segunda-feira, 13 de outubro de 2014

II Crônicas 24:1-27 - O REINADO DE JOÁS SOMENTE FOI BOM ENQUANTO O SACERDOTE JOIADA VIVEU


Nós estamos aqui, no capítulo 24, o último da parte “B”, que continuará a falar do reinado de Joás.
PARTE III – O REINO DIVIDIDO – 10:1 A 28:27.
B. A corrupção do norte em Judá – 21:4 – 24:27.
Os temas comuns entre esses reinados serão, como teremos a oportunidade de verificar ao longo de todo o livro de Crônicas:
·         O foco sobre a separação do Reino do Norte.
·         As narrativas de batalhas.
·         As reações à palavra de Deus.
Veremos aqui os reinados de Jeorão, Acazias e Joás os quais são unificados pelo tema da influência do Reino do Norte sobre Judá.
Essa parte “B” será dividida em três: 1. O reinado de Jeorão – 21:4-20 – já vista. 2. O reinado de Acazias – 22:1-9 – já vista. 3. O reinado de Joás – 22:10 – 24:27 – concluiremos neste capítulo.
3. O reinado de Joás (835-796 a.C.) – 22:10 – 24:27; II Re 12:1 – 21 - continuação.
Repetindo o que já disse, poderemos ver aqui que o cronista irá se valer e muito dos textos paralelos em II Re 11 e 12, mas reorganizados e com acréscimos. Também nós nos valeremos deles, com as devidas adaptações para os presentes capítulos de II Crônicas.
Aqui, o cronista altera consideravelmente o relato de II Re 12:1-21 sobre a restauração do templo realizada por Joás. Seu maior acréscimo se encontra nos vs de 15 a 22.
Foi no sétimo ano de Jeú que Joás, em Judá começou a reinar. Assim, a conspiração de Atalia para matar todos os descendentes de Davi, começou justamente quando Jeú estava sendo rei em Israel.
Nós vimos que Joás fora protegido pelo sumo-sacerdote Joiada e sua mulher, Jeoseba, filha do rei Jorão e irmã de Acazias que esconderam Joás, um bebe, da sanguinária Atalia, filha de Acabe com Jezabel, mãe de Acazias, que se dedicou a promover o culto a Baal em Judá – II Re 8:18; 11:18 – e tentou eliminar a família real quase exterminando a dinastia davídica. Atalia de tão maligna nem se importou para o fato de ser Joás seu neto, pois era ela mãe de Acazias.
Como já dissemos, se não fosse a graça, a misericórdia, e a fidelidade de Deus de acordo com sua aliança com Davi, não teríamos mais a espera do descendente que iria esmagar a cabeça da serpente. No entanto, não existe acaso nem má sorte, mas soberania de Deus no controle de todas as coisas.
Joás governou muito em Jerusalém, chegando a 42 anos. Tendo começado com 7 anos, morreu sem ao menos atingir os 50.
Este capítulo resume o longo reinado de Joás que fez “o que era reto aos olhos do Senhor, todos os dias em que o sacerdote Joiada o dirigia” – vs II Cr 24:2; II Re 12:2. O nome de sua mãe era Zíbia, de Berseba e o de seu pai, Acazias, filho de Jeorão, rei de Judá – II Re 10:14.
A única falha deste reinado foram os altos que novamente não foram tirados e o povo insistia em adorar nos altos, ou seja, eram santuários nos altos das colinas.
Conforme a BEG, que estamos seguindo, ao entrarem na terra de Canaã, os israelitas deveriam ter abolido todos os altos dos cananeus – Nm 33:52; Dt 7:5; 12:3 – e construído seus próprios centros de culto ou altares em locais aprovados por Deus – Ex 20:24; Jz 6:4; 13:19; I Sm 7:17; I Re 9:12-13.
Essa adoração em certos locais sancionados seria considerada aceitável até o tempo em que o santuário central do qual Dt 12 trata em detalhes, fosse construído.
Joás, mesmo assim, empreendeu uma restauração notável no templo e fez diversas outras coisas com o apoio sempre presente e eficaz do sacerdote Joiada.
Inclusive foi dele a ideia de se colocar uma caixa, do lado direito de quem entra, com um buraco na tampa para que ali fossem depositadas as ofertas que entrariam na Casa do Senhor. Aqui nascia a ideia do gazofilácio[1]!
Existia uma certa inocência em Joás ou o narrador foi um pouco ingênuo ao enfatizar a fidelidade deles na administração de todo dinheiro arrecadado pelo que não tinham que prestar contas.
