sábado, 18 de outubro de 2014

II Crônicas 29:1-17 - PARTE IV - O REINADO UNIFICADO EM EZEQUIAS, REI MODELO DE CONFIANÇA EM DEUS

Parte IV – O REINO UNIFICADO
Veremos ao longo desses capítulos finais o reino de Judá e de Israel reunificados e como as bênçãos e os julgamentos divinos se aplicavam.
Estamos entrando numa nova era com o reinado de Ezequias que marca definitivamente uma nova era na história de Israel. O Reino do Norte estava praticamente destruída pelos assírios e somente Judá tinha permanecido.
Ezequias, filho de Acaz, o perverso, sentiu que o momento na história daquela nação apontava para uma liderança única e unida entre os dois reinos do norte e do sul e assim, reuniu representantes dos dois reinos a fim de formar um único reino com um só rei e um só templo em Jerusalém.
Doravante, tudo agora seria em conjunto e não mais provenientes de duas regiões com dois poderes. As experiências de bênçãos e provações, exílio e livramento, seriam agora experiências conjuntas de um povo reunificado, em torno de um só templo.
Estamos vendo que com Ezequias a época do reino dividido iniciada com Roboão e Jeroboão agora estava tendo o seu fim.
Esta última parte IV de  I e de II de Crônicas será, didaticamente, dividida em seis partes. A. O reinado de Ezequias – 29:1 a 32:33. B. O reinado de Manassés – 3:1-20. C. O reinado de Amon – 33:21-25. D. O reinado de Josias – 34:1 a 35:27. E. Os últimos anos – 36:1-14. F. Dificuldades, exílio e esperança – 36:15-23.
II Cr 29:1-17 Segmentação e Reflexões
Começaremos, a partir de agora, a ver a última parte de nossa divisão, conforme BEG. Nós já vimos as seguintes partes: I. As genealogias do povo de Deus – 1:1 a 9:34. II. O reino unido – 9:35 a II Cr 9:31. III. O reino dividido – 10:1 a 28:27. E, agora, estaremos fazendo nossas reflexões na parte IV. O reino unificado – 29:1 a 36:23.
A. O reinado de Ezequias – 29:1 a 32:33.
O cronista dedica mais atenção a Ezequias do que a qualquer outro rei, com exceção de Davi e Salomão. Ele incorpora o material de II Re 18.1-20.21, ao qual também nos valeremos, porém se desvia mais do que de costume do comentário de Reis, especialmente em seu relato extenso das reformas do templo realizadas por Ezequias e da celebração da Páscoa (29:3-31:1).
Ele estava tão interessado em mostrar ao povo do pós-exílio esse reinado que apresenta Ezequias como uma volta à glória do reino de Salomão. Na verdade, Ezequias não somente reunificou o povo (30:25) ,mas também restaurou o templo e suas cerimônias (29:3-31:1).
O reinado de Ezequias poderia ser dividido em quatro partes principais:
1.      Início (29.1-2),
2.      Restabelecimento do culto (29.3-31.21),
3.      As incoerências de Ezequias (32.1-31)
4.      O final do seu reinado (32.32-33).
Podemos perceber que a história de Crônicas em seus dois volumes, por enquanto está sendo, em primeiro lugar um preparativo para se chegar a Ezequias que estaria reunificando o povo a partir do exílio de Israel; em segundo lugar, a história desse povo agora reunificado até também o seu próprio exílio; e, em terceiro lugar, as anotações e registros do cronista visavam essa população do pós-exílio, cuja finalidade principal seria a reconstrução dos muros e do templo do Senhor.
Depois de Ezequias, ainda teremos mais sete reis em Judá antes da queda de Jerusalém para a Babilônia, com Nabucodonosor.
No quadro a seguir, poderemos ter uma visualização dos reis e reinados de cada um dos governantes de Judá e de Israel. Em Israel foram 20 os reis, mas nenhum deles ganhou qualquer destaque em Crônicas, a não ser de forma circunstancial por causa de alguma aliança ou envolvimento com Judá. O cronista não fala, nem explora, qualquer um dos 20 reis de Israel.
REIS DE JUDÁ E DE ISRAEL[1]
JUDÁ
DATA
ISRAEL
Roboão 930-913: Filho de Salomão: No início de seu reinado as tribos do norte se separaram das do sul para formar um reino independente  (I Re 12:1-24; 14:21-31).
Abias 913-910 (I Re 15:7-8).
Asa 910-869 (I Re 15:9-24).

