segunda-feira, 10 de março de 2014

Juízes 5:1-32 DÉBORA - MULHER CORAJOSA, CHEIA DE FÉ, JUÍZA E LIBERTADORA DE ISRAEL.

Continuando a segunda parte de três de nossa divisão proposta de todo o livro de Juízes, conforme BEG, que fala dos ciclos dos juízes: B. Os doze ciclos – 3:7 a 16:31.
Já vimos três juízes: Otniel, de Judá; Eúde, de Benjamim e Sangar, filho de Anate. Agora, estaremos concluindo a história dessa mulher corajosa e cheia de fé, juíza e libertadora de Israel.
Ela venceu o pior inimigo de Israel e perseguiu o comandante do exército de Jabin, Sísera, que possuía 900 carros de ferro. Ele acabou sendo morto, para sua vergonha, pelas mãos de uma mulher, Jael. Débora agora irá entoar seu belo cântico de louvor e de gratidão a Deus.
A prosa já fora contada no capítulo 4 e agora o será em forma de poesia. O fato desse registro poético dá a Débora uma característica particular dentro dos registros bíblicos.
Um dos deuses de Canaã seguidos por seu rei Jabin era o deus da tempestade e do clima e poderia muito bem estar no governo de todo o tempo e estações, assim criam eles e assim Sísera saiu ao encontro de Israel com seu poderoso e forte exército com 900 carros de ferro que Baraque, filho de Abinoão, teve medo de enfrentar sozinho.
Deus soberano, único e Todo-Poderoso, o Senhor dos Exércitos zomba desses deuses e ele mesmo põe o exército de Sísera numa situação constrangedora ao dominar o tempo, o clima e as estações e atolá-los no caminho por causa das chuvas, tempestades e inundações repentinas.
Diz a palavra que Deus os derrotou ao fio da espada diante dos olhos de Baraque e Sísera tentou fugir indo conseguir algum refúgio temporário na casa de Jael onde acabara sendo morto por aquela mulher sagaz.
Ao derrotar assim o exército mais forte e mais bem preparado para a disputa, Deus demonstrou a impotência de Baal, tido como o senhor da tempestade.
Fica claro que a vitória nem sempre é do mais bem preparado ou equipado, mas do Senhor é que procede toda decisão. Desrespeitar o Senhor é um tiro no pé de quem está sadio e poderia até vencer.
Jz 5:1 E cantou Débora e Baraque, filho de Abinoão,
                naquele mesmo dia, dizendo:
Jz 5:2 Louvai ao SENHOR pela vingança de Israel,
                quando o povo se ofereceu voluntariamente.
Jz 5:3 Ouvi, reis; dai ouvidos, príncipes; eu, eu cantarei ao SENHOR;
                salmodiarei ao SENHOR Deus de Israel.
Jz 5:4 O SENHOR, saindo tu de Seir, caminhando tu desde o campo de Edom,
                a terra estremeceu; até os céus gotejaram;
                               até as nuvens gotejaram águas.
                Jz 5:5 Os montes se derreteram diante do SENHOR,
                               e até Sinai diante do SENHOR Deus de Israel.
                Jz 5:6 Nos dias de Sangar, filho de Anate,
                               nos dias de Jael cessaram os caminhos;
                               e os que andavam por veredas iam por caminhos torcidos.
                Jz 5:7 Cessaram as aldeias em Israel, cessaram;
                               até que eu, Débora, me levantei,
                                               por mãe em Israel me levantei.
                Jz 5:8 E se escolhia deuses novos, logo a guerra estava às portas;
                               via-se por isso escudo ou lança entre quarenta mil em Israel?
                Jz 5:9 Meu coração é para os legisladores de Israel,
                               que voluntariamente se ofereceram entre o povo;
                                               bendizei ao SENHOR.
                Jz 5:10 Vós os que cavalgais sobre jumentas brancas,
                               que vos assentais em juízo, que andais pelo caminho,
                                               falai disto.
                Jz 5:11 Donde se ouve o estrondo dos flecheiros, entre os lugares onde
                               se tiram águas, ali falai das justiças do SENHOR,
                                               das justiças que fez às suas aldeias em Israel;
                                                               então o povo do SENHOR descia às portas.
                Jz 5:12 Desperta, desperta, Débora, desperta, desperta,
                               entoa um cântico; levanta-te, Baraque, e leva presos
                                               os teus cativos, tu, filho de Abinoão.
                Jz 5:13 Então fez dominar sobre os nobres entre o povo,
                               aos que restaram; fez-me o SENHOR dominar
                                               sobre os poderosos.