Enquanto o homem for homem e vivermos nos últimos dias, teremos sim de prestar contas de todas as coisas, mais ainda se formos fieis, como de fato o somos pela graça de Deus.
Infelizmente, depois da morte de Joiada, Jeú se desviou do Senhor – vs 17-19; 26:5. Ainda assim, o cronista volta a ilustrar a importância do apoio mútuo entre rei e sacerdote.
O trecho acrescentado entre 15 e 22 serviu para ilustrar a seriedade das consequências da infidelidade de Joás depois da morte de Joiada.
Nesse interim Hazael, novamente ele, que há muito vem perturbando tanto a Israel como a Judá, vem para pelejar contra Judá, obrigando a Joás a fazer um verdadeiro saqueamento ao seu próprio palácio para não ter de enfrentar a força síria. Eles aceitaram o pagamento e se foram.
Que pena que Joás tenha agido assim e permitido Hazael fazer este desfalque no palácio e no templo.
II Cr 24:1 Tinha Joás sete anos de idade quando começou a reinar,
                e quarenta anos reinou em Jerusalém;
                               e era o nome da sua mãe Zibia, de Berseba.
                II Cr 24:2 E fez Joás o que era reto aos olhos do SENHOR,
                               todos os dias do sacerdote Joiada.
                II Cr 24:3 E tomou-lhe Joiada duas mulheres, e gerou filhos e filhas.
                II Cr 24:4 E, depois disto, Joás resolveu renovar a casa do SENHOR.
                II Cr 24:5 Reuniu, pois, os sacerdotes e os levitas, e disse-lhes:
                               Saí pelas cidades de Judá, e levantai dinheiro de todo o Israel
                                               para reparar a casa do vosso Deus de ano em ano;
                                                               e vós, apressai este negócio.
                                                                              Porém os levitas não se apressaram.
                II Cr 24:6 E o rei chamou a Joiada, o chefe, e disse-lhe:
                               Por que não requereste dos levitas, que trouxessem de Judá
                                               e de Jerusalém o tributo que Moisés,
                                                               servo do SENHOR, ordenou à congregação
                                                               de Israel, para a tenda do testemunho?
                II Cr 24:7 Porque, sendo Atalia ímpia, seus filhos arruinaram
                                a casa de Deus, e até todas as coisas sagradas da casa
                                               do SENHOR empregaram em Baalins.
                II Cr 24:8 E o rei, pois, deu ordem e fizeram um cofre,
                               e o puseram fora, à porta da casa do SENHOR.
                II Cr 24:9 E publicou-se em Judá e em Jerusalém que trouxessem
                               ao SENHOR o tributo de Moisés, o servo de Deus,
                                               ordenado a Israel no deserto.
                II Cr 24:10 Então todos os príncipes e todo o povo se alegraram,
                               e o trouxeram e o lançaram no cofre, até que ficou cheio.
                II Cr 24:11 E sucedia que, quando levavam o cofre pelas mãos
                               dos levitas, segundo o mandado do rei, e vendo-se que já havia
                                               muito dinheiro, vinha o escrivão do rei, e o oficial do
                                               sumo sacerdote, e esvaziavam o cofre, e tomavam-no
                                                               e levavam-no de novo ao seu lugar;
                                                               assim faziam de dia em dia,
                                                               e ajuntaram dinheiro em abundância.
                II Cr 24:12 O qual o rei e Joiada davam aos que tinham
                               o encargo da obra do serviço da casa do SENHOR;
                                               e contrataram pedreiros e carpinteiros,
                                                               para renovarem a casa do SENHOR;
                                               como também ferreiros e serralheiros,
                                                               para repararem a casa do SENHOR.
                II Cr 24:13 E os que tinham o encargo da obra faziam
                               com que o trabalho de reparação fosse crescendo
                                               pelas suas mãos; e restauraram a casa de Deus no seu
                                                               estado, e a fortaleceram.
                II Cr 24:14 E, depois de acabarem, trouxeram ao rei
                               e a Joiada o resto do dinheiro, e dele fizeram utensílios para a
                                               casa do SENHOR, objetos para ministrar e oferecer,
                                                               colheres, vasos de ouro e de prata.
                               E continuamente sacrificaram holocaustos
                                               na casa do SENHOR, todos os dias de Joiada.
                II Cr 24:15 E envelheceu Joiada, e morreu farto de dias;
                               era da idade de cento e trinta anos quando morreu.
                II Cr 24:16 E o sepultaram na cidade de Davi com os reis;
                               porque tinha feito bem em Israel, e para com Deus
                                               e a sua casa.