931 a.C. (Divisão do reino de Salomão Sisaque ataca a Palestina)

Jeroboão I 930-909: Primeiro rei das tribos do norte depois da divisão do reino de Salomão (I Re 12:25-14:20).
Nadabe 909-908 (I Re 15:25-31)
Baasa 908-886: Assassinou Nadabe e usurpou o trono (I Re 15:32-16:7).

Josafá 869-848: Judá voltou a ser próspera durante o seu reinado, e houve paz entre Israel e Judá (I Re 22:41-50).

900 a.C.
Elá 886-885 (I Re 16:8-14).
Zinri 885 (I Re 16:15-20).
Tibni (885-880): Reinou com Onri (I Re 16:21-22).
Onri 885-874: Foi um dos reis mais importantes de Israel: Fortaleceu o reino por meio de alianças e conquistas e fez de Samaria a capital de Israel (I Re 16:23-28).
Acabe 874-853: Tentou unificar os elementos israelitas e os cananeus, o que pôs em risco a aliança com Deus (I Re 16:29-22 40)
Acazias 853-852 (I Re 22:51 II Re 1:18).
Jorão 852-841 (II Re 1:17; 3:1 8:15).

Jeorão 848-841 (II Re 8:16-24).
Acazias 841: Foi assassinado por Jeú, de Israel (II Re 8:25-29; 9:29).
Atalia 841-835: Usurpou o poder quando o seu filho Acazias foi assassinado (II Re 11).
Joás 835-796: Filho de Atalia: Subiu ao poder quando Atalia foi deposta por um complô palaciano (II Re 12).

850 a.C.
Jeú 841-814: Foi originalmente um oficial do exército; assassinou Jorão e erradicou o culto a Baal em Israel (II Re 9:30-10:36).
Jeoacaz 814-798 (II Re 13:1-9).

Amazias 796-767 (II Re 14:1-22).
Uzias ou Azarias 767-750: Reinou durante um tempo de paz com Israel: Fortaleceu e estendeu o seu reino (II Re 15:1-7).

800 a.C.
Jeoás 798-782 (II Re 13:10-25).
Jeroboão II 782-753: Em seu governo Israel gozou de prosperidade (II Re 15:1-7).
Zacarias 753: Reinou por seis meses (II Re 15:8-12.
Salum 752: Reinou por um mês (II Re 15:13-15).
Menaém 752-742 (II Re 25:16-22).

Jotão 750-735 (II Re 15:32-38; 15:30).
Acaz 735-715: Pediu ajuda aos assírios para fazer frente à Síria e Israel. Esse movimento tornou Judá dependente da Assíria (II Re 16).
Ezequias 715-686 (II Re 18:1 20:21) – o rei da reunificação de Israel e de Judá.

750 a.C.
Pecaías 742-740 (II Re 15:23-26).
Peca 740-732 (II Re 15:27-31).
Oséias 732-724: Ultimo rei de Israel. Em 727 a.C., Samaria caiu diante da Assíria e houve uma deportação em massa (II Re 15:30; 17).

Manassés 686-642 (II Re 21:1-18).

700 a.C.

Amom 642-640 (II Re 21:19-26).
 Josias 640-609 (II Re 22:1-23:30).
Jeoacaz 609 (II Re 23:31-33).
Jeoaquim 609-598 (II Re 23:34 24:7).

650 a.C.

Joaquim 598-597 (II Re 24:8-17).
Zedequias 597-586 (II Re 24:18-25:26) Em 586 a.C., Jerusalém caiu sob Nabucodonosor, rei da Babilônia (II Re 25:1-7).

600 a.C.

