domingo, 15 de janeiro de 2012

TEMA: Criação, Queda, Redenção e Consumação! - 101 - Faltam 468 dias para 26/04/13 e 879 dias para a Copa

A semente agora estava com Roboão. Em seu reinado houve a divisão das tribos que nunca mais se juntaram novamente até os dias de hoje. Eu aproveitei e retirei o texto abaixo, ilustrativo desse período da Bíblia de Estudo de Genebra – BEG para melhor compreensão desse momento importante na nação de Israel.
"Em 930 a.C, com a morte de Salomão, o seu filho Roboão se tornou rei de israel. O texto bíblico mostra o descontentamento que havia se acumulado entre as tribos do norte pelas excessivas cargas impostas ao povo durante o reinado de Salomão. Também faz ver como o seu filho Roboão, em vez de atender às clamações do povo, preferiu seguir o os seus conselheiros mais jovens e respondeu-lhe com desprezo e altivez.
Diante disso, as tribos do norte, lideradas por Jeroboão, se revoltaram contra as tribos do sul. A consequência foi a instauração do reino de Judá no sul, com a sua capital em jerusalém, enquanto no norte as tribos agrupadas em torno de Jeroboão formaram o reino de Israel. Os dois reinos existiram como estados independentes por pouco tempo. Dois séculos mais tarde, no ano 721 a.C, Israel, caiu sob a dominação assíria e, cerca de um século e meio depois, em 586 a.C, Judá caiu sob o poder do império neo babilônico.
O livro de 1 Reis narra as circunstâncias em que se deu a ruptura da unidade nacional. De modo paralelo, o livro traz as histórias de Judá e de Israel, separadas para sempre e incapazes de superar a sua hostilidade mútua. Os reis de um e de outro reino aparecem alternadamente, seguindo a respectiva ordem dinástica.
A situação política de israel sempre padeceu de grande instabilidade. Nos seus pouco mais de dois séculos de existência, o reino teve nove dinastias, num total! de dezenove reis, muitos dos quais chegaram ao trono por meios violentos. Em Judá ao contrário, os reis que foram se sucedendo ao longo dos três séculos e meio de permanência do remo eram todos descendentes de Davi, com exceção da rainha Atalia, que, tendo usurpado o trono, conseguiu manter-se nele durante seis anos. (BEG – p. 467, ref. I Re 12).
Agora, iremos para a EBD. Vamos?
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.