016 - Há esperanças para o Brasil... mas você precisa orar!

“Neste próximo domingo 13 eu irei à igreja, celebrarei a Ceia do Senhor e depois irei às ruas. Você meu irmão, deve ir à igreja e à rua também.

Sim, ir à rua pelo Brasil, é uma extensão da adoração. (I Coríntios 10:31). Precisa dizer às raposas que envergonham e achincalham o nosso país que você não concorda com o estado de coisas em que vivemos.

Diga que não aguenta mais ver o pobre sem saúde, a criança sem educação de qualidade, o jovem egresso da Universidade sem rumo e sem chão por falta de emprego e a violência ceifando inocentes.

Grite que está cansado de corrupção, de ironização da nossa Democracia por grupos de raposas (Herodes) que escravizam a nossa nação e que vivem nababescamente, sem escrúpulo, desavergonhadamente.

Este protesto seu, é o espírito do Evangelho. Jesus está na rua, reza Lucas, quando Herodes lhe manda um recado para que se cale e volte para casa.

Jesus envia um recado a Herodes: "Ide dizer a essa raposa que, hoje e amanhã, expulso demônios e curo enfermo e, no terceiro dia, terminarei”. (Lucas 13:32).

Esse estado de coisas precisa findar, a jararaca precisa ter a cabeça esmagada pela justiça, seus filhotes também. Herodes é uma autoridade permitida, mas não é divina.

Quando se corrompe precisa que alguém lhe diga: "Nenhum poder terás mais sobre mim; porquanto, te corrompeste e não és mais digna do meu respeito." (João 19:11).


O mal por si mesmo é o mal. Não falar é falar, não agir é agir. Viva o Brasil, viva a liberdade, viva o Estado de Direito. Ninguém está imune a ele, nem o Barba, nem os seus comparsas.” (Pr. Joel Paulo Sousa Filho).


Meus queridos, sobre a oração quero ainda lembrá-los do que o Pr. Ian Lima, do Ministério Mais de Deus disse: "A pior coisa que aconteceu com a igreja nesse mundo marcado pelo pós-modernismos a meu ver tem sido seu completo abandono da vida de oração. 

Ao relativizarmos a oração, cometemos contra nós mesmos um atentado. O mundo sempre foi hostil à igreja, mas uma igreja que ora sempre terá auxilio dos céus em sua direção. Não importa o pluralismo, a tecnologia e a indiferença onde existe oração, as muralhas são arrebentadas pelo poder de Deus. 

Lembremos que oração não é fuga, nem escapismo, ou ficar alienado, pois quem ora, vence; pois esta ao lado daquele que venceu poderosamente na cruz.

Todos nós subestimamos o valor insubstituível de uma vida cheia de oração. Podemos contextualizar nossos sermões, podemos ser até relevantes, sermos ouvidos e respeitados. Todavia ao abandonarmos a oração, a vida intima com Deus, abandonamos a nossa fonte primaria e única de poder. 

Nós colocamos em uma situação perigosa de independência de pensarmos que sozinhos poderemos enfrentar as forças contraria a nós. 

Sem uma vida dobrada no altar da oração, podemos programar nossas ações evangelísticas e intelectuais para perder essa batalha contra esse sistema atual. Ao abandonarmos a oração ficamos a merce da própria sorte. Nada, digo, nada pode substituir a oração; nada , nada: eloquência alguma , intelecto algum muda os destino de um homem mas uma igreja que ORA vai ter poder dos céus, unção e graça, para ganhar almas. 

Sem oração sem poder" Ou nas palavras de John Piper "A oração faz coisas acontecerem que se não orássemos, não aconteceriam".


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.