quarta-feira, 15 de outubro de 2014

II Crônicas 26:1-23 - O REINADO DE UZIAS (OU AZARIAS) E A SUA LEPRA NA TESTA

Nós estamos aqui, no capítulo 25,  da parte “C”, onde veremos hoje o reinado de Uzias.
PARTE III – O REINO DIVIDIDO – 10:1 A 28:27.
C: A deterioração decorrente da obediência superficial (25:1 - 28:27).
Estamos já encerrando a fase do reino dividido e passaremos a ver a deterioração decorrente da obediência superficial que abrange a última fase desse reino dividido os quais são os reinados de Amazias (25:1-28) – já visto, Uzias (26:1-23) – veremos agora, Jotão (27:1-9) e Acaz (28:1-27).
Como já disse antes, o que há de comum neles é que não serviram a Deus de todo o coração (veja 25:2; 26:4; 27:2), ou sejam, fizeram o que era reto, mas não com inteireza de coração. Também veremos a derrota de Acaz diante de Israel (cf: 25:14-24; 28:6:15).
2: O reinado de Uzias - 792-740 a.C. - (26:1-23; II Re 14:21-22; II Re 15:1-7).
Em Crônicas, o cronista expande as observações sucintas de Reis sobre Uzias.
Ele inclui a parte do matéria de Reis – vs 1-4, texto paralelo II Re 14:21-22; 15:1-3; vs 21-23, texto paralelo II Re 15:5-7 - e acrescenta uma seção central – vs 5-20 – com base em outras fontes, que não se encontram mais disponíveis.
A disposição do texto, dividido didaticamente ficaria assim:
a: O início do reinado de Uzias (26:1-5)
b: A fidelidade e a bênção de Uzias (26:6-15)
c: A infidelidade e a maldição de Uzias (26:16-21)
d: O final do reinado de Uzias (26:22-23)
Aqui estamos na história de Azarias, rei de Judá, também conhecido como rei Uzias, que começou a reinar no ano 27, do reinado de Jeroboão II. Muito provavelmente, por causa do cativeiro de seu pai, em Israel, ele tenha sido corregente com seu pai por um período em Judá.
Como nas histórias de Juízes, I e II Reis também seguem um determinado padrão, como já dissemos, de literatura ao narrar a história de cada rei de Israel e de Judá, sendo que em crônicas não vemos a mesma preocupação com o reinado do norte em narrar seus reis, a não ser que se envolvam de alguma forma com o reinado do sul e ai são citados, do contrário, não há preocupação de narração dos fatos e feitos deles.
Sua idade de início no reinado foi com 16 anos, ainda adolescente e teve um dos reinados mais longos da história de Judá, 52 anos no reinado. Sua mãe se chamava Jecolias, de Jerusalém.
Suas ações, ao contrário dos reis de Israel, foram tidas como retas perante o Senhor, conforme tudo o que fizera o seu pai Amazias. Como também todos os outros, este não mexeu nos altos a que o povo tinha se acostumado e precisava ser retirado de vez de Judá.
Obviamente por ter ele agido como seu pai, logo não fez o que era reto aos olhos do Senhor com inteireza de coração – II Cr 25:2 -, mas com parcialidade.
O padrão de comparação dos reis de Judá e Israel dos que alcançaram êxito e fizeram o que era reto aos olhos do Senhor com todo o seu coração é Davi, o segundo a ser rei.
Em Reis, não se tem explicação para o fato de ter sido ele acometido de uma doença de pele que o obrigou ao isolamento, provavelmente lepra, mas não necessariamente.
Em II Crônicas, neste capítulo que estamos estudando, vemos que o Senhor o feriu de lepra – vs 19 - e desde esse momento até a sua morte, ficou ele com essa doença.
A ira do Senhor o alcançou por causa de sua exaltação por ter conseguido grandes êxitos em suas empreitadas e orgulhoso de si mesmo, achou-se no direito de queimar incenso ao Senhor, tarefa essa destinada somente aos sacerdotes, filhos de Arão, por serem eles chamados e consagrados para esse fim.
Indignado contra os sacerdotes que se opuseram a ele e explicaram que não poderia fazê-lo, estando ele com o incensário nas mãos, a lepra lhe saiu na testa, perante os sacerdotes, na Casa do Senhor, junto ao Altar de Incenso.
Azarias, o sumo sacerdote àquela época, juntamente com os outros sacerdotes se apressaram a tirá-lo dali, para seu próprio bem, antes que algo pior acontecesse com ele ali.