                Jz 5:14 De Efraim saiu a sua raiz contra Amaleque;
                               e depois de ti vinha Benjamim dentre os teus povos;
                de Maquir desceram os legisladores, e de Zebulom
                               os que levaram a cana do escriba.
                Jz 5:15 Também os principais de Issacar foram com Débora;
                               e como Issacar, assim também Baraque,
                                               foi enviado a pé para o vale;
                nas divisões de Rúben foram grandes as resoluções do coração.
                Jz 5:16 Por que ficaste tu entre os currais para ouvires
                               os balidos dos rebanhos? Nas divisões de Rúben
                                               tiveram grandes esquadrinhações do coração.
                Jz 5:17 Gileade ficou além do Jordão, e Dã por que se deteve
                               nos navios? Aser se assentou na beira dos mares,
                                               e ficou junto às suas baías.
                Jz 5:18 Zebulom é um povo que expôs a sua vida à morte,
                               como também Naftali, nas alturas do campo.
                Jz 5:19 Vieram reis, pelejaram; então pelejaram os reis de Canaã
                               em Taanaque, junto às águas de Megido;
                                               não tomaram despojo de prata.
                Jz 5:20 Desde os céus pelejaram; até as estrelas desde os lugares dos
                               seus cursos pelejaram contra Sísera.
                Jz 5:21 O ribeiro de Quisom os arrastou, aquele antigo ribeiro,
                               o ribeiro de Quisom. Pisaste, ó minha alma, à força.
                Jz 5:22 Então os cascos dos cavalos se despedaçaram; pelo galopar,
                               o galopar dos seus valentes. Jz 5:23 Amaldiçoai a Meroz,
                                               diz o anjo do SENHOR, acremente amaldiçoai
                                                               aos seus moradores;
                               porquanto não vieram ao socorro do SENHOR, ao socorro
                                               do SENHOR com os valorosos.
                Jz 5:24 Bendita seja entre as mulheres, Jael, mulher de Héber,
                               o queneu; bendita seja entre as mulheres nas tendas.
                Jz 5:25 Água pediu ele, leite lhe deu ela; em prato de nobres
                               lhe ofereceu manteiga.
                Jz 5:26 A estaca estendeu a sua mão esquerda,
                               e ao martelo dos trabalhadores a sua direita;
                               e matou a Sísera, e rachou-lhe a cabeça, quando lhe pregou
                                               e atravessou as fontes.
                Jz 5:27 Entre os seus pés se encurvou, caiu, ficou estirado;
                               entre os seus pés se encurvou, caiu; onde se encurvou,
                                               ali ficou abatido.
                Jz 5:28 A mãe de Sísera olhava pela janela, e exclamava pela grade:
                               Por que tarda em vir o seu carro?
                               Por que se demoram os ruídos dos seus carros?
                Jz 5:29 As mais sábias das suas damas responderam;
                               e até ela respondia a si mesma: Jz 5:30 Porventura não
                                               achariam e repartiriam despojos?
                               Uma ou duas moças a cada homem?
                Para Sísera despojos de estofos coloridos,
                               despojos de estofos coloridos bordados; de estofos coloridos
                                               bordados de ambos os lados como despojo
                                                               para os pescoços.
Jz 5:31 Assim, ó SENHOR,
                pereçam todos os teus inimigos!
                               Porém os que te amam sejam como o sol
                                               quando sai na sua força.
Jz 5:32 E sossegou a terra quarenta anos.

Vencido o inimigo, agora vem a época da paz. Aqui durou 40 anos, o tempo em que certamente Débora esteve à frente como juíza e libertadora. Deus estava concedendo ao povo a sua paz e o seu descanso, mas logo o povo iria se sucumbir novamente ao pecado e estariam novamente enfrentando o juízo de Deus.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...

...

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.