                II Cr 24:17 Porém, depois da morte de Joiada vieram os príncipes
                               de Judá e prostraram-se perante o rei; e o rei os ouviu.
                II Cr 24:18 E deixaram a casa do SENHOR Deus de seus pais,
                               e serviram às imagens do bosque e aos ídolos.
                Então, por causa desta sua culpa, veio grande ira
                               sobre Judá e Jerusalém.
                II Cr 24:19 Porém enviou profetas entre eles, para os reconduzir
                               ao SENHOR, os quais protestaram contra eles;
                                               mas eles não deram ouvidos.
                II Cr 24:20 E o Espírito de Deus revestiu a Zacarias,
                               filho do sacerdote Joiada, o qual se pôs em pé acima do povo,
                                               e lhes disse: Assim diz Deus:
                               Por que transgredis os mandamentos do SENHOR,
                                               de modo que não possais prosperar?
                               Porque deixastes ao SENHOR, também ele vos deixará.
                II Cr 24:21 E eles conspiraram contra ele, e o apedrejaram
                               por mandado do rei, no pátio da casa do SENHOR.
                II Cr 24:22 Assim o rei Joás não se lembrou da beneficência que Joiada,
                               pai de Zacarias, lhe fizera; porém matou-lhe o filho,
                                               o qual, morrendo, disse:
                                                               O SENHOR o verá, e o requererá.
                II Cr 24:23 E sucedeu que, decorrido um ano, o exército da Síria
                               subiu contra ele; e vieram a Judá e a Jerusalém,
                                               e destruíram dentre o povo a todos os seus príncipes;
                                               e enviaram todo o seu despojo ao rei de Damasco.
                II Cr 24:24 Porque ainda que o exército dos sírios viera com poucos
                               homens, contudo o SENHOR entregou na sua mão um
                                               exército mui numeroso, porquanto deixaram ao
                                                               SENHOR Deus de seus pais.
                                                               Assim executaram juízos contra Joás.
                II Cr 24:25 E, quando os sírios se retiraram, deixaram-no gravemente
                               ferido; então seus servos conspiraram contra ele por causa
                                               do sangue do filho do sacerdote Joiada,
                                                               e o feriram na sua cama, e morreu;
                                                               e o sepultaram na cidade de Davi,
                                                                              porém não nos sepulcros dos reis.
                II Cr 24:26 Estes, pois, foram os que conspiraram contra ele;
                               Zabade, filho de Simeate, a amonita, e Jeozabade,
                                               filho de Sinrite, a moabita.
                II Cr 24:27 E, quanto a seus filhos, e à grandeza do cargo
                               que se lhe impôs, e à restauração da casa de Deus,
                                               eis que estão escritos no livro da história dos reis;
                                                               e Amazias, seu filho, reinou em seu lugar.
Interessante esse relato da vida de Joás e da importância de se ter um sacerdote fiel a Deus que ajude o rei a governar.
Enquanto ele foi vivo, Joás foi fiel e fez a vontade do Senhor e a nação foi beneficiada e cresceu na graça e na força do Senhor, mas bastou Joiada morrer, com seus 130 anos, que Joás mudou completamente.
Nem o filho de Joiada, Zacarias – profeta de Deus, homem corajoso – vs 20 a 22 -, encontrou o coração de Joás para ouvir a palavra de Deus, antes, já totalmente desviado do Senhor, matou Zacarias. Na sua morte a sua última profecia: “O Senhor o verá e requererá” – vs 22.
O fim de Joás não foi muito bom, pois seus servos - os oficiais de Judá eram filhos de mulheres estrangeiras e trabalhavam para o governo – II Re 14:5; II Cr 24:26 - conspiraram contra ele e o mataram. Amazias, seu filho, reinou em seu lugar. Será que Amazias teve alguma coisa a ver com esse assassinato de conspiração?
p.s.: link da imagem original:
Contagem regressiva: Faltam 295 dias para 04/08/2015, quando eu irei concluir a Segmentação de toda a Bíblia.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdetehttp://www.jamaisdesista.com.br




[1] A palavra grega, gazofilácio “γαζοφυλακίου”, transliterado como gazophulakiou, é encontrada em Mc 12:41, 43; Lc 21:1; Jo 8:20. Seu número na Concordância de Strong é 1049. Seu significado é lugar para guardar valores. A origem da palavra vem de “gaza - gazo” (tesouro) and phulaké - filácio” (lugar de guardar). No entanto, a ideia original dessa caixa com sua abertura, nasceu aqui, com o sacerdote Joiada que apoiou Joás durante seu reinado em Judá.
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.