sexta-feira, 24 de outubro de 2014

II Crônicas 35:1-27 - ERROS FATAIS EM JOSIAS, O MODELO DE REFORMADOR.

Nós nos encontramos no penúltimo capítulo, 35, na última parte (Judá e Israel reunificados) de quatro no total pela qual dividimos I e II Crônicas.
I. As genealogias do povo de Deus – 1:1 a 9:34 – já vista.
II. O reino unido – 9:35 a II Cr 9:31 – já vista.
III. O reino dividido – 10:1 a 28:27 – já vista.
IV. O reino unificado – 29:1 a 36:23 – estamos em estudo.
Como já dissemos, sobre o reino reunificado, doravante, tudo agora seria em conjunto e não mais provenientes de duas regiões com dois poderes. As experiências de bênçãos e provações, exílio e livramento, seriam agora experiências conjuntas de um povo reunificado, em torno de um só templo.
Esta última parte IV de  I e de II de Crônicas foi, didaticamente, dividida em seis partes.
A. O reinado de Ezequias – 29:1 a 32:33 – já vimos.
B. O reinado de Manassés – 33:1-20 – já vimos.
C. O reinado de Amon – 33:21-25 – já vimos.
D. O reinado de Josias – 34:1 a 35:27 – concluiremos agora.
E. Os últimos anos – 36:1-14.
F. Dificuldades, exílio e esperança – 36:15-23.
D. O reinado de Josias (640-609 a.C.) – II Cr 34:1 a 35:27; II Re 22:1 – 23:30 - continuação.
O narrador de Reis enfatiza a Páscoa no reinado de Josias (II Re 23:21-23; II Cr 35.1-19), mas o cronista expande a observação sucinta e a transforma num foco importante do seu registro. É evidente que essa parte das reformas de Josias foi detalhada a fim de inspirar os leitores pós-exílio a participar plenamente das cerimônias do templo restaurado.
Como Ezequias – 30:1 a 31:1 -, Josias observou com grande entusiasmo a comemoração nacional da Páscoa no templo – Ed 6:13-22.
No décimo oitavo ano de seu reinado, Josias celebrou a páscoa que conforme relato bíblico jamais houve uma semelhante desde o início das celebrações das páscoas em Juízes – vs 18.
Relembrando a história, veremos que durante os 40 anos no deserto onde não faltavam o maná- pão do céu – nem a presença de dia da nuvem e de noite da coluna de fogo, nenhuma páscoa foi celebrada. Somente a primeira páscoa, na saída do Egito.
No entanto quando adentraram a Terra Prometida e cessou o maná, a nuvem e a coluna de fogo e puderam tirar da terra o seu sustento é que celebraram a segunda páscoa que deveria ser uma festa anual.
O que Josias estava dizendo é que nenhuma páscoa desde a época dos juízes até aquela data tinha sido celebrada daquela forma que eles estavam celebrando, de acordo com o Livro da Aliança.
Josias ainda aboliu os médiuns, os feiticeiros, os ídolos do lar, os ídolos e todas as abominações que se viam por aquelas regiões tudo para cumprir as palavras da lei.
O narrador dá seu testemunho acerca dele de que ele fora um rei sem igual pois ao se converter ao Senhor o fez de todo o seu coração, alma e forças, conforme a Lei de Moisés. Nem antes, nem depois dele se levantou um rei assim tão zeloso do Senhor.
Mesmo assim, o Senhor não desistiu de trazer o seu juízo sobre Judá por conta de todas as provocações com que Manassés o tinha irritado.
Por isso que afirmou que a Judá iria tirar de diante da sua face, como tirou a Israel, e ainda que rejeitaria a cidade de Jerusalém que tinha escolhido, como também a casa de que disse: Estará ali o meu nome.
Os dois reinos no cativeiro por causa da rejeição ao Senhor!
A batalha com Neco e o fim do reinado – II Cr 35:20-27; II Re 23:28-30.
Após um encerramento bem curto, o narrador bíblico acrescenta um relato sobre a morte de Josias numa batalha contra o Faraó Neco do Egito.
Faraó Neco governou o Egito de 610 a 595 a.C. Depois do declínio do império assírio, se levantou a Babilônia como nação mais poderosa do Oriente Próximo. É provável que Neco tenha deslocado suas tropas para socorrer os assírios que lutavam contra os babilônios.
