domingo, 14 de agosto de 2011

TEMA: Pais e Filhos, no Senhor – Ef 6:1 e 4 - Faltam 621 dias para 26/04/13

Hoje é domingo, o domingo do dia dos pais. Papai, feliz dia dos pais! Meu papai terrestre foi embora e está agora nas mansões celestes e assim não poderei comemorar, mas receberei as comemorações. Sou papai de três lindos e maravilhosos filhos.

Eu quero hoje no dia dos pais honrar os meus filhos, pois os tenho em alta estima. São melhores do que eu e serão mais abençoados e prósperos porque o Senhor assim tem falado deles. Como pai será que não tenho enfrentado lutas, decepções e problemas? Sim, muita luta e muitos problemas, mas nunca o Senhor não nos abandonou e disse que era o nosso fim. Pelo contrário, o reboliço, às vezes, é necessário para que todos sejam ajustados e aperfeiçoados no amor de Cristo.

Se eu abrigasse comigo, em meu coração, aos maus pensamentos, eles me levariam ao desânimo nas lutas que temos de passar com eles em suas diversas fases da vida. Alguns, brincando, chamam os adolescentes, na fase da adolescência, de 'aborrecentes' por causa da luta que se origina entre uma vontade que quer se afirmar no mundo adulto e uma outra que está indo embora para nunca mais voltar.

Nossos adolescentes, adolescentes de Deus, não são 'aborrecentes' e não devemos chamá-los dessa maneira, mas termos paciência e amor para respeitar e não provocarmos à ira o jovem que está se desabrochando.

Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. Efésios 6:1

E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor. Efésios 6:4

Eu me sinto um pai vitorioso e bem sucedido, não porque não existem lutas e problemas em nossos relacionamentos que precisam de ajustes contínuos, diários, mas por que em meio as lutas, eu posso ver, claramente, a mão de meu Pai celestial, nos ajudando em nome do Filho, Jesus Cristo, mediante a ação e orientação contínua do Espírito Santo de Deus. Esta é a diferença!

Eu aqui os exorto em nome de Cristo, como pastor zeloso por vossas almas: não existe paz pela ausência de problemas (é uma tremenda ilusão de que os problemas irão desaparecer – em cada fase da vida de nossos filhos teremos problemas para entrentar e resolver), mas existe e deve ser buscada e cultivada a paz de Deus em meio a qualquer problema, seja ele de que natureza for - saúde, comportamental, emocional.

Sabem por que afirmo existir a paz de Deus em meio a quaisquer problemas? Por que Deus está no controle de tudo e de todas as coisas! Se ele não tivesse.... grande seria este problema e a paz nem existiria.

Minha palavra final a meus filhos e aos pais em geral, então, é essa: Vós, filhos, sede obedientes a vossos pais no Senhor, porque isto é justo. (...) E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor. Efésios 6:1 e 4. CONFIEM EM DEUS DE TODO O VOSSO CORAÇÃO!

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – http://www.jamaisdesista.com.br

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.