1.      Início (29.1-2).
Ezequias foi muito elogiado, tanto em Reis quanto em Crônicas. Ele foi considerado, pelo narrador bíblico, um dos melhores reis. Em II Re 18:5, o cronista o considera referência em confiar no Senhor, tanto que não houve quem confiasse em Deus como ele antes, nem depois.
A opção desse rei foi confiar no Senhor. Essa, ao meu ver, é uma das qualidades de homem de Deus que mais prezo e a que mais mexe comigo em meu ser.
Ezequias foi especialmente notável – padrão - na maneira como confiou no Senhor – vs 5, assim, como foram notáveis também, Salomão pela sua sabedoria – I Re 3:12 – e Josias, pela reforma que fez – II Re 23:25.
Sendo essa a sua opção a de confiar no Senhor e a ele se apegar não deixando de segui-lo e guardando os seus mandamentos, o Senhor foi com ele. Para onde ia, lograva bom êxito e assim, rebelou-se contra o rei da Assíria e não o serviu; feriu os filisteus até Gaza e seus limites, desde as atalaias dos vigias até à cidade fortificada.
Ao contrário de seu pai Acaz, Ezequias foi um exemplo no seu reinado. Ele foi um rei extraordinário em vários sentidos, inclusive na sua oposição à idolatria.
O ano em que começou a reinar foi o terceiro do rei Oseias, filho de Elá, rei de Israel. Começou com apenas 25 anos e reinou por 29 anos. Sua mãe se chamava Abi, filha de Zacarias. Fez o que era reto diante do Senhor, conforme fez Davi, seu pai.
É interessante que o modelo de comparação dos reis de Judá sempre tiveram por base o rei Davi – I Re 3:14; 9:4; 11:4; 14:8; 15:3; II Re 8:18,19; 22:2. Davi, como pai de Salomão, cometeu muitos erros – II Sm 11; 12; 24:1-15; I Re 15:5 – porém, mesmo quando pecava, a atitude contrita de Davi era exemplar – II Sm 12:16,17; 24:9-17.
Em nenhuma ocasião o narrador bíblico registra que Davi tenha adorado a algum deus falso. Sua devoção constante a Deus era inabalável. Por isso que era, é e sempre será um modelo a ser seguido como rei e um modelo de homem segundo o coração de Deus.
2.      Restabelecimento do culto (29.3-31.21).
Ezequias removeu os altos, coisa que nenhum rei antes dele teve coragem de fazer. Ele reformou o culto do se povo destruindo os santuários pagãos. Ainda quebrou ele as colunas e deitou abaixo o poste-ídolo e fez em pedaços a serpente de bronze que Moisés fizera, porque até àquela época os filhos de Israel lhe queimavam incenso e lhe chamavam Neustã.
Essa serpente foi preservada no inicio como memorial da misericórdia de Deus para com os israelitas quando estavam no deserto – Nm 21:6-9 -, com o tempo, havia se tornado um objeto de adoração idólatra que fazia o povo pecar. Ezequias, temente a Deus e zeloso dele, a destruiu evitando assim que novas gerações caíssem nesse erro maligno.
O relato da reforma do templo inclui:
·         A instituição dos cultos no templo (29:3-36).
·         A celebração da Páscoa (30:1-31.1).
·         As provisões para o templo (31:2-21).
A restauração do templo envolveu diversas atividades, incluindo:
·         A abertura do templo propriamente dito.
·         A restauração do sacerdócio.
·         A instituição dos sacrifícios.
O cronista acrescenta essa parte do material – vs 3 ao 11 - motivado pelo seu interesse pelos levitas. Ezequias, assim, motivado por sua fé e não por qualquer coisa que tenha lhe ensinado seu pai, afirma que estava resolvido a fazer aliança com o Senhor – vs 10 – e diz aos levitas:
- não sejais negligentes; pois o SENHOR vos tem escolhido
·         para estardes diante dele,
·         para o servirdes,
·         e para serdes seus ministros e queimadores de incenso.
Em razão disso, dessa palavra de exortação e de ânimo, os levitas:
·         se levantaram – vs 12,
·         congregaram seus irmãos – vs 15,
·         santificaram-se – vs 15,
·         e vieram para purificarem a Casa do Senhor – vs 15.
Vemos, dessa forma, que o cronista apresenta esses detalhes – vs 16 para mostrar que a reforma de Ezequias foi realizada estritamente de acordo com a legislação mosaica.
Os levitas seguiram fielmente as instruções do rei e a ele prestaram contas de todas as reformas que fizeram no templo por causa dos danos provocados por seu pai. Ao final, lhe falaram que já prepararam e santificaram o templo e eis que tudo agora estava diante do Senhor – vs 19.
Dos versos de 20 a 36, Ezequias restabelece o culto de Deus. a dedicação do templo é descrita em três partes:
·         Os sacrifícios levados pelos líderes – vs 20 a 24 -, em favor da família real, dos sacerdotes e levitas e do povo. Na verdade, esses três grupos tinham participado da apostasia durante o reinado de Acaz – II Rs 16:1-20.
·         A organização da música – vs 25 a 30.
·         Os sacrifícios levados pelo povo – vs 31 a 36. O tipo de entusiasmo que se viu aqui com os levitas era o que o cronista esperava agora de seus leitores. O fato de citarem a grande quantidade de animais sacrificados por Ezequias tão somente visava compará-lo ao reino de Salomão e assim motivarem os do pós-exílio.
Temos de ter em mente, doravante, que agora a expressão “todo o Israel” se refere aos súditos dos reinos do norte e do sul juntos. Foi Ezequias, o reunificador, que disse que aqueles sacrifícios deveriam agora serem realizados, não apenas por Judá – vs 21 – mas “por todo Israel”.
Essa preocupação desse rei fabuloso, tanto pelo norte quanto pelo sul o associou aos reinados de Davi e de Salomão. Assim, preanunciou o seu desejo de que todas as tribos participassem juntas da páscoa – 30:1 a 6.
II Cr 29:1 Tinha Ezequias vinte e cinco anos de idade,
                quando começou a reinar, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém;
                               e era o nome de sua mãe Abia, filha de Zacarias.
                II Cr 29:2 E fez o que era reto aos olhos do SENHOR,