Assim como seu pai viveu isolado em Israel, este também se isolou em Judá devido a sua doença e seu filho Jotão começou a reinar em seu lugar.
II Cr 26:1 Então todo o povo tomou a Uzias, que tinha dezesseis anos,
                e o fizeram rei em lugar de Amazias seu pai.
                II Cr 26:2 Este edificou a Elote, e a restituiu a Judá,
                               depois que o rei dormiu com seus pais.
                II Cr 26:3 Tinha Uzias dezesseis anos quando começou a reinar,
                               e cinqüenta e cinco anos reinou em Jerusalém;
                                               e era o nome de sua mãe Jecolia, de Jerusalém.
                II Cr 26:4 E fez o que era reto aos olhos do SENHOR;
                               conforme a tudo o que fizera Amazias seu pai.
                II Cr 26:5 Porque deu-se a buscar a Deus nos dias de Zacarias,
                               que era entendido nas visões de Deus;
                                nos dias em que buscou ao SENHOR, Deus o fez prosperar.
                II Cr 26:6 Porque saiu e guerreou contra os filisteus,
                               e quebrou o muro de Gate, o muro de Jabne,
                               e o muro de Asdode; e edificou cidades em Asdode,
                                               e entre os filisteus.
                II Cr 26:7 E Deus o ajudou contra os filisteus e contra os árabes
                               que habitavam em Gur-Baal, e contra os meunitas.
                II Cr 26:8 E os amonitas deram presentes a Uzias;
                               e o seu nome foi espalhado até à entrada do Egito,
                                               porque se fortificou altamente.
                II Cr 26:9 Também Uzias edificou torres em Jerusalém,
                               à porta da esquina, e à porta do vale, e à porta do ângulo,
                                               e as fortificou.
                II Cr 26:10 Também edificou torres no deserto, e cavou muitos poços,
                               porque tinha muito gado, tanto nos vales como nas campinas;
                               tinha lavradores, e vinhateiros, nos montes e nos campos
                                               férteis; porque era amigo da agricultura.
                II Cr 26:11 Tinha também Uzias um exército de homens destros
                               na guerra, que saíam à guerra em tropas, segundo o número
                                               da resenha feita por mão de Jeiel, o escrivão,
                                               e Maaséias, oficial, sob a direção de Hananias,
                                                               um dos capitães do rei.
                II Cr 26:12 O total dos chefes dos pais, homens valentes,
                               era de dois mil e seiscentos.
                II Cr 26:13 E debaixo das suas ordens havia um exército guerreiro
                               de trezentos e sete mil e quinhentos homens,
                                               que faziam a guerra com força belicosa,
                                                               para ajudar o rei contra os inimigos.
                II Cr 26:14 E preparou Uzias, para todo o exército, escudos, lanças,
                               capacetes, couraças e arcos, e até fundas para atirar pedras.
                II Cr 26:15 Também fez em Jerusalém máquinas da invenção
                               de engenheiros, que estivessem nas torres e nos cantos, para
                                               atirarem flechas e grandes pedras; e propagou a sua
                                                               fama até muito longe;
                               porque foi maravilhosamente ajudado, até que se fortificou.
                II Cr 26:16 Mas, havendo-se já fortificado, exaltou-se o seu coração
                               até se corromper; e transgrediu contra o SENHOR seu Deus,
                                               porque entrou no templo do SENHOR para queimar
                                                               incenso no altar do incenso.
                II Cr 26:17 Porém o sacerdote Azarias entrou após ele,
                               e com ele oitenta sacerdotes do SENHOR, homens valentes.
                II Cr 26:18 E resistiram ao rei Uzias, e lhe disseram:
                               A ti, Uzias, não compete queimar incenso
                               perante o SENHOR, mas aos sacerdotes, filhos de Arão,
                                               que são consagrados para queimar incenso;
                                                               sai do santuário, porque transgrediste;
                               e não será isto para honra tua da parte do SENHOR Deus.
                II Cr 26:19 Então Uzias se indignou; e tinha o incensário na sua mão
                               para queimar incenso. Indignando-se ele, pois, contra os
                                               sacerdotes, a lepra lhe saiu à testa perante
                                                               os sacerdotes, na casa do SENHOR,
                                                                              junto ao altar do incenso.
                II Cr 26:20 Então o sumo sacerdote Azarias olhou para ele,
                               como também todos os sacerdotes, e eis que já estava leproso
                                               na sua testa, e apressadamente o lançaram fora;
                                               e até ele mesmo se deu pressa a sair,
                                                               visto que o SENHOR o ferira.
                II Cr 26:21 Assim ficou leproso o rei Uzias até ao dia da sua morte;
                               e morou, por ser leproso, numa casa separada,
                                               porque foi excluído da casa do SENHOR.
                               E Jotão, seu filho, tinha o encargo da casa do rei,
                                               julgando o povo da terra.
                II Cr 26:22 Quanto ao mais dos atos de Uzias,
                               tanto os primeiros como os últimos, o profeta Isaías,
                                               filho de Amós, o escreveu.
                II Cr 26:23 E dormiu Uzias com seus pais, e o sepultaram com eles
                               no campo do sepulcro que era dos reis; porque disseram:
                                               Leproso é. E Jotão, seu filho, reinou em seu lugar.
São tantos os exemplos bíblicos que o Senhor é fogo consumidor e que é melhor não brincar com ele ou passar os limites se achando importante demais dentro do reino de Deus por causa de seus grandes feitos.
Uzias ia bem e tinha tudo para melhorar ainda mais e deixar na história a sua marca registrada, mas foi humilhado com a lepra e teve de deixar seu filho reinar em seu lugar. Deus lhe poupou a vida, mas lhe tirou tudo que ele tinha e passou para outras mãos para administrar.
Viveu o resto de sua vida leproso e se lamentando. Em vista disso, melhor é temer ao Senhor, respeitar os líderes por ele constituídos e levar uma vida piedosa e tranquila diante do Senhor.
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 293 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

1 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.