sábado, 21 de janeiro de 2012

TEMA: Criação, Queda, Redenção e Consumação! - 103 - Faltam 462 dias para 26/04/13 e 873 dias para a Copa

Depois de uma pequena pausa para celebrarmos o amor conjugal para a glória de Deus, voltemos ao nosso tema que é a história da semente.
Reparem, meus queridos, que o Velho Testamento cujo ápice, creio, seja a entrega da lei de forma teofânica a qual o Senhor disse que não veio revogá-la, mas cumpri-la é tão simplesmente a história da semente até chegarmos a ela, a própria semente, o Cristo, Jesus Cristo, o Messias, o ungido. Assim, o VT está o tempo todo apontando para Jesus Cristo.
É natural, portanto, que as histórias, coisas, feitos, acontecimentos, circunstâncias que envolvem a criação, a queda e a semente sejam tipos ou sombras de Cristo que viria, como prometido pelo Senhor, muito tempo depois. O VT, portanto, é a história de Cristo anunciada, esperada e muitas das vezes representada simbolicamente.
No VT encontraremos relatos muito importantes, como a criação tanto de todas as coisas como do homem, o relato da queda, da semente, desde o primeiro até o último Adão, que é Cristo e muitas outras coisas e fatos, mas todos eles, podem reparar terão ligação, de alguma forma, com a semente.
Estas coisas respondem perguntas clássicas dos filósofos: - de onde viemos? Qual a origem do mal? O que é o homem? O que é e para que serve o universo? Para onde estamos indo?o que estamos fazendo aqui? O que devemos fazer aqui? E o homem ainda continua rejeitando a Deus e buscando explicações que quando prontas, sinceramente, são tão aberrantes, extravagantes, absurdas que precisam de mais fé ainda para serem cridas e aceitas.
Falam em nome da ciência e apresentam assim teorias. A ciência ganhou personalidade e se tornou Deus e agora até fala. Quando dizem que a ciência nos diz que... ora, que absurdo, quando já vimos a ciência falar algo? Mostrem-me a ciência para que eu a conheça e me relacione com ela?
É impossível, pois quem fala não é a ciência, nem nunca será, mas o cientista é que fala. Quem está falando, em nome da ciência, não é outro se não o próprio homem caído. Agora, nós falamos em nome de Jesus e não da ciência.
Juntando no liquidificador Cl 3:17 com I Co 10:31, encontraremos que tudo – TUDO – devemos fazer em nome de Jesus e para a glória de Deus! Fomos criados pelo Criador para a sua própria glória!
De Roboão até Cristo muitas gerações foram passadas e muita história foi produzida para a nossa edificação. Amanhã, falaremos mais sobre esses assuntos.
Com relação aos que estão sofrendo em seus relacionamentos por desapontamento, brigas, traição, intrigas, confusões, mesmo entre irmãos, por favor, confiem em Deus e não se desesperem. O desespero não vem de Deus e as ações cometidas em desespero podem ser fatais no relacionamento.
Eu, particulamente sei, que como sou pecador eu não andarei em santidade perfeita (tão bom seria se eu jamais cometesse qualquer deslize...), logo, em meus relacionamentos, entre outras coisas, precisarei – urgente - de duas coisas fundamentais para que eles permaneçam e glorifiquem a Deus: 1. de pedir perdão ao meu irmão; 2. de precisar perdoar o meu irmão. Fui claro? O que me dizem G e M? Deus abençoe vocês abundantemente... muitas saudades de todos.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.