                               conforme a tudo quanto fizera Davi, seu pai.
                II Cr 29:3 Ele, no primeiro ano do seu reinado, no primeiro mês,
                               abriu as portas da casa do SENHOR, e as reparou.
                II Cr 29:4 E trouxe os sacerdotes, e os levitas,
                               e ajuntou-os na praça oriental, II Cr 29:5 E lhes disse:
                                               Ouvi-me, ó levitas, santificai-vos agora, e santificai
                                                               a casa do SENHOR Deus de vossos pais,
                                                                              e tirai do santuário a imundícia.
                               II Cr 29:6 Porque nossos pais transgrediram,
                               e fizeram o que era mau aos olhos do SENHOR
                               nosso Deus, e o deixaram, e desviaram os seus
                                               rostos do tabernáculo do SENHOR,
                                                               e lhe deram as costas.
                               II Cr 29:7 Também fecharam as portas do alpendre,
                               e apagaram as lâmpadas, e não queimaram incenso
                                               nem ofereceram holocaustos no santuário
                                                               ao Deus de Israel.
                               II Cr 29:8 Por isso veio grande ira do SENHOR
                               sobre Judá e Jerusalém, e os entregou
                               à perturbação, à assolação, e ao escárnio,
                                               como vós o estais vendo com os vossos olhos.
                               II Cr 29:9 Porque eis que nossos pais caíram à espada,
                                               e nossos filhos, e nossas filhas, e nossas mulheres;
                                                               por isso estiveram em cativeiro.
                               II Cr 29:10 Agora me tem vindo ao coração, que façamos
                                               uma aliança com o SENHOR Deus de Israel,
                                               para que se desvie de nós o ardor da sua ira.
                               II Cr 29:11 Agora, filhos meus, não sejais negligentes;
                                               pois o SENHOR vos tem escolhido para estardes
                                                               diante dele para o servirdes, e para serdes
                                                               seus ministros e queimadores de incenso.
                II Cr 29:12 Então se levantaram os levitas, Maate, filho de Amasai,
                               e Joel, filho de Azarias, dos filhos dos coatitas;
                               e dos filhos de Merari, Quis, filho de Abdi, e Azarias,
                               filho de Jealelel; e dos gersonitas, Joá, filho de Zima,
                               e Éden, filho de Joá; II Cr 29:13 E dentre os filhos de Elisafã,
                                               Sinri e Jeuel; dentre os filhos de Asafe, Zacarias
                                                               e Matanias;
                               II Cr 29:14 E dentre os filhos de Hemam, Jeuel e Simei;
                               e dentre os filhos de Jedutum, Semaías e Uziel.
                II Cr 29:15 E ajuntaram a seus irmãos, e santificaram-se
                               e vieram conforme ao mandado do rei,
                                               pelas palavras do SENHOR, para purificarem
                                                               a casa do SENHOR.
                II Cr 29:16 E os sacerdotes entraram na casa do SENHOR,
                               para a purificar, e tiraram para fora, ao pátio
                                               da casa do SENHOR, toda a imundícia que acharam
                                                               no templo do SENHOR;
                               e os levitas a tomaram, para a levarem para fora,
                                               ao ribeiro de Cedrom.
                II Cr 29:17 Começaram, pois, a santificar no primeiro dia,
                               do primeiro mês; e ao oitavo dia do mês
                                               vieram ao alpendre do SENHOR, e santificaram
                                                               a casa do SENHOR em oito dias;
                                               e no dia décimo sexto do primeiro mês acabaram.
                II Cr 29:18 Então foram ter com o rei Ezequias, e disseram:
                               Já purificamos toda a casa do SENHOR,
                                               como também o altar do holocausto com todos
                                                               os seus utensílios e a mesa da proposição
                                                                              com todos os seus utensílios.
                II Cr 29:19 Também todos os objetos que o rei Acaz
                               no seu reinado lançou fora, na sua transgressão,
                                               já preparamos e santificamos;
                                                               e eis que estão diante do altar do SENHOR.
                II Cr 29:20 Então o rei Ezequias se levantou de madrugada,
                               e reuniu os líderes da cidade, e subiu à casa do SENHOR.
                II Cr 29:21 E trouxeram sete novilhos e sete carneiros,
                               e sete cordeiros e sete bodes, para sacrifício pelo pecado,
                                               pelo reino, e pelo santuário, e por Judá,
