sábado, 1 de março de 2014

Josué 20:1-9 – O CRIMINOSO E AS CIDADES DE REFÚGIO.

Nossa divisão proposta está chegando ao seu final e hoje será o penúltimo capítulo da DISTRIBUIÇÃO DA TERRA PROMETIDA – 13:1 A 21:45.
Estamos também seguindo as divisões propostas da BEG, em seis subpartes, onde já vimos, no cap. 13, duas delas: A). A comissão divina para a divisão da terra – 13:1-7 (já vista); B. O leste do Jordão – 13:8-33 (já vista). C). O Oeste do Jordão – 14:1 a 19:51 (já vista). Concluiremos agora a D). As cidades de refúgio – 20:1-9
D). As cidades de refúgio – 20:1-9
Pelo entender dos relatos bíblicos, a iniciativa da construção das cidades refúgio, onde o criminoso que matasse alguém, não intencionalmente, pudesse se refugiar do vingador de sangue, vinha do Senhor.
Essas cidades depois seriam entregues aos levitas – 21:13, 21, 27, 32, 36, 38; Nm 35:6 – para serem por eles administradas e controladas.
Foi ele, o Senhor, quem disse para Josué para falar aos filhos de Israel para apartarem para eles cidades de refúgio, conforme já havia sido falado a Moisés. Havia dessas cidades em todo o território de Israel.
Aliás, o que era que não vinha do Senhor que foi falado a Moisés e que estava sendo seguido por Josué à risca? Tudo vinha do Senhor! Essa era a mais pura verdade!
Do Senhor vinha a ordem e a organização; os líderes e os mandamentos; os símbolos e suas representações; os artífices e ourives que tudo fizeram de acordo com o modelo que lhes fora mostrado; a vitória e as guerras; a força e a coragem para lutar e vencer e sair vencedor; a paz e a prosperidade; a proteção e o abrigo contra as intempéries do mundo; o caminho, a verdade e a vida para que seguissem; o filho de Deus, o Messias esperado que ali estava sendo preservado com Raabe.
Repetindo o que já disse antes: o portador e a portadora da semente messiânica, o Messias! Ele estava ali e seria multiplicado e seria gerado e daria continuidade. Raabe estava ali. Após a destruição de Jericó, Raabe habitou entre os Israelitas e casou-se com Salmom. Deu à luz Boaz, que foi bisavô de Davi, tornando-se assim, da linhagem messiânica! Talvez Davi tenha conhecido pessoalmente sua bisavó e seu bisavó e ouvido histórias de sua própria boca.
Js 20:1 Falou mais o SENHOR a Josué, dizendo:
                Js 20:2 Fala aos filhos de Israel, dizendo:
                Apartai para vós as cidades de refúgio,
                               de que vos falei pelo ministério de Moisés,
                Js 20:3 Para que fuja para ali o homicida, que matar alguma pessoa
                               por engano, e não com intenção; para que vos sirvam de
                                               refúgio contra o vingador do sangue.
                Js 20:4 E fugindo para alguma daquelas cidades, por-se-á
                               à porta dela e exporá a sua causa aos ouvidos dos anciãos
                                               da tal cidade; então o tomarão consigo na cidade;
                                                               e lhe darão lugar, para que habite com eles.
                Js 20:5 E se o vingador do sangue o seguir, não entregarão na sua
                               mão o homicida, porquanto não feriu a seu próximo com
                                               intenção, e não o odiou antes.
                Js 20:6 E habitará na mesma cidade,
                               até que compareça em juízo perante a congregação,
                               até que morra o sumo sacerdote que houver naqueles dias;
                então o homicida voltará, e virá à sua cidade e à sua casa,
                               à cidade de onde fugiu.
                Js 20:7 Então designaram a Quedes na Galiléia,
                               na montanha de Naftali, e a Siquém, na montanha de Efraim,
                e a Quiriate-Arba (esta é Hebrom), na montanha de Judá.
                Js 20:8 E, além do Jordão, na direção de Jericó para o oriente,
                               designaram a Bezer, no deserto, na campina da tribo
                                               de Rúben, e a Ramote, em Gileade da tribo de Gade,
                                                               e a Golã, em Basã da tribo de Manassés.
                Js 20:9 Estas são as cidades que foram designadas para todos os
                               filhos de Israel, e para o estrangeiro que habitasse entre eles,
                                               para que se acolhesse a elas todo aquele
                                                               que por engano, matasse alguma pessoa,
                               para que não morresse às mãos do vingador do sangue,
                                               até se apresentar diante da congregação.
Isso era assim por que em Israel não havia cadeias para abrigar o criminoso e mantê-lo vivo às custas da sociedade numa pretensa intenção de reeducação da mente criminosa. Os bandidos e os que não se ajeitavam às regras sociais eram punidos e eliminados do meio do povo.
Eu vejo a prisão como a formação de uma outra sociedade dentro da atual sociedade cujos membros dela somente esperam por uma boa oportunidade para voltarem às práticas criminosas com mais inteligência e propósitos uma vez que lá dentro parece mais uma escola técnica do crime, cheia de regalias.
A Deus toda glória! p/ Daniel Deusdete – 
http://www.jamaisdesista.com.br
...


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

Fique à vontade para tecer seus comentários.
No entanto, lembre-se de juntar Cl 3:17 com 1 Co 10:31 :
devemos tudo fazer para a glória de Deus e em nome de Jesus! Deus o abençoe.