O texto bíblico aqui não deixa claro se Josias morreu em combate ou num encontro com Neco antes da batalha.
No livro de II Crônicas, no capítulo 35, versos de 20 a 27, são feitas explicações mais detalhadas sobre este final na vida de Josias que testificou contra ele em seu bom testemunho até o presente.
Um dos erros de Josias foi se aliar aos babilônios – II Cr 35:21. Isso significava que ele mesmo tinha transgredido o princípio de não se aliar a outras nações, conforme o cronista observa com frequência acerca dos reis de Judá.
Outro erro dele, foi ir contra a palavra do Senhor proferida por Neco. Mesmo um rei que havia colocado o templo em ordem, experimentaria a retribuição divina caso ignorasse a Palavra de Deus.
Se Deus, em sua soberania, usou uma jumenta para advertir Balaão – Nm 22:26-30 -, ele também usou um rei pagão para adverti-lo e Josias, foi teimoso contra essa palavra e se deu mal, pois foi ferido gravemente com uma flecha que acabou  matando ele no caminho de volta para Jerusalém.
II Cr 35:1 Então Josias celebrou a páscoa ao SENHOR em Jerusalém;
                e mataram o cordeiro da páscoa no décimo quarto dia
                               do primeiro mês.
                II Cr 35:2 E estabeleceu os sacerdotes nos seus cargos,
                               e os animou ao ministério da casa do SENHOR.
                II Cr 35:3 E disse aos levitas que ensinavam a todo o Israel
                               e estavam consagrados ao SENHOR:
                                               Ponde a arca sagrada na casa que edificou Salomão,
                                                               filho de Davi, rei de Israel;
                                                               não tereis mais esta carga aos ombros;
                                                               agora servi ao SENHOR vosso Deus,
                                                                              e ao seu povo Israel.
                                               II Cr 35:4 E preparai-vos segundo as vossas casas
                                                               paternas e segundo as vossas turmas,
                                                               conforme à prescrição de Davi,
                                                               rei de Israel, e a de Salomão, seu filho.
                                               II Cr 35:5 E estai no santuário segundo as divisões
                                                               das casas paternas de vossos irmãos,
                                                                              os filhos do povo; e haja para cada
                                                               divisão uma parte de uma família de levitas.
                                               II Cr 35:6 E imolai a páscoa, e santificai-vos,
                                                               e preparai-a para vossos irmãos, fazendo
                                                               conforme a palavra do SENHOR,
                                                                              dada pela mão de Moisés.
                II Cr 35:7 E ofereceu Josias, aos filhos do povo, cordeiros e cabritos
                               do rebanho, todos para os sacrifícios da páscoa, em número
                                               de trinta mil, por todos os que ali se achavam,
                                               e de bois três mil; isto era da fazenda do rei.
                II Cr 35:8 Também apresentaram os seus príncipes ofertas voluntárias
                               ao povo, aos sacerdotes e aos levitas: Hilquias, e Zacarias,
                               e Jeiel, líderes da casa de Deus, deram aos sacerdotes para
                                               os sacrifícios da páscoa duas mil e seiscentas reses
                                                               de gado miúdo, e trezentos bois.
                II Cr 35:9 E Conanias, e Semaías, e Natanael, seus irmãos,
                               como também Hasabias, e Jeiel, e Jozabade,
                               chefe dos levitas, apresentaram aos levitas,
                                               para os sacrifícios da páscoa, cinco mil reses
                                                               de gado miúdo, e quinhentos bois.
                II Cr 35:10 Assim se preparou o serviço, e puseram-se os sacerdotes
                               nos seus postos, e os levitas nas suas turmas,
                                               conforme a ordem do rei,
                II Cr 35:11 Então imolaram a páscoa; e os sacerdotes espargiram
                               o sangue recebido das mãos dos levitas que esfolavam
                                               as reses.
                II Cr 35:12 E puseram de parte os holocaustos para os darem
                               aos filhos do povo, segundo as divisões das casas paternas,
                                               para o oferecerem ao SENHOR, como está escrito
                                                               no livro de Moisés;
                                                                              e assim fizeram com os bois.
