sábado, 29 de março de 2014

Rute 3:1-18 - Rute, Mulher virtuosa. Boaz, Homem de Deus.

Já vimos, nos dois primeiros capítulos: I. A amargura e o vazio de Noemi – 1:1-22 e a parte II. Rute descobre seu resgatador – 2:1-23. Hoje, veremos a terceira parte: III. Boaz promete a Rute um resgatador – 3:1-18. E, no próximo capítulo, concluiremos todo o pequeno livro de Rute com as partes: IV. Boaz se torna o resgatador de Rute – 4:1-12. E: V. A bênção de Noemi – 4:13-17. VI. Apêndice genealógico 4:18-22.
III. Boaz promete a Rute um resgatador – 3:1-18.
Muito esperta a Noemi e conhecia bem a alma masculina e também a feminina, pois vai dar uma dica para Rute que irá abalar todas as estruturas de ambos os corpos e entrarão em instabilidade temporária até que tudo se resolva e se unam para a glória de Deus: o amor está no ar!
Noemi sabia tudo o que iria se passar no campo e até a forma como iriam brincar, se divertir, alegrarem-se, comerem, beberem e depois irem dormir. Ela ensina tudo para Rute e dá sua dica de como conquistar Boaz.
Rute é mulher honesta, temente a Deus, cheia de fé, bonita, jovem, fiel e pronta para toda boa obra. Ela vai para o campo e faz exatamente tudo como fora instruída a fazer com sucesso total.
Boaz, cansado, dorme o sono dos anjos sem saber que seu coração está a poucos passos de uma jovem senhora armada até os dentes e pronta para guerrear por ele. Ela lhe descobre os pés e se deita ali. Será que ela dormiu? Talvez sim, talvez não. Boaz sim dormiu e muito.
Quando acorda, uma surpresa e seu coração começa a bater tão forte que a alma de Noemi sabe o que está para acontecer, em breve. Ele foi pego de surpresa e que boa surpresa! Ficou sem saber o que fazer, mas foi sensato e temente a Deus e teve a paciência e o bom-senso de esperar o momento certo.
Chama-a de filha e reconhece nela uma mulher de valor! Dá instruções a ela e, no seu zelo pela lei, aponta que há outro remidor que poderia desfazer um sonho que começava a criar forma envolvendo os dois.
Se fosse um homem não temente a Deus, teria se aproveitado da moça e a despedido como uma vadia, mas a respeitou e anunciou a Rute que por ela brigaria a briga de Deus. Se ele perdesse para seu parente mais próximo, entenderia que Deus quis assim.
No fundo, no fundo, ele já estava certo de que iria vencer o game e derrotar o vilão e viver depois feliz para sempre. No entanto, teria de lutar a luta certa e isso ficará para o próximo capítulo.
 Rt 3:1 E disse-lhe Noemi, sua sogra:
               Minha filha, não hei de buscar descanso, para que fiques bem?
               Rt 3:2 Ora, pois, não é Boaz, com cujas moças estiveste,
                              de nossa parentela? Eis que esta noite padejará a cevada
                                            na eira.
               Rt 3:3 Lava-te, pois, e unge-te, e veste os teus vestidos, e desce à eira;
                              porém não te dês a conhecer ao homem,
                                            até que tenha acabado de comer e beber.
               Rt 3:4 E há de ser que, quando ele se deitar, notarás o lugar
                              em que se deitar; então entrarás, e descobrir-lhe-ás os pés,
                                            e te deitarás, e ele te fará saber o que deves fazer.
Rt 3:5 E ela lhe disse:
               Tudo quanto me disseres, farei.
Rt 3:6 Então foi para a eira, e fez conforme a tudo quanto
               sua sogra lhe tinha ordenado.
Rt 3:7 Havendo, pois, Boaz comido e bebido, e estando já o seu coração
               alegre, veio deitar-se ao pé de um monte de grãos;
                              então veio ela de mansinho, e lhe descobriu os pés,
                                            e se deitou.
Rt 3:8 E sucedeu que, pela meia noite, o homem estremeceu, e se voltou;
               e eis que uma mulher jazia a seus pés.
Rt 3:9 E disse ele:
               Quem és tu?
E ela disse:
               Sou Rute, tua serva; estende pois tua capa sobre a tua serva,
                              porque tu és o remidor.
Rt 3:10 E disse ele:
               Bendita sejas tu do SENHOR, minha filha;
                              melhor fizeste esta tua última benevolência do que a
                                            primeira, pois após nenhum dos jovens foste,
                                                           quer pobre quer rico.
               Rt 3:11 Agora, pois, minha filha, não temas; tudo quanto disseste
                              te farei, pois toda a cidade do meu povo sabe que
                                            és mulher virtuosa.
               Rt 3:12 Porém agora é verdade que eu sou remidor,
                              mas ainda outro remidor há mais chegado do que eu.
               Rt 3:13 Fica-te aqui esta noite, e será que, pela manhã,
                              se ele te redimir, bem está, que te redima;
                                            porém, se não quiser te redimir, vive o SENHOR,
                                                           que eu te redimirei.
                              Deita-te aqui até amanhã.
               Rt 3:14 Ficou-se, pois, deitada a seus pés até pela manhã,
                              e levantou-se antes que pudesse um conhecer o outro,
                                            porquanto disse:
                                            Não se saiba que alguma mulher veio à eira.
Rt 3:15 Disse mais:
               Dá-me a capa que tens sobre ti, e segura-a.
                              E ela a segurou; e ele mediu seis medidas de cevada,
                                            e lhas pôs em cima; então foi para a cidade.
Rt 3:16 E foi à sua sogra, que lhe disse:
               Como foi, minha filha?
E ela lhe contou tudo quanto aquele homem lhe fizera. Rt 3:17 Disse mais:
               Estas seis medidas de cevada me deu, porque me disse:
                              Não vás vazia à tua sogra.
Rt 3:18 Então disse ela:
               Espera, minha filha, até que saibas como irá o caso,
                              porque aquele homem não descansará
                                            até que conclua hoje este negócio.
Rute volta para casa feliz e sorrindo pelas paredes. Noemi quis saber de todos os detalhes e ela lhe conta tudo e Noemi já vislumbra a vitória chegando a passos bem largos, firmes e fortes.
Ela sabia que Boaz não teria descanso enquanto não resolvesse urgentemente essa causa. Rute volta também para casa com mantimentos o que era bom sinal de que Deus estava abençoando elas em tudo.
Qual seria o juiz que deveria estar julgando Israel nessa época? A história de Rute, provavelmente, conforme a BEOC (Bíblia de Estudo em Ordem Cronológica), se deu antes de Débora e Baraque como juiz de Israel, em cerca de 1249-1209(R) ou 1252-1212 (k) A.C.[1]
Vamos recordar quem foram os 12 juízes de Israel:
1.    Otniel (Judá) - Jz 1:11-15; Jz 3:7-11: o primeiro juiz, foi da geração seguinte à de Josué. Teve vitória sobre Cusã-Risataim.
2.    Eúde (Benjamim) - Jz 3:12-30; Jz 4:1: vitória sobre Eglom de Moabe.
3.    Sangar (desconhecido a origem) - Jz 3:31; Jz 5:6: vitória sobre os filisteus
4.    Débora (Efraim) e Baraque (Naftali) - Jz 4:1;4-6; Jz 5:31: vitória sobre Jabim e Sísera.
5.    Gideão (Manassés) - Jz 6:1-8; Jz 6:32: vitória sobre os midianitas e amalequitas.
6.    Tola (Issacar) - Jz 10:1-2.
7.    Jair (Manassés) - Jz 10:3-5.
8.    Jefté (Manassés) - Jz 10:6-12 a Jz 12:7 - vitória sobre os amonitas.
9.    Ibsã (Judá ou Zebulom) - Jz 12:8-9.
10. Elom (Zebulom) - Jz 12:11-12.
11. Abdon (Efraim) - Jz 12:13-15.
12. Sansão (Dã) - Jz 13-16 ; 15:20: vitória sobre os filisteus.

A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
[1] (R) e (k) são sistemas de contagem do tempo adotadas pela BEOC.

...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.