sexta-feira, 28 de março de 2014

Rute 2:1-23 - Rute, mulher de Deus, descobre seu resgatador

Nós dividimos o livro de Rute em seis partes, seguindo a divisão proposta pela BEG: I. A amargura e o vazio de Noemi – 1:1-22 (já visto). Agora, iremos ver a parte II. Rute descobre seu resgatador – 2:1-23. E, depois: III. Boaz promete a Rute um resgatador – 3:1-18. IV. Boaz se torna o resgatador de Rute – 4:1-12. V. A bênção de Noemi – 4:13-17. VI. Apêndice genealógico 4:18-22.
II. Rute descobre seu resgatador – 2:1-23.
É de Rute a iniciativa do trabalho para apanhar o sustento da casa e ela, sem saber de nada, apenas indo fazer a sua parte e trabalhar para o sustento do lar, que era necessário, sai para os campos a fim de apanhar espigas que vão caindo pelo caminho que era destinada, pela lei, aos pobres.
Quando estavam na sua própria colheita, os israelitas eram zelosos para coletarem tudo que fosse possível e de direito deles, mas sempre ocorriam acidentes e alguns desses caiam no caminho e, pela lei, não poderiam ser apanhados de volta, mas deixados para o sustento daqueles que não tinham condições alguma.
Assim, era a condição de Rute e de Noemi, naquela época e Rute foi trabalhar dessa forma indo para campos junto com homens que não conhecia correndo sérios riscos de abusos de qualquer natureza.
Essa benevolência da lei está registrada em Lv 19:9,10; 23:22; Dt 24:19.
Rute saiu a trabalhar com a bênção de Noemi: “Vai, minha filha”. Minha filha aqui indica um tratamento afetuoso para com Rute em reconhecimento ao que ela era e representava para Noemi. Nesta pequena narrativa da história de Rute, Noemi a chamará de “minha filha” por cinco vezes. (vs. 22; 3:1, 16, 18).
Boas também, por três vezes a tratará de “minha filha” reconhecendo assim a sua juventude e também seu caráter bom por causa de Noemi. (vs. 8; 3:10,11). Rute não era como era a fama de serem as mulheres moabitas, antes se dava ao respeito e respeitava também.
Por acaso, que realmente de acaso nada tinha, mas por providencia, Rute irá colher os seus grãos justamente no campo de Boaz um futuro, possível resgatador.
Boaz ao ver a jovem bonita, honesta, trabalhadora e cheia de graça em seus campos, logo se acendeu em seu coração uma chama diferente, mas ficou reservado e aproveitou para ser educado, gentil e atencioso para com a jovem moabita que também retribuiu da mesma forma, uma vez que seu coração também disparou, mas conteve-se.
Estava ali começando o nascimento de uma relação duradoura e abençoada por Deus que trará para a vida, Obede, que gerará Jessé, o pai de Davi! A nossa semente que estamos pesquisando desde o início da Bíblia se encontra aqui na época dos juízes.
Boaz conhece a jovem por acaso, explico: nenhum dos dois ou três, se pensarmos em Noemi, planejou qualquer coisa nesse sentido, mas simplesmente aconteceu. E depois de conhece-la, reconhece que ela era a nora de Noemi e com ela foi gentil e deixou-a apanhar o melhor das espigas.
Também deixou ela comer com eles até que se fartasse e ao final da jornada, Rute volta para casa com abastança de mantimento e todas comem, conversam e Noemi percebe tudo o que estava por acontecer e entente e vê, em tudo isso, a mão poderosa de Deus a seu favor.
Rt 2:1 E tinha Noemi um parente de seu marido, homem valente e poderoso,
                da família de Elimeleque; e era o seu nome Boaz.
Rt 2:2 E Rute, a moabita, disse a Noemi:
                Deixa-me ir ao campo, e apanharei espigas atrás daquele em cujos
                               olhos eu achar graça.
E ela disse:
                Vai, minha filha.
Rt 2:3 Foi, pois, e chegou, e apanhava espigas no campo após os segadores;
                e caiu-lhe em sorte uma parte do campo de Boaz,
                               que era da família de Elimeleque.
Rt 2:4 E eis que Boaz veio de Belém, e disse aos segadores:
                O SENHOR seja convosco.
E disseram-lhe eles:
                O SENHOR te abençoe.
Rt 2:5 Depois disse Boaz a seu moço, que estava posto sobre os segadores:
                De quem é esta moça?