                               e disse aos filhos de Arão, os sacerdotes,
                                               que os oferecessem sobre o altar do SENHOR.
                II Cr 29:22 E eles mataram os bois, e os sacerdotes tomaram
                               o sangue e o espargiram sobre o altar; também mataram
                                               os carneiros, e espargiram o sangue sobre o altar;
                               semelhantemente mataram os cordeiros, e espargiram
                                               o sangue sobre o altar.
                II Cr 29:23 Então trouxeram os bodes para sacrifício pelo pecado,
                               perante o rei e a congregação,
                                               e lhes impuseram as suas mãos.
                II Cr 29:24 E os sacerdotes os mataram, e com o seu sangue
                               fizeram expiação do pecado sobre o altar, para reconciliar
                                               a todo o Israel; porque o rei tinha ordenado que se
                                               fizesse aquele holocausto e sacrifício pelo pecado,
                                                               por todo o Israel.
                II Cr 29:25 E pôs os levitas na casa do SENHOR com címbalos,
                               com saltérios, e com harpas, conforme ao mandado de Davi
                                               e de Gade, o vidente do rei, e do profeta Natã;
                                                              porque este mandado veio do SENHOR,
                                                                              por mão de seus profetas.
                II Cr 29:26 Estavam, pois, os levitas em pé com os instrumentos
                               de Davi, e os sacerdotes com as trombetas.
                II Cr 29:27 E Ezequias deu ordem que oferecessem o holocausto
                               sobre o altar; e ao tempo em que começou o holocausto,
                                               começou também o canto do SENHOR,
                                               com as trombetas e com os instrumentos de Davi,
                                                               rei de Israel.
                II Cr 29:28 E toda a congregação se prostrou, quando entoavam
                               o canto, e as trombetas eram tocadas;
                                               tudo isto até o holocausto se acabar.
                II Cr 29:29 E acabando de o oferecer, o rei e todos quantos com ele
                               se achavam se prostraram e adoraram.
                II Cr 29:30 Então o rei Ezequias e os príncipes disseram
                               aos levitas que louvassem ao SENHOR com as palavras
                                               de Davi, e de Asafe, o vidente.
                               E o louvaram com alegria e se inclinaram e adoraram.
                II Cr 29:31 E respondeu Ezequias, dizendo:
                               Agora vos consagrastes a vós mesmos ao SENHOR;
                               chegai-vos e trazei sacrifícios e ofertas de louvor
                                               à casa do SENHOR.
                               E a congregação trouxe sacrifícios e ofertas de louvor,
                                               e todos os dispostos de coração
                                                               trouxeram holocaustos.
                II Cr 29:32 E o número dos holocaustos, que a congregação trouxe,
                               foi de setenta bois, cem carneiros, duzentos cordeiros;
                                               tudo isto em holocausto para o SENHOR.
                II Cr 29:33 Houve, também, de coisas consagradas,
                               seiscentos bois e três mil ovelhas.
                II Cr 29:34 Eram, porém, os sacerdotes mui poucos,
                               e não podiam esfolar a todos os holocaustos;
                                               pelo que seus irmãos os levitas os ajudaram,
                                                               até a obra se acabar,
                                               e até que os outros sacerdotes se santificaram;
                               porque os levitas foram mais retos de coração,
                                               para se santificarem, do que os sacerdotes.
                II Cr 29:35 E houve também holocaustos em abundância,
                               com a gordura das ofertas pacíficas, e com as ofertas de
                                               libação para os holocaustos.
                               Assim se restabeleceu o ministério da casa do SENHOR.
                II Cr 29:36 E Ezequias, e todo o povo se alegraram,
                               por causa daquilo que Deus tinha preparado para o povo;
                                               porque apressadamente se fez esta obra.
Essa restauração do templo levou menos de três semanas – vs 3, 17, 20 – o que era uma demonstração do poder divino e motivo de comemoração.
Repare no vs 36 a grande alegria que estava presente em todos haja vista que apressadamente fizeram toda essa obra. Isso é o que acontece com quem confia no Senhor, como foi Ezequias. Um exemplo para todos nós e também para o cronista que queria influenciar positivamente os seus leitores.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 290 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br




[1] Esse quadro foi feito com base no QUADRO TEMÁTICO referente a I Re 14, da BEG, pág. 471.              
...

Reações:

3 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.