                II Cr 35:13 E assaram a páscoa no fogo, segundo o rito; e as ofertas
                               sagradas cozeram em panelas, e em caldeirões e em sertãs;
                                               e prontamente as repartiram entre todo o povo.
                II Cr 35:14 Depois prepararam para si e para os sacerdotes;
                               porque os sacerdotes, filhos de Arão, se ocuparam até à noite
                                               com o sacrifício dos holocaustos e da gordura;
                                                               por isso os levitas prepararam para si
                                                               e para os sacerdotes, filhos de Arão.
                II Cr 35:15 E os cantores, filhos de Asafe, estavam no seu posto,
                               segundo o mandado de Davi, e de Asafe, e de Hemã,
                                               e de Jedutum, vidente do rei, como também
                                                               os porteiros a cada porta;
                                               não necessitaram de se desviarem do seu ministério;
                                               porquanto seus irmãos, os levitas, preparavam
                                                               o necessário para eles.
                II Cr 35:16 Assim se estabeleceu todo o serviço do SENHOR
                               naquele dia, para celebrar a páscoa, e oferecer holocaustos
                               sobre o altar do SENHOR, segundo a ordem do rei Josias.
                II Cr 35:17 E os filhos de Israel que ali se acharam celebraram
                               a páscoa naquele tempo, e a festa dos pães ázimos,
                                               durante sete dias.
                II Cr 35:18 Nunca, pois, se celebrou tal páscoa em Israel,
                               desde os dias do profeta Samuel; nem nenhum rei de Israel
                                               celebrou tal páscoa como a que celebrou Josias
                                               com os sacerdotes, e levitas, e todo o Judá e Israel,
                                               que ali se acharam, e os habitantes de Jerusalém.
                II Cr 35:19 No décimo oitavo ano do reinado de Josias
                               se celebrou esta páscoa.
II Cr 35:20 Depois de tudo isto, havendo Josias já preparado
                o templo, subiu Neco, rei do Egito, para guerrear contra
                               Carquemis, junto ao Eufrates;
                                               e Josias lhe saiu ao encontro.
                II Cr 35:21 Então ele lhe mandou mensageiros, dizendo:
                               Que tenho eu contigo, rei de Judá? Não é contra ti que venho
                                               hoje, mas contra a casa que me faz guerra;
                                                               e disse Deus que me apressasse;
                                               guarda-te de te opores a Deus, que é comigo,
                                                               para que ele não te destrua.
                II Cr 35:22 Porém Josias não virou dele o seu rosto,
                               antes se disfarçou, para pelejar contra ele; e não deu ouvidos
                                               às palavras de Neco, que saíram da boca de Deus;
                                                               antes veio pelejar no vale de Megido.
                II Cr 35:23 E os flecheiros atiraram contra o rei Josias.
                               Então o rei disse a seus servos: Tirai-me daqui, porque estou
                                               gravemente ferido.
                II Cr 35:24 E seus servos o tiraram do carro, e o levaram no segundo
                               carro que tinha, e o trouxeram a Jerusalém;
                                               e morreu, e o sepultaram nos sepulcros de seus pais;
                                               e todo o Judá e Jerusalém prantearam a Josias.
                II Cr 35:25 E Jeremias fez uma lamentação sobre Josias;
                               e todos os cantores e cantoras, nas suas lamentações,
                                               têm falado de Josias, até ao dia de hoje;
                                               porque as estabeleceram por estatuto em Israel;
                                                               e eis que estão escritas nas lamentações.
                II Cr 35:26 Quanto ao mais dos atos de Josias, e as suas boas obras,
                               conforme o que está escrito na lei do SENHOR,
                II Cr 35:27 E os seus atos, tanto os primeiros como os últimos,
                               eis que estão escritos no livro dos reis de Israel e de Judá.
Um rei modelo de reformador caiu nas mãos de um rei Egípcio que lhe falou em nome do Senhor.
Toda Judá que agora era “todo Israel”, em breve, iria ser levado em cativeiro por 70 anos. Não se dá para calcular o número exato de páscoas desde a primeira até a última com Cristo, antes de sua morte e ressurreição, mas essa é a maior interrupção nessa celebração anual.
A primeira interrupção ocorreu no deserto entre a primeira e a segunda páscoa que durou 40 anos e agora essa de 70 anos.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 284 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.