Rt 2:6 E respondeu o moço, que estava posto sobre os segadores, e disse:
                Esta é a moça moabita que voltou com Noemi dos campos de Moabe.
Rt 2:7 Disse-me ela:
                Deixa-me colher espigas, e ajuntá-las entre as gavelas
                                após os segadores. Assim ela veio, e desde pela manhã
                                               está aqui até agora, a não ser um pouco que esteve
                                                               sentada em casa.
Rt 2:8 Então disse Boaz a Rute:
                Ouves, filha minha; não vás colher em outro campo,
                               nem tampouco passes daqui; porém aqui ficarás com as                                                        minhas moças. Rt 2:9 Os teus olhos estarão atentos
                                                               no campo que segarem, e irás após elas;
                               não dei ordem aos moços, que não te molestem?
                               Tendo tu sede, vai aos vasos, e bebe do que os moços tirarem.
Rt 2:10 Então ela caiu sobre o seu rosto, e se inclinou à terra; e disse-lhe:
                Por que achei graça em teus olhos, para que faças caso de mim,
                               sendo eu uma estrangeira?
Rt 2:11 E respondeu Boaz, e disse-lhe:
                Bem se me contou quanto fizeste à tua sogra, depois da morte
                               de teu marido; e deixaste a teu pai e a tua mãe, e a terra onde
                               nasceste, e vieste para um povo que antes não conheceste.
                Rt 2:12 O SENHOR retribua o teu feito; e te seja concedido pleno
                               galardão da parte do SENHOR Deus de Israel,
                                               sob cujas asas te vieste abrigar.
Rt 2:13 E disse ela:
                Ache eu graça em teus olhos, senhor meu, pois me consolaste,
                               e falaste ao coração da tua serva, não sendo eu ainda como
                                               uma das tuas criadas.
Rt 2:14 E, sendo já hora de comer, disse-lhe Boaz:
                Achega-te aqui, e come do pão, e molha o teu bocado no vinagre.
E ela se assentou ao lado dos segadores, e ele lhe deu do trigo tostado,
                e comeu, e se fartou, e ainda lhe sobejou.
Rt 2:15 E, levantando-se ela a colher, Boaz deu ordem aos seus moços,
                dizendo:
                               Até entre as gavelas deixai-a colher, e não a censureis.
                Rt 2:16 E deixai cair alguns punhados, e deixai-os ficar,
                               para que os colha, e não a repreendais.
                Rt 2:17 E esteve ela apanhando naquele campo até à tarde;
                               e debulhou o que apanhou, e foi quase um efa de cevada.
                Rt 2:18 E tomou-a, e veio à cidade; e viu sua sogra o que tinha
                               apanhado; também tirou, e deu-lhe o que sobejara
                                               depois de fartar-se.
Rt 2:19 Então disse-lhe sua sogra:
                Onde colheste hoje, e onde trabalhaste?
                               Bendito seja aquele que te reconheceu.
                E relatou à sua sogra com quem tinha trabalhado, e disse:
                               O nome do homem com quem hoje trabalhei é Boaz.
Rt 2:20 Então Noemi disse à sua nora:
                Bendito seja ele do SENHOR, que ainda não tem deixado a sua
                               beneficência nem para com os vivos nem para com os mortos.
Disse-lhe mais Noemi:
                Este homem é nosso parente chegado,
                               e um dentre os nossos remidores.
Rt 2:21 E disse Rute, a moabita:
                Também ainda me disse:
                               Com os moços que tenho te ajuntarás, até que acabem toda a
                                               sega que tenho.
Rt 2:22 E disse Noemi a sua nora:
                Melhor é, filha minha, que saias com as suas moças,
                               para que noutro campo não te encontrem.
Rt 2:23 Assim, ajuntou-se com as moças de Boaz,
                para colher até que a sega das cevadas e dos trigos se acabou;
                               e ficou com a sua sogra.
Agora, sabendo de tudo e entendendo os planos de Deus e tendo renovada dentro dela a esperança e a fé em Deus, planeja sutilmente uma abordagem de Rute para com Boaz, seu futuro resgatador.
Noemi, agora devia estar alegre, feliz e dando graças a Deus. Muitas vezes, estamos assim como Noemi que não enxerga um passo a frente e tudo imagina que é difícil e que não há mais saída alguma para as crises que enfrentamos, mas Deus sempre nos surpreende. Por isso que é importante não desanimarmos, nem desistirmos nunca, nem deixarmos de manter nossa guarda.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.